Tudo Sobre

Empregos ITESP

Edital de 160 vagas sairá na semana que vem

As vagas serão para todo o Estado, conforme a necessidade.



Redação
Publicado em 27/06/2008, às 15h39

O edital para o próximo concurso da Fundação Instituto de Terras do Estado de São Paulo (Itesp), o qual deveria ter sido publicado nesta semana, foi adiado devido a problemas técnicos, mas, de acordo com as últimas informações, colhidas junto ao chefe de gabinete do órgão, Alexandre Ribeiro Mustafa, deverá ser divulgado na semana que vem. A empresa responsável pelo planejamento e execução do concurso é a Fundação Vunesp.

O número de vagas foi fechado na última semana e será de 106 e seguirá os mesmos moldes do anterior, realizado em 2001. Na ocasião os candidatos optaram entre os seguintes cargos: Auxiliar de Desenvolvimento, Auxiliar de Gestão Organizacional, Motorista, Técnico em Desenvolvimento Agrário, Técnico em Desenvolvimento Fundiário, Técnico em Gestão Organizacional, Técnico em Informática, Advogado, Analista de Desenvolvimento Agrário, Analista de Desenvolvimento Fundiário, Analista de Gestão Organizacional e Analista de Informática. Os salários, segundo o plano de cargos e salários do órgão são de R$ 547 para Auxiliares, R$ 711 para Motorista e R$ 2.361 para Advogado.

Ainda de acordo com o ITESP, a maioria das vagas será para cargos com exigência dos ensinos médio, técnico e superior, como o de Técnico Agrícola. Para Analistas, a exigência será o nível superior. Para quem possui apenas o ensino médio, sem formação técnica, também haverá vagas, principalmente na área de Administração. Neste caso, o nome do cargo é Técnico de Gestão Organizacional, com formação apenas de ensino médio e perfil para trabalhar na área da Administração Pública.

Para Técnico, o salário inicial, conforme plano de cargos e salários do órgão é de R$ 1.092 e no caso de Analista, R$ 2.229. Além disto, os candidatos poderão contar com benefícios como vale-transporte, assistência médica, auxílio creche (é pago por reembolso no valor máximo de R$ 150,00, para quem tiver filhos em idade escolar, até 6 anos) e seguro de vida.

As vagas serão para todo o Estado, conforme a necessidade, abrangendo Capital, Pontal do Paranapanema, Presidente Prudente, Teodoro Sampaio, Araraquara, Bebedouro, Andradina, Taubaté, Sorocaba, entre outras.

Requisitos e atribuições

Advogado: Os interessados deverão possuir curso superior completo em Direito com inscrição na OAB. Entre as atribuições: analisar e elaborar pareceres em procedimentos administrativos, tais como alienações e aquisições de bens; licitações; questões trabalhistas e previdenciárias e em procedimentos que envolvem regularização fundiária, legitimação de posse, ações discriminatória e reivindicatória e ocupações irregulares em projetos de assentamentos, bem como em questões de natureza ambiental, entre outras.

Analista de Desenvolvimento Agrário: Os candidatos deverão ter graduação com registro no respectivo conselho de classe. Entre as atribuições: planejar, organizar, acompanhar e executar programas e projetos relacionados ao desenvolvimento agrário das comunidades atendidas pela Fundação, pesquisando e aplicando princípios teóricos e técnicas relativas ao seu campo de atuação, entre outras.

Analista de Desenvolvimento Fundiário: Para participar, o candidato deverá ter curso superior completo, com registro no respectivo conselho de classe. Entre as funções a serem exercitadas: analisar documentos visando a definição da situação dominial de imóveis, bem como participar da montagem dos Planos Gerais de Legitimação de Posses e outros estudos que se fizerem necessários, entre outras.

Analista de Gestão Organizacional: É necessário possuir graduação, com registro no respectivo conselho de classe. Acompanhar a operacionalização das atividades dos grupos técnicos de campo nos assuntos relacionados à gestão de recursos ou de promoção da Fundação, propondo e/ou reorientando ações no sentido de garantir o cumprimento das metas preestabelecidas;

Analista de Informática: O candidato deverá possuir graduação em informática ou declaração de equivalência e quatro anos de experiência na área. Entre as atribuições: desenvolver programas baseando-se nos dados levantados e estabelecendo os diferentes processos operacionais, para possibilitar o tratamento automático de dados, entre outras.

Técnico em Desenvolvimento Agrário: Basta possuir o ensino médio ou Técnico Profissionalizante na área, com registro no respectivo conselho de classe. Entre as funções: colaborar nas análises, estudos e avaliações sobre programas e projetos agrários, valendo-se de meios apropriados e mantendo contatos com os integrantes das comunidades, visando o seu desenvolvimento técnico, econômico, social e cultural entre outras.

Técnico em Desenvolvimento Fundiário: É necessário ter nível médio ou Técnico Profissionalizante na área com registro no respectivo conselho de classe. Executar, sob orientação, planos e projetos relacionados à regularização fundiária, pesquisando e aplicando princípios e técnicas relativos ao seu campo de atuação.

Técnico em Gestão Organizacional: Os candidatos deverão possuir o ensino médio ou Técnico Profissionalizante na área, com registro no respectivo conselho de classe; colaborar nas análises, estudos e avaliações, valendo-se de metodologias apropriadas, visando a otimização dos recursos disponíveis, entre outras.

Técnico em Informática: Para participar, o candidato deverá possuir nível médio ou técnico profissionalizante na área de Informática. providenciando cópias para evitar a perda de informações. Entre as atribuições: efetuar a manutenção preventiva e corretiva de hardwares; proceder à habilitação de usuários para utilização dos softwares adquiridos ou desenvolvidos internamente, entre outras.

Motorista: Basta possuir o ensino fundamental e Carteira Nacional de Habilitação categoria C. Entre as funções: conduzir, segundo as regras do Código de Trânsito, automóveis e utilitários para transporte de servidores e materiais, entre outras.

Auxiliar de Gestão Organizacional: Os candidatos devem ter, no mínimo, alfabetização até o ensino médio. Entre as atribuições: auxiliar ou executar tarefas relacionadas as “atividades meio” da Fundação, envolvendo serviços gerais de escritório, trabalhos de manutenção predial, limpeza, telefonia, serviços de copa e cozinha, operação de copiadora de documentos e outros correlatos, na sua área de atuação, entre outras.

Auxiliar de Desenvolvimento: Os candidatos devem ter, no mínimo, alfabetização até o ensino médio. Entre as atribuições: Auxiliar e/ou executar tarefas relacionadas as “atividades fim” da Fundação, envolvendo serviços de cadastramento das populações atendidas, elaboração de desenhos técnicos, entre outras.

(F.M.)




Veja também:
SPPREV (SP): Projeto de 325 vagas tramita na Assembléia

+ Resumo Empregos ITESP

ITESP
Vagas: 89
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Não definido
Escolaridade: Não definido
Faixa de salário: De R$ 1000,00 Até R$ 2080,00
Organizadora: O próprio órgão
Estados com Vagas: SP

+ Agenda

27/06/2009 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas