Tudo Sobre

Concurso TRT

Edital para analista e técnico sairá este mês

Tribunal preencherá 88 vagas, das quais 50 serão técnico (nível médio) e 38 para analista (nível superior). Concurso será organizado pela Fundação Carlos Chagas.



Redação
Publicado em 12/08/2010, às 12h28

O Tribunal Regional do Trabalho da 8ª região (TRT/8ª), que abrange os Estados do Pará e Amapá, deverá publicar o edital de seu novo concurso muito em breve. Segundo nota do órgão, a expectativa é que a seleção seja lançada ainda este mês e as inscrições permaneçam abertas até setembro. A empresa que ficará responsável pelo processo seletivo já foi definida e será a Fundação Carlos Chagas. As provas estão previstas para serem aplicadas em outubro.

Haverá 88 chances para os cargos de analista judiciário (nível superior) e técnico judiciário (nível médio). Além das ofertas imediatas, o tribunal também formará cadastro reserva (CR). Para técnico, serão abertas 50 oportunidades somente para a área administrativa.


CONFIRA A EDIÇÃO DIGITAL DO JC&E - CLIQUE AQUI

Já as 38 ofertas para analista estarão distribuídas entre as especialidades de execução de mandados (9 vagas), administrativa (4), judiciária (11) e de apoio especializado (14). As oportunidades para analista de apoio especializado serão para graduados em tecnologia da informação (10 vagas), engenharia civil (1), engenharia elétrica (1), arquivologia (1) e estatística (1).

De acordo com o tribunal, a novidade deste processo seletivo será a distribuição das vagas por cinco zonas. A zona 1 compreenderá as cidades de Belém, Ananindeua e Santa Isabel do Pará, enquanto a zona 2 abrangerá os municípios de Castanhal, Abaetetuba, Breves, Capanema e Paragominas. Já as zonas 3, 4 e 5 incluirão Macapá, Laranjal do Jari/Monte Dourado, Marabá, Parauapebas, Redenção, Tucuruí, Xinguara, Santarém, Altamira, Itaituba e Óbidos. 

Concurso anterior – Em 2004, o TRT promoveu seleção para preencher 20 vagas imediatas de analista e técnico. Foram oferecidas ainda chances para formação de cadastro reserva (CR). Também organizado pela Fundação Carlos Chagas, o concurso cobrou taxas de inscrição R$ 32 e R$ 47.

Para a carreira de analista, as oportunidades eram para as áreas de execução de mandados (4 + CR), judiciária (2 + CR) e administrativa (1 + CR). Para as duas primeiras especialidades, exigia-se formação em direito. Já a vaga para o setor administrativo pedia ensino superior completo em qualquer área. O salário para analista correspondia a R$ 2.968.

As vagas de técnico (nível médio) estavam divididas em duas áreas: administrativa (13 + CR) e serviços gerais/segurança e transporte (CR). Neste caso, a remuneração, segundo o edital, era de R$ 1.777,03.

Os candidatos enfrentaram provas objetivas de conhecimentos gerais (português e noções de informática) e conhecimentos específicos. Os concorrentes às chances de técnico/serviços gerais passaram ainda por exames físico e de direção veicular. No total, 19.233 pessoas se inscreveram no processo seletivo.

Talita Fusco/SP

Veja também:

UFU/MG: planejamento autoriza concurso para universidade

Defensoria Pública/RJ: órgão define organizador de seleção

+ Resumo do Concurso TRT

TRT
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Não definido
Escolaridade: Ensino Médio, Ensino Superior
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão
Estados com Vagas: AP, PA

+ Agenda do Concurso

12/08/2011 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas