Tudo Sobre

Empregos Órgãos federais

Eletronuclear, EPE e Aneel preparam concursos

Oportunidades serão efetivas e para cadastro reserva (CR). Editais devem ser lançados em breve. Fundação Cesgranrio organizará as seleções da Eletronuclear e da EPE.



Redação
Publicado em 08/02/2010, às 10h15

Três órgãos já preparam os editais de seus próximos processos seletivos. Estamos falando da Eletrobrás Termonuclear (Eletronuclear), da Empresa de Pesquisa Energética (EPE) e da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Esta última já foi autorizada a preencher 186 oportunidades para profissionais de níveis médio e superior. A Eletronuclear, por sua vez, informou que a seleção será para cadastro reserva (CR) e a EPE ainda não definiu o número de vagas de sua nova seleção. Confira as informações sobre cada concurso previsto:

Aneel – Recentemente, a Aneel, vinculada ao Ministério de Minas e Energia (MME), foi autorizada pelo Planejamento a promover concurso para 186 ofertas. Deste número, 47 vagas serão para o cargo de técnico administrativo (nível médio), 63 para a carreira de analista administrativo (nível superior) e 76 para especialista em regulação de serviços públicos de energia (nível superior). O prazo para a publicação do edital se esgota no mês de julho.

Em 2006, a agência ofertou 355 vagas, em dois concursos. Foram disponibilizadas 80 chances para analista, 130 para técnico e 145 para especialista. Os salários correspondiam a R$ 1.539 (técnico), R$ 3.197 (analista) e R$ 4.737 (especialista).

Os candidatos passaram por provas de conhecimentos gerais e específicos. A Escola de Administração Fazendária (Esaf) foi a organizadora das seleções e a taxa de participação variou de R$ 38 a R$ 100.

Eletronuclear – No fim de 2009, o Diário Oficial da União trouxe o extrato de dispensa de licitação do contrato entre a Eletronuclear e a  Fundação Cesgranrio. Segundo a assessoria de imprensa do órgão, o edital já está sendo elaborado e deve ser publicado em breve.

No extrato, consta que a empresa formará apenas cadastro reserva (CR). De acordo com a assessoria, este novo concurso atenderá à demanda gerada pela implantação da usina de Angra 3, já que as últimas seleções não atenderam totalmente às expectativas da empresa. Entretanto, a assessoria informou que será respeitada a ordem de classificação dos aprovados nos processos realizados em 2008 e que ainda estão em validade. 

A relação de cargos que serão oferecidos neste concurso ainda não está finalizada. Até o momento, o que se sabe é que haverá vagas para profissionais de níveis médio/técnico e superior.

Em dezembro de 2008, a empresa também promoveu seleção para formar cadastro reserva em atividades de níveis médio/técnico e superior.

Quem possuía o ensino superior completo pôde concorrer às oportunidades para as áreas de administração, direito, análise de sistemas, engenharia em diversas especialidades, economia, medicina, entre outras.

As chances de nível médio eram para os cargos de auxiliar de administração, bombeiro, desenhista, operador de nuclear, técnico em enfermagem etc.

De acordo com o edital, os aprovados deveriam atuar nas cidades do Rio de Janeiro (RJ) e Angra dos Reis (RJ) e os salários variavam de R$ 1.374,63 a R$ 4.257,57.

O processo seletivo ficou sob a responsabilidade da Fesp. Os inscritos enfrentaram prova objetiva (português, inglês e conhecimentos específicos), avaliação psicológica e exame médico.

EPE – A EPE também já contratou a Fundação Cesgranrio para organizar seu novo concurso. O extrato de dispensa de licitação foi publicado, no início de janeiro, no Diário Oficial da União.

Ainda não foi divulgado o número de ofertas que a seleção oferecerá. De acordo com a assessoria de imprensa do órgão, o quadro de vagas e a relação de cargos serão divulgados em breve.

A expectativa é que o processo seletivo seja lançado ainda no primeiro semestre deste ano.

O último concurso da EPE foi lançado em dezembro de 2008. Na ocasião, a empresa ofereceu chances de cadastro reserva (CR) para a função de assistente administrativo, cujos requisitos eram ter ensino médio completo e conhecimentos em informática. O salário correspondia a R$ 1.750.

A seleção contou com avaliação objetiva das disciplinas de português, inglês, matemática e informática. Os aprovados trabalhariam na cidade do Rio de Janeiro (RJ), onde se localiza o escritório central do órgão.

Já em 2007, a empresa promoveu outro concurso para formação de cadastro reserva, mas para cargos de níveis médio e superior em diversas áreas de atuação. Havia chances para os setores administrativo, jurídico, contábil, de recursos humanos, de tecnologia da informação, de análises ambientais, entre outros. As remunerações chegavam a R$ 2.889.

Os dois processos seletivos também foram organizados pela Fundação Cesgranrio, que cobrou taxas de participação de R$ 30 (nível médio) e R$ 65 (nível superior).

Talita Fusco/SP

Veja também:

CEF: banco lançará novos concursos em breve

SMF/SP: definida a organizadora de novo concurso

 

+ Resumo Empregos Órgãos federais

Órgãos federais
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Não definido
Escolaridade: Não definido
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão

+ Agenda

08/02/2011 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas