Emater e Adapar terão concursos para 1.246 vagas

Serão 700 ofertas para o Emater e 546 para a Adapar, distribuídas entre as carreiras de engenheiro, assistente social, economista doméstico, médico veterinário, zootecnista e técnicos em agropecuária, manejo e meio ambiente

Renan Abbade
Publicado em 08/04/2013, às 15h10

O governador do Estado do Paraná, Beto Richa, autorizou, no dia 21 de março, a realização de concursos públicos para preencher um total de 1.246 oportunidades no Instituto Paranaense de Assistência Técnica (Emater) e na Agência de Defesa Agropecuária (Adapar). Os dois órgãos estão vinculados à Secretaria da Agricultura e Abastecimento e compõem o Sistema Estadual de Agricultura (Seagri).
Para o Emater, serão 700 ofertas, distribuídas entre as carreiras de engenheiro (agrônomo, alimento, florestal e pesca), técnico em agropecuária, assistente social, economista doméstico, médico veterinário e zootecnista. Além dos aprovados no processo seletivo, o Quadro Próprio do Poder Executivo (QPPE) deverá fornecer mais 300 funcionários que darão o suporte na área administrativa. O instituto pretende reabrir 39 escritórios e ampliar o atendimento das 167 unidades que atualmente contam com apenas um técnico.
As outras 546 vagas serão para a Adapar e contemplarão os cargos de médico veterinário, engenheiro agrônomo e técnicos em manejo e meio ambiente. Cerca de 570 postos de trabalho já são ocupados por profissionais remanescentes do antigo Departamento de Fiscalização e Defesa Agropecuária (Defis), outro órgão da secretaria.
Segundo a assessoria de imprensa da secretaria, os editais estão previstos para serem divulgados ainda neste mês. No total, as duas estruturas contarão com 1.546 novos servidores.
A última grande seleção para o Emater aconteceu em 1991. Já para a Adapar, este será o primeiro certame desde que a agência foi criada em 20 de dezembro de 2011.

Comentários

Mais Lidas