Tudo Sobre

Concurso Educação

Governador Alckmin anuncia 13.255 vagas temporárias

As oportunidade serão distribuídas em todo o Estado de São Paulo. A contratação será pelo período de 12 meses e os salários vão de R$ 628,13 a 654,86



Redação
Publicado em 02/06/2011, às 10h47

O governador Geraldo Alckmin autorizou a Secretaria de Estado da Educação (SEE) a contratar temporariamente 4.486 agentes de serviços escolares e 8.769 de organização escolar em todo Estado de São Paulo.

A seleção dos candidatos será feita de forma descentralizada em cada uma das 91 Diretorias de Ensino. Os contratos terão duração máxima de 12 meses.  Segundo nota publicada pela SEE, o objetivo é substituir servidores efetivos que estejam designados para exercer outras funções no Estado, afastados por licença-saúde ou aposentados. A medida também pretende atender a demanda criada por novas unidades escolares ou ampliação das já existentes.

Cada Diretoria publicará o respectivo edital no Diário Oficial do Estado, no qual constará toda a orientação aos interessados como, por exemplo, período de inscrições e valor da taxa de participação.

O agente de organização escolar tem jornada de 40h semanais salário inicial é de R$ 654,86. Este profissional é responsável por dar suporte às ações da secretaria na escola e atender à comunidade escolar, como orientar estudantes quanto às normas de conduta previstas no regimento escolar, por exemplo. Os candidatos deverão ter nível fundamental completo.

A carreira de agente de serviço escolar temporário tem jornada integral e oferece salário de R$ 628,13. Para concorrer o candidato deve ter concluído, no mínimo, a antiga 4ª série do ensino fundamental. O agente de serviço realiza tarefas de limpeza, manutenção e conservação da escola, além do controle e preparo da merenda escolar. Não há perspectiva de concurso público para preenchimento de vagas efetivas para este cargo uma vez que o governo do Estado analisa a possibilidade de terceirizar o serviço por meio de licitação pública.

Saiba mais - O Governo do Estado de São Paulo prometeu encaminhar em breve à Assembleia Legislativa (Alesp) o projeto de lei que prevê a criação de 10.000 postos de agente de organização escolar e 5.260 oportunidades para a função de gerente escolar em todo o Estado.

Os candidatos a agente escolar deverão ter ensino fundamental completo. O vencimento inicial do cargo é de R$ 654,86. O agente de organização é responsável por atividades de suporte às ações da secretaria da escola. Já a carreira de gerente escolar é uma função nova a ser incluída na estrutura da pasta, se aprovada pelos deputados estaduais, e não será preenchida por meio de concurso. O salário inicial ainda não foi divulgado pela Secretaria de Estado da Educação (SEE).

De acordo com a pasta, os recursos necessários para a política salarial da rede de ensino previstos no projeto também já estão previstos no orçamento do Estado para a Educação de 2011 e serão inseridos no Plano Plurianual para o quadriênio 2012-2015, já em fase de elaboração.

Aline Viana

Veja também:

São Paulo/ Mais de 13,2 mil vagas previstas no Estado

Educação (SP)/ Veja as instruções para o concurso de 1.448 vagas

Níveis médio e superior/ Senado Federal aprova cargos para os TRTs de SP e MA

+ Resumo do Concurso Educação

Educação
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Educação
Escolaridade: Ensino Fundamental
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão
Estados com Vagas: SP

+ Agenda do Concurso

01/06/2012 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas