Tudo Sobre

Empregos Ministérios

Ministérios preparam seleções para 234 ofertas

MinC e Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome elaboram editais para processos seletivos com o objetivo de contratar servidores em caráter temporário. Haverá vagas para os níveis médio e superior com vencimentos até R$ 8 mil



Redação
Publicado em 01/08/2012, às 11h23

O governo federal articula alguns concursos para os quadros de servidores de seus principais ministérios. Como, por exemplo, para o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) e para o Ministério da Fazenda. No entanto, alguns ministérios apresentam necessidades pontuais e o MPOG autorizou a realização de processos seletivos simplificados para contratação temporária de servidores em dois deles.

No Ministério da Cultura (MinC), é necessário zerar o estoque de prestação de contas dos projetos culturais beneficiados por recursos captados com base na Lei Rouanet, de 23 de dezembro de 1991.

O Tribunal de Contas da União (TCU) está cobrando do MinC as análises pormenorizadas desses projetos e, com a finalidade de cumprir com esse compromisso constitucional, as vagas temporárias serão abertas. Serão 114 oportunidades.

De acordo com a assessoria de imprensa do MinC, profissionais com nível médio, que desempenharão atividades que demandam formação técnica específica, receberão R$ 1.700 a título de remuneração mensal.

Para nível superior, o quadro de vencimentos é mais diversificado. Trabalhadores que exercerão atividade de suporte receberão R$ 3.800, enquanto que aqueles que desempenhem funções de complexidade intelectual receberão R$ 6.130. O MinC pagará R$ 8.300 aos servidores de nível superior que desempenharão atividades técnicas de complexidade gerencial. Mas será exigido destes, em contrapartida, experiência no setor público superior a cinco anos.

A seleção será constituída por prova escrita e, para alguns cargos, análise curricular.

O objetivo inicial do MinC era divulgar o edital até o fim do mês de julho, mas os tramites burocráticos se alongaram e essa meta não será cumprida. Não foi passada à reportagem nenhuma outra previsão para a divulgação do edital de abertura.

Só nível superior

Há duas semanas, o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome obteve do MPOG, autorização para contratar 120 profissionais.

Os contratos vigorarão pelo período de um ano e podem ser prorrogados por até cinco anos. São os mesmos termos disponibilizados ao MinC.

A justificativa para o novo processo seletivo é atender às necessidades excepcionais do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome relativas à implementação do Plano Brasil sem Miséria, à estruturação da Secretaria Extraordinária para Superação da Extrema Pobreza (SESEP), a liquidar o estoque de prestação de contas de convênios, entre outras atividades de maior premência.

Psicologia, tecnologia da informação, direito, engenharia, serviço social e economia são as especialidades mais pretendidas, mas haverá vagas para graduados em qualquer área.

Reinaldo Matheus Glioche/SP

+ Resumo Empregos Ministérios

Ministérios
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Administrativa
Escolaridade: Ensino Médio, Ensino Superior
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão
Estados com Vagas: AC, AL, AM, AP, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PB, PE, PI, PR, RJ, RN, RO, RR, RS, SC, SE, SP, TO

+ Agenda

01/08/2013 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas