Tudo Sobre

Empregos Ministério da Saúde

Ministério da Saúde: liberado concurso para 265 vagas

As oportunidades são apenas para carreiras de nível superior, com salário inicial a partir de R$ 3,7 mil



Redação
Publicado em 17/12/2012, às 11h44

Neste fim de ano, o governo federal está liberando uma série de concursos há muito aguardados pelos concursandos de todo país. A autorização hoje concedida ao Ministério da Saúde, pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, para a realização de concurso público para 265 oportunidades é um exemplo. 

Estão previstas 224 vagas de administrador, 16 de analista técnico administrativo, três de bibliotecário, sete de contador, nove de economista e seis de engenheiro.  Segundo a última edição da tabela de remuneração dos servidores federais, a carreira de analista técnico administrativo tem remuneração a partir de R$ 3.714,22; as carreiras de administrador, bibliotecário e contador têm salário inicial de R$ 3.715,02; enquanto economista e engenheiro têm salário inicial a partir de R$ 4.834,22.

De acordo com a portaria 613/2012, o edital deverá ser publicado em um período de até seis meses. A contratação dos futuros aprovados dependerá de uma nova autorização do Ministério do Planejamento. 

Edital para 2500 vagas já tem organizadora - Com a definição do Cespe/UnB como organizadora, o Ministério da Saúde corre para publicar o quanto antes o edital de seu próximo concurso com 2.500 oportunidades para 17 Estados. O atraso na publicação do edital, inicialmente previsto para outubro, se deve à alteração no quadro de vagas previstas. 

Ao fim de setembro, o Ministério do Planejamento publicou uma portaria de retificação do quadro de oportunidades. As carreiras de nível médio continuam com a maior parte das vagas, porém, caiu de 1.370 para 1.249 as oportunidades para auxiliar de enfermagem, técnico de laboratório caiu de 60 para 16 oportunidades e a carreira de agente de saúde pública não será mais contemplada. O salário inicial para este grupo é de R$ 2.322,02. 

Também houve mudanças no quadro de postos para as carreiras de nível superior: enfermeiro saltou de 540 vagas para 623, médico foi de 125 para 210, odontólogo subiu de 165 para 219, assistente social passou de 45 para 47, administrador continua com 30 vagas e nutricionista caiu de 35 para 29. As novidade são as carreiras de farmacêutico com 54 vagas e terapeuta ocupacional com uma vaga. A remuneração inicial para as carreiras de nível superior é de R$ 3.714,22. 

Os servidores do ministério recebem como benefícios auxílio-transporte, auxílio-alimentação, auxílio-pré-escolar, planos de saúde, entre outros. 

Os aprovados irão reforçar o quadro de servidores responsáveis pelos setores de saúde indígena, saneamento básico e ambiental. A distribuição das vagas se dará em 15 distritos sanitários especiais indígenas (DSEIs): Litoral Sul (compreende a área litorânea dos estados de SP, SC, PR e RS), Interior Sul (região de fronteira dos estados de SP, SC, PR e RS), Minas Gerais e Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Alagoas e Sergipe, Bahia, Ceará, Pernambuco, as cidades mato-grossenses de Cuiabá, Xingu, Xavante e Kaiapó, além da região do Araguaia (GO, MT e TO). 

Aline Viana

Matéria atualizada às 10h45 de 18/12/2012

+ Resumo Empregos Ministério da Saúde

Ministério da Saúde
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Não definido
Escolaridade: Ensino Médio, Ensino Técnico, Ensino Superior
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão
Estados com Vagas: AC, AL, AM, AP, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PB, PE, PI, PR, RJ, RN, RO, RR, RS, SC, SE, SP, TO

+ Agenda

17/12/2013 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas