Tudo Sobre

Empregos Ministérios

Ministérios somam 5.811 oportunidades para 2013

3.324 já confirmadas serão abertas no primeiro semestre do ano. MTE ainda aguarda autorização para abrir concurso



Redação
Publicado em 03/01/2013, às 14h47

Alguns dos principais concursos de 2013 serão para provimento de vagas nos ministérios que compõem o governo da presidente Dilma Rousseff. Juntas as pastas do Trabalho, Fazenda, Saúde, Cidades, Planejamento e Justiçam somam 5.811 oportunidades. Todas com concursos para serem realizados em 2013. Exceção feita ao Ministério do Trabalho, as seleções já foram autorizadas e devem ter editais publicados ainda no primeiro semestre do ano.

Saúde

Estão previstos dois concursos para o órgão. O primeiro edital de 2.500 oportunidades admitirá profissionais para as áreas de saúde indígena, saneamento básico e ambiental.

Candidatos com nível médio poderão inscrever-se para as 1.249 vagas para auxiliar de enfermagem ou as 16 de agente de saúde pública – ambos os cargos oferecem remuneração de R$ 2.322,02. Para nível superior há 623 vagas de enfermeiro, 210 de médico, 219 de odontólogo, 54 de farmacêutico, 47 de assistente social, 30 de administrador, 29 de nutricionista e uma de terapeuta ocupacional. A remuneração inicial para as carreiras de nível superior é de R$ 3.714,22.

As vagas serão distribuídas entre 15 distritos sanitários especiais indígenas (DSEIs): Litoral Sul (compreende a área litorânea dos estados de SP, SC, PR e RS), Interior Sul (região de fronteira dos estados de SP, SC, PR e RS), Minas Gerais e Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Alagoas e Sergipe, Bahia, Ceará, Pernambuco, as cidades mato-grossenses de Cuiabá, Xingu, Xavante e Kaiapó, além da região do Araguaia (GO, MT e TO).

O ministério deverá lançar até 17 de junho o edital para 224 vagas de administrador, 16 de analista técnico administrativo, três de bibliotecário, sete de contador, nove de economista e seis de engenheiro.  Os salários para esses cargos oscilam entre R$ R$ 3.714,22 e R$ 4.834,22.

Fazenda

Um salário inicial de R$ 12.960,77 é o prêmio para quem for aprovado em uma das 255 vagas do próximo concurso de analista de finanças e controle já autorizado para o Ministério da Fazenda. O edital deverá ser publicado até 21 de maio, com organização da Esaf (Escola da Administração Fazendária). 

Para concorrer ao cargo, os candidatos devem ter nível superior em qualquer área do conhecimento.

Planejamento

O concurso para 51 vagas de analista de tecnologia da informação para os quadros do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) deve ter seu edital publicado até o dia 25 de abril, segundo a portaria de autorização do concurso. Podem concorrer candidatos com formação de nível superior em qualquer área do conhecimento. De acordo com a última edição da tabela de remuneração dos servidores federais, o salário inicial da carreira é de R$ 3.714,22.

Cidades

Outro edital previsto para o 1º semestre é o do concurso para 130 oportunidades do Ministério das Cidades, cuja data limite é 5 de maio. Haverá oferta de vagas de níveis médio e superior para Brasília (DF).

A maioria dos cargos (80) será para duas carreiras de nível médio: agente administrativo (78) e técnico de contabilidade (2). O salário inicial para ambos os cargos é de R$ 2.322,22.

O concurso oferecerá também oito vagas de economista e duas de estatístico, com salário inicial de R$ 4.834,22. Outras 35 vagas estão previstas para a carreira de analista técnico administrativo, duas de contador, duas de arquivista e duas de técnico de comunicação social – todas com remuneração a partir de R$ 3.714,22.

Justiça

Já as 110 vagas para o Ministério da Justiça devem ser abertas até meados de junho. As ofertas serão para analista técnico-administrativo (95), administrador (10), contador (1) e economista (4). Todas as oportunidades contemplam profissionais com formação superior. As remunerações praticadas no âmbito do ministério para cargos de nível superior oscilam entre R$ 3.529,42 e R$ 5.519,64.

Trabalho

Aguardam aval do MPOG os pedidos do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) para a abertura de 1.858 vagas administrativas e 629 vagas de auditor fiscal do trabalho.

Para a área administrativa, o órgão faz mistério quanto aos cargos, porém, a perspectiva é que a maioria das vagas seja para agente administrativo, a exemplo da seleção de 2008 que contou com 1.648 oportunidades para a carreira. Os salários para a área administrativa do órgão variam de R$ 2.514,42 a R$ 4.146.22.

O MTE aguarda desde 2011 a autorização para abrir concurso para 629 vagas de auditor fiscal do trabalho, carreira para a qual podem ingressar candidatos com formação de nível superior em qualquer área do conhecimento.

Vale destacar que o sindicato da categoria mantém o pleito de concurso para 1.200 oportunidades, de modo a sanar o déficit de servidores causado por aposentadorias e exonerações. O salário inicial é de R$ 13.600, podendo alcançar até R$ 19.451 no topo da carreira.

Aline Viana/SP

Reinaldo Matheus Glioche/SP

+ Resumo Empregos Ministérios

Ministérios
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Administrativa, Saúde, Operacional
Escolaridade: Ensino Fundamental, Ensino Médio, Ensino Superior
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão
Estados com Vagas: AC, AL, AM, AP, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PB, PE, PI, PR, RJ, RN, RO, RR, RS, SC, SE, SP, TO

+ Agenda

03/01/2014 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas