Tudo Sobre

Empregos Temporários

MPOG autoriza 1.891 vagas em onze órgãos

Todas as oportunidades serão para candidatos de nível superior completo.



Redação
Publicado em 29/05/2008, às 13h28

Boa notícia para o funcionalismo público federal! O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) autorizou, na última semana, que onze Ministérios realizem processos seletivos para preencher 1.891 vagas temporárias. De acordo com a portaria de autorização, as contratações devem começar a acontecer a partir deste mês e os candidatos deverão ser avaliados através de prova escrita e outros critérios que serão estabelecidos nos editais das seleções.

As ofertas serão para nível superior e foram distribuídas entre os seguintes Ministérios: Justiça, Turismo, Saúde, Desenvolvimento Agrário, Planejamento, Comunicações, Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Integração Nacional, Transportes, Meio Ambiente e Cultura.

Para o Ministério da Justiça foram autorizadas 160 vagas, sendo 100 para a administração direta e 60 para a Fundação Nacional do Índio (Funai). As administrações diretas dos Ministérios do Turismo, Desenvolvimento Agrário, Comunicações e Desenvolvimento Social e Combate à Fome serão contempladas com 100, 86, 40 e 110 ofertas, respectivamente.

No Ministério do Planejamento, as oportunidades serão para a Secretaria de Patrimônio da União (213), que faz parte da administração direta do órgão, e para a Escola Nacional de Administração Pública (5), a Enap.

Ao Ministério da Integração Nacional, serão ofertadas 83 vagas, sendo 68 para administração direta e 15 para o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) e, ao dos Tranportes, 200 para o Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (Dnit).

O Ministério do Meio Ambiente terá 200 oportunidades para a administração direta, no entanto, destas, 100 serão para o Serviço Florestal Brasileiro. Ao Ministério da Cultura, foram autorizadas 40 vagas para o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

As 654 vagas temporárias restantes serão destinadas ao Ministério da Saúde, sendo que, 154 serão reservadas à Fundação Nacional da Saúde (Funasa), 320 para a administração direta, 105 para Hospitais Gerais e Institutos do Rio de Janeiro e 75 para Institutos e Centros de Pesquisas.

Funasa

Segundo informações divulgadas no site do Ministério do Planejamento (MPOG), recentemente, das 154 ofertas para a Funasa, 130 serão para Engenheiros e, as demais, aos cargos de Auditor, Biólogo, Bioquímico, entre outros. A contratação será por dois anos, prorrogáveis por mais dois. A expectativa do órgão é que, em 30 dias, o edital de licitação para a contratação da empresa que será responsável pela seleção fique pronto.

A Fundação também aguarda, para este mês, autorização do Planejamento para abrir concurso com a oferta de 451 vagas para seu quadro de efetivos. Serão 237 oportunidades de nível intermediário e 214 de nível superior, das quais 70 serão para engenheiros. De acordo com o MPOG, os engenheiros irão reforçar as ações do programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Funasa, que desenvolverá ações de saneamento em todo o país. “A autorização para realização desses concursos, pelo Ministério do Planejamento, é um reconhecimento efetivo do acerto da Funasa, na condução e execução das ações do PAC/Saneamento proposto pelo presidente Lula. Isso possibilitará atender melhor aquela parcela da sociedade que é a mais necessitada das intervenções de saneamento ambiental promovidas pela Fundação Nacional de Saúde.”

Juliana Pronunciati/SP


Veja também:
Autorizados: Concursos oferecerão mais de 7 mil vagas

+ Resumo Empregos Temporários

Temporários
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Não definido
Escolaridade: Não definido
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão

+ Agenda

29/05/2009 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas