Polícia Civil abrirá concurso para escrivão

Atualmente há 73 cargos vagos, mas o número de ofertas pode subir até a publicação do edital

Redação
Publicado em 22/02/2012, às 09h31

A Polícia Civil do Distrito Federal recebeu autorização para realizar concurso para a carreira de escrivão de polícia, carreira que requer nível superior em qualquer área e oferece salário inicial de R$ 7.514,33. O edital deverá sair ainda neste primeiro semestre, segundo informações da assessoria de imprensa do órgão.

Na autorização, o governador em exercício, Tadeu Filippelli, deixou em aberto o número de vagas a ser oferecido. No texto da autorização consta que o quantitativo fica limitado “ao número de vagas existentes no Quadro à época da divulgação do edital do referido concurso, destinando-se mais 200% desse número para cadastro reserva”. Segundo Aparício Xavier Martins Fontes, diretor da divisão de gerência de concursos, atualmente há 73 postos vagos para a função, mas este número pode subir em razão de aposentadorias, por exemplo.

Para concorrer, além da formação de nível superior, o concursando deverá possuir habilitação para dirigir veículos da categoria “B” (carro) ou superior, estarem dia com suas obrigações eleitorais, estar em pleno gozo de seus direitos políticos, possuir certificado de reservista para os candidatos do sexo masculino, ter procedimento irrepreensível e moral inatacável e ter idade mínima de 18 anos, quando da posse.

Concurso anterior – O último edital para realizado pela corporação este posto foi em 2007 e contou com 63 oportunidades imediatas e 57 previstas como formação de cadastro reserva. O salário inicial foi de R$ 6.594,30 para jornada de 40 horas semanais. A Fundação Universa foi a organizadora.

Os candidatos foram avaliados em duas etapas. Na primeira, a avaliação foi composta de prova objetiva de conhecimentos gerais e específicos; prova discursiva; exames biométricos e avaliação médica; teste de capacidade física; prova prática de digitação; prova de títulos (apenas classificatória); sindicância da vida pregressa e investigação social; e avaliação psicológica. Na segunda fase, os candidatos aprovados participaram de curso de formação na Academia de Polícia.

Aline Viana

Veja também:

Corte/ Governo garante concursos para PF, PRF e Receita

Agência Nacional de Águas/ Planejamento autoriza concurso para 45 ofertas

Comentários

Mais Lidas