Tudo Sobre

Concurso Prefeitura

SMS/SP reitera concursos para médicos em 2013

Vagas se concentrarão nas carreiras médicas e salários para jornadas de 20h semanais correspondem a R$ 4.203,13



Reinaldo Matheus Glioche
Publicado em 06/09/2013, às 14h46

Haverá um concurso de grande proporção para a área da saúde no município de São Paulo, como já vinha sendo noticiado desde abril pelo JC&E, mas ele não será exatamente como prometia ser. O que seria um concurso para todos os cargos, em todas as escolaridades, nas áreas administrativa e operacional da saúde paulistana se configurou, como adiantado na edição 1706 do JC&E, em dois editais para contratação de médicos. Serão 1.450 vagas para a Autarquia Hospitalar Municipal e 1.000 ofertas para a Rede de Atenção Básica.

A primeira vez que esse concurso de “grande proporção” nas palavras do secretário municipal da saúde José de Filippi Júnior foi aventado foi em abril, durante evento na Câmara Municipal.

O JC&E pôs-se, então, a peneirar informações em relação ao concurso. Averiguou-se que o concurso estava devidamente autorizado pelo prefeito Fernando Haddad (PT) e o edital deveria ser publicado em algum momento entre junho e setembro deste ano.

Essa era a expectativa da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) em abril que, segundo informado à reportagem, realizava naquele momento levantamento interno para apurar quais os cargos deveriam constar do edital, o número de vagas necessário para cada um deles e a distribuição pelas diferentes unidades básicas de saúde do município.

Ainda em abril, a SMS autorizou a realização de processo seletivo simplificado para a contratação de até 2.915 agentes públicos para as unidades da Autarquia Hospitalar Municipal. Consultada pela reportagem, a SMS informou que se tratava de contratações temporárias e excepcionais para preenchimento até que os efetivos, ou seja, aqueles provenientes de concurso público, assumissem.

Em junho, Filippi Júnior se reunia assiduamente com o Conselho Municipal de Saúde, composto por coordenadores, superintendentes e pela chefe de gabinete Cida Perez para, entre outras coisas, elaborar um novo plano de carreiras para o servidores da saúde municipal de São Paulo.

Segundo o secretário, o concurso só aconteceria depois de aprovado este plano de carreira que ainda deveria ser submetido à apreciação da Câmara Municipal.

Mudança de rota

No início de agosto, porém, a prefeitura iniciou processo seletivo simplificado, com base em análise curricular, para a contratação temporária de 1.286 vagas para médicos por meio das Organizações Sociais de Saúde (OSS), modelo de parceria adotado pela administração com entidades sem fins lucrativos para a gestão de unidades de saúde. Não obstante, segue contratando, via processo seletivo simplificado, para cargos de níveis médio e fundamental, tais como técnico em enfermagem.

Procurada, mais uma vez, pela reportagem do JC&E, a SMS não respondeu formalmente aos questionamentos a respeito da mudança de rumo na seleção para profissionais na área da saúde, mas confirmou a expectativa de abrir, ainda em 2013, os referidos concursos para os cargos médicos.

De acordo com a prefeitura, essas seleções terão validade de um ano e remuneração inicial de R$ 4.203,13 para jornadas de 20h semanais.

A SMS argumenta, ainda, que não há nenhuma articulação para a abertura de um concurso que contemple outros cargos e que não há nenhum outro edital sendo preparado que não esses dois noticiados em primeira mão pelo JC&E.

+ Resumo do Concurso Prefeitura

Prefeitura
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Administrativa, Saúde
Escolaridade: Ensino Médio, Ensino Superior
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão
Estados com Vagas: SP

+ Agenda do Concurso

06/09/2014 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas