Tudo Sobre

Concurso TRT

Tribunal já planeja seleção para 2011

Expectativa é que sejam oferecidas aproximadamente cem vagas para técnico e analista, em diversas áreas. Órgão quer escolher organizadora ainda este ano.



Redação
Publicado em 10/11/2010, às 15h54

Autorizado a promover novo concurso desde o fim de setembro, o Tribunal Regional do Trabalho da 23ª região (TRT/23ª), que abrange o Estado do Mato Grosso, já se movimenta para lançar o edital da seleção. A comissão que acompanhará os processos de abertura e realização do concurso já está constituída e a empresa organizadora deverá ser definida em breve. “A organizadora deve ser escolhida ainda este ano”, afirmou Ércio Lins, diretor-geral do órgão. Lins também confirmou que o TRT pretende publicar o edital e iniciar o período de inscrições por volta de junho de 2011.

De acordo com o diretor, o número de vagas que o processo seletivo disponibilizará ainda não está fechado, mas a previsão é que sejam oferecidas aproximadamente cem oportunidades para as carreiras de analista judiciário (nível superior) e técnico judiciário (nível médio). Lins relatou também que, do total de vagas previsto, existirá um equilíbrio entre os cargos, sendo abertas metade das chances para técnico e a outra metade para analista.

As especialidades ainda não estão definidas, mas, segundo o diretor, a maioria das chances será para técnico judiciário sem especialidade, que exige apenas o ensino médio sem formação técnica, e para analista da área judiciária, que pede o bacharelado em direito. Além das vagas efetivas, haverá ainda ofertas para formação de cadastro reserva (CR). Os salários, já incluídos os benefícios, correspondem, atualmente, a R$ 4.642,96 e R$ 7.201,39.

Em vigor – A última seleção promovida pelo tribunal foi lançada em 2007 e ainda está em vigência. “A validade termina no dia 31 de julho do ano que vem. Até lá, os cargos vagos serão ocupados pelos aprovados neste concurso”, explica o diretor. O processo seletivo ficou sob a responsabilidade da Fundação Carlos Chagas e ofereceu cinco vagas imediatas e chances para cadastro reserva.

Para analista, houve oportunidade nas áreas judiciária e de execução de mandados (nível superior em direito), administrativa (graduação em qualquer curso), análise de sistemas, engenharia civil, engenharia elétrica, contabilidade, medicina do trabalho, odontologia, psicologia, biblioteconomia, fisioterapia e enfermagem. O salário, de acordo com o edital, era de R$ 4.736,61.

Para técnico, as chances abrangiam a área administrativa, que não exigia especialização, e os setores de operação de computador, programação de sistemas, telecomunicações e eletricidade, enfermagem e higiene dental. A remuneração correspondia a R$ 2.855,13. Por fim, foram oferecidas vagas para auxiliar judiciário, que pedia ensino fundamental e tinha vencimento no valor de R$ 1.599,96.

As inscrições custaram R$ 63,40 (nível superior), R$ 51,40 (nível médio) e R$ 31,40 (nível fundamental). Os candidatos enfrentaram exame objetivo com questões de conhecimentos gerais e específicos. A prova ocorreu na capital, Cuiabá. Segundo o TRT, 26.650 pessoas se inscreveram no concurso e os cargo que mais contaram com candidatos foram os de auxiliar (8.292 inscritos) e técnico da área administrativa (7.260 inscritos).

Talita Fusco/SP

Veja também:

SME/SP: PL que cria vagas de professor avança na Câmara

Previc: concurso será aberto muito em breve

+ Resumo do Concurso TRT

TRT
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Não definido
Escolaridade: Ensino Médio, Ensino Superior
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão
Estados com Vagas: MT

+ Agenda do Concurso

10/11/2011 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas