Renovar o cotidiano para aprimorar a vida

Temos um determinado tempo para conquistar algumas coisas que desejamos. E como nem sempre as pessoas lembram-se disso, desperdiçam tempo e oportunidades.

Redação
Publicado em 26/02/2014, às 12h34

Luiza Ricotta

A renovação é um processo pessoal interessante. E isso acontece, muitas vezes, até sem percebermos, mas dando conta disso quando sentimos aquele desejo de transformar o que está a nossa volta. Também ocorre quando queremos empregar uma dinâmica diferente porque de algum modo já nos modificamos e precisamos de algo concreto para demarcar isso.

Basta vivermos uma situação diferente daquelas pelas quais estamos acostumados para identificar que estamos diante de uma oportunidade nova. Já temos uma conduta frequente, mas nunca um momento é igual ao outro.

Renovar é recriar, reinventar o cotidiano aperfeiçoando, inclusive, o que você já conquistou, mas que não precisa ser desprezado, e sim mantido por ter significado e representar a pessoa que você se tornou ao longo da sua história.

Manter a qualidade demanda esforços e muitas pessoas temem as mudanças como expressão da perda de tudo o que construíram. Algumas pessoas pioram no decorrer da vida,perdem oportunidades, e é inacreditável que isso aconteça.

Temos um determinado tempo para conquistar algumas coisas que desejamos. E como nem sempre as pessoas lembram-se disso, desperdiçam tempo e oportunidades, não ser enovando, não se atualizando. Acomodam-se, vivem em um marasmo, em uma permanência constante que determina seu estado de comodismo.  Adotam essa postura como se isso fosse o melhor para a sua vida. Vivem equivocadas, pensando que deste modo irão manter,e não perder. Manutenção sem renovação não é aperfeiçoamento, mas uma maneira de viver a estagnação.

Observamos a dificuldade que temos em mudar o que está posto. Somos incentivados a manter oque conquistamos, mas mesmo assim a renovação é necessária. Essa recriação de tudo o que está certo e que funciona é a ideia. Amadureça isso, reflita sobre renovação e junte forças para não perder o que deseja manter.

                               

Luiza Ricotta é psicóloga e professora em cursos de pós-graduação e preparatórios para concursos. Também é autora de livros, entre eles “Concurso Público: como enfrentar esse desafio”,SP: Rideel. É precursora da preparação emocional em concursos e tem seu curso na plataforma www.jcconcursos.com.br para assinantes VIP. E-mail: profluizaricotta@hotmail.com.Twitter: @luizaricotta. Facebook: Luiza Ricotta Consultoria Em Performance.

Comentários

Mais Lidas