Maioria dos concursos de oficial do TJ de SP expirou

É certo que o órgão costuma demorar para abrir concurso para oficial de justiça, mas é bom ficar atento

Redação
Publicado em 27/12/2012, às 11h31

Paulo de Freitas

No início de dezembro foi realizada a primeira fase do concurso (prova objetiva) para o cargo de escrevente técnico judiciário do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Segundo informações da Fundação Vunesp, responsável pela organização do certame, se inscreveram 233.434 candidatos em todo o Estado. Para a Região Metropolitana – capital e Grande São Paulo – foram computadas 103.624 inscrições.  Os aprovados nas provas objetivas estarão habilitados para a prova prática (digitação) que só ocorrerá no início do próximo ano.

O concurso foi aberto para preenchimento de 1.035 vagas. São 300 na capital e o restante na Grande São Paulo, interior e litoral. A concorrência em todo o Estado de São Paulo é de 225 candidatos para cada vaga disponível. Na capital, foram computadas 77.706 inscrições. Dividindo pelo número de vagas ofertadas (300), cada posto de trabalho estará sendo disputado por 260 candidatos. Embora a concorrência na capital tenha caído um pouco em relação ao último concurso, realizado em 2010 (na época, foram 330 candidatos por vaga), a disputa ainda é muito acirrada.

Para os que conseguirem aprovação neste concurso, vão começar 2013 com um bom emprego e um ótimo salário. Infelizmente, milhares de candidatos terão de esperar uma próxima oportunidade. A boa notícia, é que ela não deve demorar muito. Estive navegando pela página eletrônica do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo e verifiquei que a maioria dos concursos para o cargo de oficial de justiça está com o prazo de validade vencido.

Na verdade, das 57 circunscrições judiciárias (56 na Grande São Paulo, interior e litoral e a da capital), apenas seis não tiveram o prazo vencido. Continuam em andamento os concursos das circunscrições de Pirassununga, Rio Claro, Batatais, Guaratinguetá, Caraguatatuba, Jales e São Paulo (capital). No entanto, em abril do próximo ano todos os concursos para oficial de justiça terá seu prazo de validade expirado. Na capital, por exemplo, a validade do último concurso vence em meados de fevereiro.

Isso significa que o Tribunal de Justiça será obrigado a abrir um novo certame. É certo que o Tribunal costuma demorar para abrir concurso para oficial de justiça, mas é bom ficar atento porque pode ser uma ótima oportunidade para os que não conseguirem aprovação para escrevente. Afinal, o conteúdo programático é muito parecido e quem se preparou para escrevente, estará mais apto para brigar por uma vaga de oficial.

Paulo de Freitas é jornalista e funcionário público. Tem mais de 14 anos de experiência na área de concursos públicos. E-mail: paulokassaco@ig.com.br.

Comentários

Mais Lidas