Remuneração em concursos é superior à média salarial

Mesmo com o aumento no salário médio do brasileiro, investir em concurso público continua sendo uma ótima opção

Redação
Publicado em 07/12/2012, às 17h36

Paulo de Freitas

Pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e divulgada recentemente aponta que o salário médio do brasileiro subiu 8,3 % em dois anos. Segundo o levantamento, a média salarial era de R$ 1.242,00 em setembro de 2009. Em setembro de 2011 essa média subiu para R$ 1.345. É bom lembrar que esse valor é nominal, ou seja, não foi considerada a inflação do período. Se fosse levando em conta apenas a inflação do período, sem nenhum aumento real, o salário médio do trabalhador deveria ser de R$ 1.395.

Ainda segundo o levantamento do IBGE, a maior alta salarial no período estudado aconteceu na Região Nordeste, onde cresceu 10,7%. Na Região Sul foi onde se registrou a variação mais baixa, com apenas 4% de aumento. Foi divulgado ainda que o salário médio mais alto é pago na Região Centro-Oeste, onde chega a R$ 1.624.Já no Nordeste, apesar de apresentar um crescimento maior no período considerado, o salário médio é o mais baixo do País, com média de R$ 910.

Analisando os números acima, cheguei à conclusão de que a média salarial do brasileiro é um pouco superior a dois salários mínimos pago atualmente, que é de R$ 622.Segundo previsão do Governo Federal, para 2013, o salário mínimo deverá ter reajuste de 7,9%. Caso a informação se confirme, o valor subirá para 670,00. Ou seja, a média salarial do brasileiro ainda ficará no patamar de dois mínimos.

Não tive tempo de fazer um levantamento do salário médio dos concursos que estão com inscrições abertas em todo o País, mas deu para perceber que os vencimentos pagos pela maioria dos órgãos que estão promovendo concursos é muito superior à média salarial do brasileiro apontada na pesquisa do IBGE. Apenas para explicar, separei cinco exemplos de concursos que oferecem salários muito superiores que a média brasileira. Todos os exemplos são de cargos que exigem apenas o ensino médio ou técnico.

O primeiro é o de escrevente técnico judiciário do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. O salário inicial oferecido neste certame é de R$ 3.355,36. Com os benefícios (auxílio-saúde, alimentação e transporte), os vencimentos podem ultrapassar a casa dos R$ 4 mil, quase o triplo do salário médio do brasileiro. Na Área Federal, também estão abertas inscrições para três concursos para ensino médio e técnico que pagam salários muito superiores ao apontado pelo levantamento do IBGE. A Polícia Rodoviária Federal, por exemplo, oferece vencimentos de R$ 2.364,47. A Dataprev e ANAC proporcionam salários de R|$ 2.592 e R$4.760,18, respectivamente. Na Companhia de Processamento de Dados do Estado do Rio Grande do Sul, os vencimentos para escriturário não são tão atraentes como os citados anteriormente, mas ficam acima da média nacional. Neste caso,paga-se R$ 1.562,58 para os iniciantes no cargo.

Minha intenção em passar essa informação é mostrar ao leitor o quanto é interessante investir em concurso público. Com disse anteriormente, não deu tempo de fazer um levantamento da média salarial de todos os concursos que estão com inscrições abertas. No entanto, deu para perceber claramente que investir em concurso público continua sendo uma ótima opção. Não tenha dúvida disso.

Paulo de Freitas éjornalista e funcionário público. Tem mais de 14 anos de experiência na área deconcursos públicos. E-mail: paulokassaco@ig.com.br.

Comentários

Mais Lidas