Concordância do verbo “ser”

Artigo da professora Sandra Ceraldi Carrasco.

Redação
Publicado em 11/04/2013, às 15h42

O verbo ser apresenta diversos sentidos na Língua Portuguesa e daí a sua dificuldade de aprendizado, pois ora pode ser pessoal e ora impessoal. Quando for pessoal, a preferência da concordância é com o predicativo, entretanto se impessoal concordará com os numerais, por isso é importante entendermos algumas situações que podem comprometer a sua prova. Vamos a elas:

1. Sujeito é representado por “tudo, isto, isso, aquilo”, a concordância do verbo “ser” normalmente se efetiva com o predicativo. Veja:

Tudo (sujeito) são (VL) alegrias. (PS)

Isso (sujeito) são (VL) verdades. (PS)

Aquilo (sujeito) eram (VL) bobagens de criança. (PS)

2. Sujeito constituído por pronome pessoal ou nome de pessoa, a concordância se dará com a pessoa gramatical, não importando sua posição (sujeito ou predicativo).

A esperança (sujeito) somos (VL) nós (PS).

Nós (sujeito) somos (VL)a esperança (PS).

Ana (sujeito) era (VL) as alegrias da casa (PS).

As alegrias da casa (sujeito) era (VL) Ana (PS).

3. Nas referências ao dia do mês, o verbo “ser” admite duas construções:
Hoje é dia seis de abril. (concordância ideológica/verbo impessoal)

Hoje são seis de abril. (concordância com o numeral/ verbo impessoal)

4. Nas expressões indicativas de quantidade (medida, peso, preço, valor) o verbo “ser” se torna invariável.

Cem metros é muito.

Quarenta quilos é bastante.

Mil reais é suficente.

5. Nos casos relacionados à indicação de tempo, o verbo “ser” concorda com a expressão numérica mais próxima. Veja:
São três horas agora.

Já é uma hora.

6. Quando o sujeito for pronome interrogativo “que” ou “quem”, a concordância se efetivará com o predicativo. Veja:

Que (sujeito) são (VL) esses papéis (PS)?

Quem (sujeito) são (VL) aquelas crianças (PS)?

ANALISE AS ORAÇÕES ABAIXO E FAÇA O TESTE:

- Tua vida [é / são] essas ilusões.

- Essas vaidades [é / são] o seu segredo.

- Isto [é / são] questões muito confidenciais.

- Nessa classe o chefe [é / sou] eu.

- Cem mil cruzeiros [é / são] muito.

- Tudo [são / é] casos de nossa infância.

- O problema aqui [são / é] os mosquitos.

- A sua meta [era / eram] os grandes centros.

- Aquilo [era / eram] restos do jantar.

- Apressa-te, pois já [e / são] seis horas.

Respostas: São, é, são, sou, é, são, são, eram, eram, são

Até a próxima!

Professora Sandra Ceraldi Carrasco, consultora e especialista em língua portuguesa, autora de livros e periódicos na área. Há mais de 20 anos ministra cursos e palestras, com índice recorde de aprovação. Seu mais recente trabalho aborda de forma prática o Acordo Ortográfico. Atualmente é coordenadora do curso preparatório IPA. Contato: professora.sandracarrasco@uol.com.br.


Comentários

Mais Lidas