Investigador de Polícia

A carreira é privativa de Polícia Judiciária, cuja atribuição é a de realizar a investigação policial, atividade-fim das Polícias Judiciárias

Redação
Publicado em 21/11/2012, às 11h37

Sandra Ceraldi Carrasco

A professora Sandra Ceraldi Carrasco estreou na Área Vip do Jornal dos Concursos e Empregos, recentemente, orientando todos os candidatos dos mais variados concursos com videoaulas de Língua Portuguesa e Interpretação de Textos. Confira mais essa novidade de nossa equipe para você e sucesso no preenchimento de sua vaga pretendida. Acompanhe as dicas da especialista no que diz respeito ao concurso de investigador de polícia.

O investigador de polícia pratica atos de polícia repressiva e ostensiva especializada. A carreira é privativa de Polícia Judiciária, cuja atribuição é a de realizar a investigação policial, atividade-fim das Polícias Judiciárias. A principal finalidade do investigador de polícia é eminentemente investigar, ou seja, levantar provas, trazendo-as para os autos do Inquérito Policial, além de proceder a ações e pesquisas investigativas, para o estabelecimento das causas, circunstâncias e autoria das infrações penais e administrativas (por exemplo: campanhas, interceptações telefônicas); efetuar diligências policiais, dar cumprimento a mandados de prisão e de busca e apreensão; participar na gestão de dados, informações e conhecimentos pertinentes à atividade investigativa e na execução de prisões; executar as ações necessárias para a segurança das investigações policiais; diligenciar para o cumprimento de atos interlocutórios e expedir, mediante requerimento e despacho da autoridade policial, certidões e traslados; executar a busca pessoal; coletar dados objetivos e subjetivos pertinentes aos vestígios encontrados em bens, objetos e em locais de cometimento de infrações penais para os fins de apuração de infrações penais.

Quanto aos questionamentos de Língua Portuguesa os candidatos deverão estudar os tópicos exigidos no edital que são: Leitura e interpretação de diversos tipos de textos (literários e não literários); Sinônimos e antônimos; Sentido próprio e figurado das palavras; Pontuação; Classes de palavras: substantivo, adjetivo, numeral, pronome, verbo, advérbio, preposição e conjunção: emprego e sentido que imprimem às relações que estabelecem; Concordância verbal e nominal; Regência verbal e nominal; Colocação pronominal e Crase.

Como professora estreante de videoaulas da Área VIP do Jornal dos Concursos e Empregos, indico meu material para estudo, que é de fácil assimilação, além de estar de acordo com a nova ortografia... Uma dica a todos os candidatos é estudar bastante e introduzir a leitura nesse contexto, pois as questões elaboradas pela Fundação Vunesp são retiradas de recortes de textos variados sobre todos os conhecimentos.

Bons Estudos!

Professora Sandra Ceraldi Carrasco, consultora e especialista em língua portuguesa, autora de livros e periódicos na área. Há mais de 20 anos ministra cursos e palestras, com índice recorde de aprovação. Seu mais recente trabalho aborda de forma prática o Acordo Ortográfico. Atualmente é coordenadora do curso preparatório IPA. Contato: professora.sandracarrasco@uol.com.br.

Comentários

Mais Lidas