Tudo Sobre

Concurso INSS - Técnico, Analista e Perito

Sim, existe vida após o INSS

Acho que é um bom momento para analisar as lições que tiramos nestes meses, de preparação para a prova do INSS



Redação
Publicado em 25/05/2016, às 09h29

Nos últimos meses, o principal foco daqueles que estudam para concursos públicos, e daqueles que ministram aulas em cursos preparatórios, tanto presenciais quanto online, foi o concurso do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), que acabou de acontecer. E a pergunta que muitos têm feito é o que fazer agora, após a prova do INSS.
Antes de falar de perspectivas para o futuro, acho que é um bom momento para analisar as lições que tiramos nestes meses, de preparação para a prova do INSS, e aquilo que vivenciei ministrando aulas e dando orientações para milhares de alunos.
Tivemos basicamente dois perfis de alunos que se prepararam para esta prova: aqueles que entendem que o estudo para concursos é um processo contínuo, que uma prova não é o fim e sim um meio para dar passos rumo à aprovação e o cargo público, que entendem que não se deve estudar para passar e sim estuda até passar, e que uma eventual não aprovação representa um passo neste processo; já um outro grupo de alunos tinha esta prova como o foco único de seus estudos, o momento determinante para seu sucesso ou fracasso total na busca por um cargo público.
Logo que se encerrou a prova do INSS, os relatos dos alunos deixavam clara a diferença entre os dois perfis, pois aqueles que entenderam o INSS como um processo, tiveram resultados melhores e encaram a prova de forma mais tranquila, já aqueles que tinham foco exclusivo no INSS, tendo feito uma prova sobre enorme pressão e expectativa, tiveram, via de regra, resultados piores.
É evidente que todos se prepararam e foram para a prova buscando a aprovação, mas a conclusão disso é que uma eventual não aprovação em uma prova como a do INSS representa ficar mais calejado, ter mais experiência para as próximas avaliações. Foram mais de um milhão de candidatos, e são 800 vagas no edital, a ampla maioria não irá tomar posse e iniciar exercício, mas aqueles que se utilizarem deste processo, desta experiência, e aprenderem com seus erros, estes vão ter clara vantagem para os próximos concursos.
Para muitos, este processo de preparação e prova para o INSS foi a entrada no mundo dos concursos, aprendendo a estudar, fazer questões de provas anteriores, mapas mentais, revisão de véspera, como fazer a prova, resolver questões, controlar o tempo de prova etc. E este aprendizado é fundamental na busca pelo cargo público.
Sei que muitos têm sofrido críticas de parentes e amigos, sei que muitos dedos estão sendo apontados para suas caras com frases como “não disse que não daria”, “você perdeu tempo”, entre outras besteiras, e francamente, sobre isso me aproprio de uma frase do grande pai do rock and roll Johnny Cash: “mantenha-se de pé, encare seus problemas e não desespere quando estiver sozinho”.
Após esta necessária análise sobre o processo do INSS, um dos concursos mais concorridos da história do país, precisamos caminhar e olhar para a frente, e existem algumas boas perspectivas no horizonte, concursos com bons planos de carreiras em diversas áreas, que pontuo abaixo:
Tribunais – Existe grande expectativa para o próximo concurso do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) de São Paulo, que tem um dos cargos para nível médio mais vantajosos do serviço público, e tem uma demanda necessária para contratação de novos servidores crescente. A expectativa de publicação do edital é para o segundo semestre deste ano. Fora o TRE, existe expectativa para TRTs (Tribunais Regionais do Trabalho), como o da 15ª Região, que anuncia a necessidade de novo concurso para técnico e analista.
Policiais – O concurso para a PRF (Polícia Rodoviária Federal) e para escrivão da Polícia Federal (PF) são os mais esperados para quem tem foco nesta área. Fora este concurso, estão saindo do forno editais para a Policia Militar de vários Estados.
Bancárias – É grande a espera para os próximos editais tanto do Banco do Brasil quanto da Caixa Econômica Federal, e os cargos de escrivão e técnico bancário, respectivamente, são tradicionalmente de grande procura, e os previstos para este ano trazem a demanda de milhares de vagas. O Bacen (Banco Central), que também tem a necessidade de concurso tanto para cargos de nível médio quanto para nível superior, deve ter edital para o início do próximo ano.
Fiscais – Já se faz necessário e urgente o concurso para auditor e analista da Receita Federal do Brasil desde o ano passado, e o edital para estes concursos, tão esperado por muitos que focam esta área, é uma realidade para o final deste ano ou primeiro semestre do próximo. Também existe expectativa para o próximo concurso do Tribunal de Contas do Município de São Paulo (TCM/SP).
Bem, como vimos existe, e muita, vida para além do INSS, muito concurso previsto e oportunidades para diversas áreas. Para aqueles bem colocados no INSS, deixo meus parabéns e que tenham sucesso no cargo público, para aqueles que não foram bem classificados (ainda em uma fase de gabarito preliminar), ergam a cabeça, estejam com os olhos cerrados, utilizem o aprendizado que tiveram neste processo e continuem focados e resilientes na busca pelo tão sonhado cargo público.
Luiz Rezende, professor do AlfaCon Presencial São Paulo.

+ Resumo do Concurso INSS - Técnico, Analista e Perito

INSS
Vagas: 8230
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Técnico, Analista, Perito
Áreas de Atuação: Administrativa
Escolaridade: Ensino Médio, Ensino Técnico, Ensino Superior
Faixa de salário: De R$ 5344,00 Até R$ 7900,00
Estados com Vagas: AC, AL, AM, AP, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PB, PE, PI, PR, RJ, RN, RO, RR, RS, SC, SE, SP, TO

Comentários

Mais Lidas