MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Concurso AFT: presidente do TST reforça necessidade de nova seleção

Concurso AFT (Auditor Fiscal do Trabalho) do Ministério do Trabalho é destinado a quem possui nível superior. Inicial de R$ 21 mil

Concurso AFT: presidente do TST reforça necessidade de nova seleção
Concurso AFT: mnistério do trabalho e emprego: google Maps
Fernando Cezar Alves

Fernando Cezar Alves

fernando@jcconcursos.com.br

Publicado em 28/02/2023, às 14h11 - Atualizado às 15h51

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

A necessidade de realização do novo concurso AFT (auditor fiscal do trabalho), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) foi reforçada, na última segunda-feira, 27 de fevereiro, pelo presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Lélio Bentes, durante entrevista ao Instituto Conhecimento Liberta (ICL). "São quase 1.600 cargos que não estão preenchidos porque não foram realizados concursos públicos para repor servidores que se aposentaram", disse. Novas informações devem ser divulgadas em breve.

Vale lembrar que, no último dia 24,  a seleção foi discutida entre representantes do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho (Sinait) e o secretário executivo do MTE, Francisco Macena da Silva. "Tudo está sendo encaminhado para que ocorra o quanto antes a autorização para a realização do concurso", disse, na ocasião.   

Recentemente, o ministro do trabalho Luiz Marinho reforçou a grande necessidade de pessoal, tendo em vista que aproximadamente 40% do quadro de pessoal está desocupado, o que represeta nada menos do que 1.452 vagas em aberto, quantitativo um pouco menos do que o indicado pelo presidente do TST.

O último pedido de concurso AFT foi para o preenchimento de nada menos do que 1.524 vagas para a carreira, que exige formação de nível superior em qualquer área de formação, com remuneração inicial de R$ 21.029,09.

Concurso AFT: saiba como foi a última seleção

O último concurso AFT ocorreu em 2013, quando foram oferecidas 100 vagas para o cargo. A banca organizadora, na ocasião, foi o Cespe/UnB, atual Cebraspe. A seleção foi composta de duas provas objetivas, duas provas discursivas e análise de vida pregressa.

A primeira prova objetiva foi composta de 100 questões, da seguinte forma:

  • língua portuguesa - 26 questões
  • raciocínio lógico - 15 questões
  • direitos humanos - 22 questões
  • administração geral e pública - 22 questões
  • noções de informática - 15 questões

A segunta teve 120 questões, da seguinte forma:

  • direito constitucional - 7 questões
  • direito administrativo - 7 questões
  • auditoria - 10 questões
  • economia do trabalho - 12 questões
  • direito do trabalho - 27 questões
  • seguridade social - 7 questões
  • legislação previdenciária - 11 questões
  • segurança e saúde do trabalho - 21 questões
  • legislação do trabalho - 3 questões
  • contabilidade geral - 15 questões.

A primeira prova dissertativa contou com três questões sobre direitos humanos ou economia do trabalho ou direito constitucional ou direito administrativo e texto de até 30 linhas sobre algum dos mesmos tópicos

Por fim, a segunda prova dissertativa contou com três questões sobre gestão de projetos ou direito do trabalho ou segurança e saúde do trabalho, além de parecer técnico de até 60 linhas sobre segurança e saúde do trabalho

Siga o JC Concursos no Google News

+ Resumo do Concurso AFT 2023

MTE - Ministério do Trabalho e Emprego
Vagas: 900
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Auditor Fiscal
Áreas de Atuação: Fiscal
Escolaridade: Ensino Superior
Faixa de salário: De R$ 21029,00

+ Agenda do Concurso

19/01/2024 Abertura das inscrições Adicionar no Google Agenda
09/02/2024 Encerramento das inscrições Adicionar no Google Agenda
05/05/2024 Prova Adicionar no Google Agenda
concursosconcursos federaisconcursos 2024provas anteriores

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.