Tudo Sobre

Concurso Ministério

Câmara pede esclarecimentos sobre concurso

Audiência pública será realizada amanhã (20) para esclarecer alguns pontos do concurso que visa preencher 150 vagas de especialista em políticas públicas e gestão governamental



Carolina Pera
Publicado em 19/11/2013, às 12h03

Será realizada nesta quarta-feira (20) audiência pública realizada pela Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados, para esclarecimentos a respeito do concurso público que visa preencher 150 postos de especialista em políticas públicas e gestão governamental.

A audiência solicitada pelo deputado Roberto Santiago (PSD-SP) contará com a presença da convidada Miriam Belchior, que ocupa o cargo de ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão.

Além da prova objetiva, o processo seletivo conta com prova discursiva, avaliação de títulos e análise de experiência profissional. Para Roberto Santiago, em nota divulgada no site da Câmara dos Deputados, o concurso concede vantagem aos candidatos que tenham exercido cargo comissionado (cargos de confiança – DAS) no Poder Executivo. “Desta forma, o servidor comissionado há dez anos já inicia o processo seletivo com 200 pontos de vantagem, sendo que a pontuação máxima do concurso é de 660 pontos”. Afirma ele.

O deputado contesta também as provas que serão aplicadas. “O piso para eliminação deixou de ser por disciplina, como sempre foi e passou a ser pelo conjunto de provas. Será eliminado quem não conseguir um mínimo de 30% no todo do conjunto de provas, o que tornou o processo ainda menos apurado, possibilitando a entrada no quadro de profissionais que não possuem uma formação mais acentuada”.

Saiba mais – O concurso segue em andamento e contou com 9.824 inscritos, segundo dados divulgados pela Escola de Administração Fazendária (ESAF), organizadora do processo seletivo. As provas ocorreram no dia 11 de agosto em São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Porto Alegre (RS), Recife (PE) e Salvador (BA).

Para concorrer ao cargo é necessário possuir diploma de nível superior em qualquer área de formação. Aprovados receberão salário de R$ 13.608,81

Atribuições – São funções do especialista do MPOG: exercício de atividades de gestão governamental nos aspectos técnicos relativos à formulação, implementação e avaliação de políticas públicas, bem assim de direção e assessoramento em escalões superiores da administração pública federal direta, autárquica e fundacional, em graus variados de complexidade, responsabilidade e autonomia.

Com informações da Agência Câmara de Notícias.

+ Resumo do Concurso Ministério

Ministério
Vagas: 150
Taxa de inscrição: R$ 190
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Administrativa
Escolaridade: Ensino Superior
Faixa de salário: Até R$ 13608,81
Organizadora: Esaf
Estados com Vagas: DF

+ Agenda do Concurso

19/11/2014 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas