Tudo Sobre

Concurso Bacen (Banco Central)

Concurso Bacen: veja como está a previsão do edital para 2020

Está em análise no Ministério da Economia o pedido do concurso Bacen para a abertura de oportunidades distribuídas entre três carreiras



Redação | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 13/12/2019, às 15h49 - Atualizado às 16h44

Concurso Bacen (Banco Central): edifício-sede em Brasília
Divulgação

concurso Bacen (Banco Central do Brasil, também conhecido BC ou BCB) é um dos mais aguardados para ser realizado em 2020. Enquanto não conquista autonomia, o órgão continua dependendo do Ministério da Economia para que possa contratar novos servidores.

Está em análise na Economia um pedido que prevê o preenchimento de 260 vagas distribuídas entre três carreiras da seguinte maneira: 200 para analista, 30 para procurador e 30 para técnico. 

Cargos do concurso Bacen

Os postos de analista e procurador aceitam candidatos com formação superior em diversas áreas de atuação - neste caso, os vencimentos correspondem a R$ 16.286,90 e a R$ 17.788,33, respectivamente.

Já a posição de técnico destina-se aos profissonais que possuem apenas ensino médio completo. O salário inicial oferecido para ocupa a posição é bastante atrativo: R$ 6.463,44 por mês.

Vale ressaltar que as remunerações já incluem o valor do benefício-alimentação, que equivale a R$ 458 mensais.

Concurso Bacen: último edital

Em 2013, o concurso Banco Central promoveu seleção com 500 vagas destinadas aos cargos de técnico e analista. Na ocasião, a banca organizadora foi o Cespe/UnB e a remuneração inicial oscilou entre R$ 5.158,23 e R$ 14.289,24.

A carreira de técnico apresentou 100 oportunidades e estava dividida entre as áreas de suporte técnico-administrativo e segurança institucional. A exigência era de ensino médio completo.

Destinado a profissionais de nível superior, o cargo de analista (400) estava distribuído em seis áreas de conhecimentos: análise e desenvolvimento de sistemas, suporte à infraestrutura de tecnologia da informação, política econômica e monetária, contabilidade e finanças, infraestrutura e logística, e gestão e análise processual.

O processo seletivo do concurso Bacen (Banco Central) constou de prova objetiva, teste discursivo e análise de títulos – este último apenas para analista. Depois, houve um programa de capacitação aos candidatos aprovados.

Todos os profissionais contratados pelo concurso foram lotados em Brasília (DF), Belém (PA), São Paulo (SP), Salvador (BA) e Porto Alegre (RS).

Concurso Bacen: aula de análise sintática

+ Acompanhe no JC Concursos todas as novidades sobre este certame na página do concurso Bacen.

Sobre Bacen - Banco Central

Criado pela lei 4.595, de 31 de dezembro de 1964, o Banco Central do Brasil (Bacen) é uma autarquia federal, vinculada ao Ministério da Fazenda, que tem por missão assegurar a estabilidade do poder de compra da moeda e um sistema financeiro sólido e eficiente. Entre as suas atividades principais destacam-se: a condução das políticas monetária, cambial, de crédito, e de relações financeiras com o exterior; a regulação e a supervisão do Sistema Financeiro Nacional (SFN); e a administração do sistema de pagamentos e do meio circulante. O Banco Central atua também como Secretaria-Executiva do Conselho Monetário Nacional (CMN) e torna públicas as resoluções do CMN. A sede do Bacen fica em Brasília e as unidades do banco estão localizadas nos municípios de São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Belém (PA), Fortaleza (CE), Recife (PE) e Salvador (BA).

+ Resumo do Concurso Bacen (Banco Central)

Bacen - Banco Central
Vagas: 230
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Analista, Procurador
Áreas de Atuação: Administrativa, Operacional
Escolaridade: Ensino Superior
Faixa de salário: De R$ 6463,44 Até R$ 17788,33
Estados com Vagas: AC, AL, AM, AP, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PB, PE, PI, PR, RJ, RN, RO, RR, RS, SC, SE, SP, TO

concursosconcursos publicosconcursos 2020

Comentários

Mais Lidas