Até junho

Concurso CAU RS reúne cargos com salários de até R$ 8,5 mil

Oferta do concurso do CAU/RS (Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio Grande do Sul) é para formação de cadastro reserva de empregos de níveis médio, técnico e superior

Patricia Lavezzo
Publicado em 13/05/2019, às 11h18

None
Divulgação

Já estão abertas as inscrições do concurso do CAU/RS (Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio Grande do Sul). A seleção visa à formação de cadastro reserva de cargos de níveis médio, técnico e superior. A atuação ocorrerá nos escritórios regionais do Conselho, nas cidades de Santa Maria, Pelotas, Passo Fundo e Caxias do Sul, ou na sede, em Porto Alegre.

Candidatos que têm o ensino médio completo podem disputar os empregos de assistente de atendimento e fiscalização e técnico em informática, cujos respectivos salários são de R$ 2.589,06 e R$ 2.373,13. O último posto ainda exige curso técnico na área.

Quem tem nível superior está apto à carreira de analista superior nas áreas de arquiteto e urbanista, administrador, assessor jurídico, contador, analista financeiro, jornalista, infraestrutura de TIC e desenvolvimento de TIC. As remunerações variam de R$ 3.350,30 a R$ 8.590,73.

• APOSTILA ASSISTENTE DE ATENDIMENTO E FISCALIZAÇÃO
• CURSO DIVERSOS CARGOS

De acordo com o edital do concurso do CAU/RS, os servidores ainda receberão os seguintes benefícios: auxílio-alimentação, vale-transporte e plano de saúde.

Etapas do concurso do CAU RS

A Fundação La Salle é a responsável pela organização e execução do certame. As inscrições serão recebidas até o dia 5 de junho de 2019, exclusivamente pela internet, através do site www.fundacaolasalle.org.br/concurso. As taxas custam R$ 65 (níveis médio e técnico) e R$ 130 (superior).

O concurso do CAU/RS consistirá de provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório, para todos os empregos públicos; e provas dissertativas, eliminatórias e classificatórias, apenas para os postos de nível escolar superior.

Para níveis médio e técnico, a prova objetiva será composta por 50 questões, sendo 20 de conhecimentos específicos, 20 de língua portuguesa, cinco de informática e cinco de raciocínio lógico. Enquanto que formação superior contará com 60 questões, sendo 30 de conhecimentos específicos, 20 de língua portuguesa, cinco de informática e cinco de raciocínio lógico.

Já a prova dissertativa consistirá na redação de texto dissertativo sobre tema específico contido no conteúdo programático. Ela deverá ser baseada no padrão formal escrito da variante brasileira, ocupando no mínimo 20 e no máximo 30 linhas.

As provas objetiva e dissertativa serão aplicadas, prioritariamente, no município de Porto Alegre/RS, podendo ocorrer em outras cidades da região metropolitana, na data prevista de 14 de julho de 2019.

Mais Lidas