MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES
Notícia em primeiro lugar

Concurso Iprem SP: Câmara aprova a criação de novo cargo de analista

Concurso Iprem SP (Instituto de Previdência Municipal de São Paulo) está em planejamento para oportunidades de assistentes e analistas

Concurso Iprem SP:  Câmara aprova a criação de novo cargo de analista
Concurso Iprem SP: sede da prefeitura de São Paulo: Divulgação
Fernando Cezar Alves

Fernando Cezar Alves

fernando@jcconcursos.com.br

Publicado em 05/09/2023, às 09h40

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O primeiro concurso Iprem SP (Instituto de Previdência Municipal de São Paulo) para o cargo de analista de previdência está em pauta para ocorrer em breve. Um passo importante ocorreu em 16 de agosto, com aprovação, na sessão extraordinária da casa, do projeto de lei 447/23, do prefeito Ricardo Nunes, que cria a carreira, de acordo com a ata da sessão, publicada no diário oficial desta terça-feira, 5 de setembro. Com isso, agora a proposta deve passar pela segunda votação, para que o texto possa seguir para eventual sanção do prefeito. Após este procedimento poderão ser iniciados os procedimentos para a realização do certame.

Vale lembrar que, além do concurso inédito para analista de previdência, o Iprem SP também se programa para a contratação de pessoal para outros cargos.      

No caso de analista do Iprem, o projeto de lei cria 70 vagas para a carreira, para preenchimento por meio de concurso público. Para concorrer ao cargo é necessário possuir formação de nível superior. A remuneração dos servidores será feita por meio de subsídios, com remuneração inicial de R$ 9 mil, para jornada de trabalho de 40 horas semanais, podendo chegar a R$ 16.839,83 no final da carreira. 

Para concorrer será necessário possuir formação nas seguintes áreas:

  • Administração,
  • Ciências Jurídicas,
  • Estatística,
  • Ciências Atuariais,
  • Ciências Contábeis
  • Economia

De acordo com a proposta, a carreira contará com quatro níveis (I, II,  III e IV), com cinco categorias nos dois primeiros, quatro no terceiro e três no quarto.

Desta forma, a evolução salarial é a seguinte:

Nível I 

  • 1 - R$ 9.000
  • 2 - R$ 9.540
  • 3 - R$ 9.826,20
  • 4 - R$ 10.120,99
  • 5 - R$ 10.424,62

Nível II

  • 1 - R$ 11.050,09
  • 2 - R$ 11.381,60
  • 3 - R$ 11.779,95
  • 4 - R$ 12.192,25
  • 5 - R$ 12.618,98

Nível III 

  • 1 - R$ 13.376,12
  • 2 - R$ 13.844,28
  • 3 - R$ 14.328,83 
  • 4 - R$ 14.830,34

Nível IV  

  • 1 - R$ 15.720,16
  • 2 - R$ 16.270,37
  • 3 - R$ 16.839,83

De acordo com o projeto de lei que cria o cargo, além das provas objetivas, a seleção poderá contar com um curso de formação profissional  

Concurso Iprem SP: veja atribuições do cargo

  • I - Instruir, analisar, revisar, cadastrar, acompanhar e manifestar-se tecnicamente nos processos de concessão, pagamento, manutenção, revisão e extinção de benefícios previdenciários;
  • II - Realizar o cálculo e implementar o benefício em folha de pagamento, bem como relatar eventuais distorções que possam ocorrer no cálculo ou em virtude de alteração legislativa, propiciando a manutenção regular do benefício;
  • III - Planejar, implantar, avaliar, atender, orientar e capacitar sobre as ações voltadas ao atendimento, orientação e informação aos segurados ativos, aposentados e pensionistas do Regime Próprio de Previdência Social – RPPS zelando pela manutenção e atualização do banco de dados e do cadastro previdenciários;
  • IV - Propor, implantar, executar e avaliar políticas  públicas, projetos, planos, pesquisas e ações voltadas ao aprimoramento da gestão previdenciária municipal e da sustentabilidade financeira e atuarial do Regime Próprio de Previdência Social – RPPS, emitindo notas e pareceres técnicos e propondo o aperfeiçoamento de
    normas complementares;
  • V – Realizar o gerenciamento dos ativos e passivos previdenciários, de forma a manter uma compatibilidade entre ambos, analisando riscos e formulando planos de mitigação, incluindo a elaboração, acompanhamento e revisão da política anual de investimentos, com a elaboração de relatórios e demonstrativos da alocação,
    gestão dos riscos e desempenho da carteira, sempre considerando a análise econômica do mercado e seus indicadores, em seus aspectos conjunturais e de
    estrutura;
  • VI – Gerar relatórios gerenciais e operacionais, mantendo sempre atualizado o cadastro de imóveis do Fundo Previdenciário, realizando inventário e reavaliação
    anual;
  • VII - Proceder aos cálculos necessários ao planejamento da previdência dos servidores municipais; com o cálculo de reservas que o órgão deve manter para garantir o pagamento dos benefícios atuais ou compromissos futuros, com análise de riscos, de forma a subsidiar a área técnica de administração dos fundos de
    Previdência;
  • VIII - Realizar ou acompanhar os estudos técnicos e estatísticos para estimar a incidência de doenças, mortes e acidentes de trabalho, bem como calcular a
    probabilidade de eventos;
  • IX - Desenvolver, implantar, executar e avaliar sistemas,  processos e métodos de gestão nas áreas de concessão, manutenção e auditoria de benefícios previdenciário e desenvolver, acompanhar, executar e avaliar a execução do orçamento, bem como a elaboração de sua programação financeira, exercício do controle de suas contas bancárias, administração de seus haveres financeiros e mobiliários, gestão patrimonial, considerando o regime de financiamento pelos fundos previdenciários segregada da unidade gestora, conforme exigido e autorizado pela legislação;
  • X - Formular, implantar, executar e avaliar as atividades especializadas de alta complexidade de planejamento, orçamento, finanças, controles internos, contabilidade, auditoria, gestão e, sob supervisão, as tarefas de natureza acessória e complementar, bem como de acompanhamento e operacionalização dos expedientesrelacionados com o atendimento a determinações judiciais e requisições de Órgãos e Entidades de fiscalização e controle;
  • XI - Atuar de forma integrada com Órgãos e Entidades dos Poderes do Município e demais esferas de governo, em assuntos relacionados ao Regime Próprio de Previdência Social - RPPS, bem como na promoção da transparência e gestão fiscal responsável;
  • XII – Fornecer apoio técnico-jurídico e administrativo às diversas áreas de atuação da autarquia, nos limites definidos pelos órgãos da Procuradoria Geral do Município, por meio da análise e informações de natureza jurídica em processos administrativos referente a acordos, convênios, contratos e suas minutas, licitações, a aplicabilidade da legislação que rege a Administração Pública e a gestão previdenciária, a subsídio à defesa e a prestação de informações aos Tribunal de Contas e Ministério Público;
  • XIII - Verificar o cumprimento de normas constitucionais, leis, decretos, regulamentos, resoluções e outras atos normativos aplicáveis ao campo de atuação da Autarquia;
  • XIV- Realizar a capacitação e o aperfeiçoamento dos servidores que atuam na área previdenciária do IPREM, da Administração Direta e Indireta, do Tribunal de Contas
    do Município de São Paulo – TCMSP e da Câmara Municipal de São Paulo – CMSP;
  • XV - Desenvolver outras atividades afins que lhe forem designadas pelos seus superiores e que estejam de acordo com a sua habilitação profissional.

Outros cargos em pauta

Além do primeiro concurso para analista de previdência, com previsão de 70 vagas, o Iprem SP também conta com outra seleção em pauta, para o preenchimento de mais 58 vagas, para cargos com exigências de ensino médio e nível superior, com iniciais de até R$ 6.106,33.

Das 58 vagas previstas, 25 são para o cargo de assistente administrativo de gestão (AAG), com exigência de ensino médio, e 33 para o cargo de analista de planejamento e desenvolvimento organizacionial (APDO), com necessidade de nível superior. No caso de assistente, a remuneração inicial é de R$ 2.517,50, passando para R$ 2.650 em 2024 e chegando a R$ 5.570,20 no final da carreira. Para apdo, a remuneração, no último concurso, realizado em 2015, foi de R$ 6.106,33.

Concurso Iprem SP: saiba mais sobre o cargo de AAG

O cargo de assistente administrativo de gestão foi criado pela lei 17.721, de 2021, que reestrutura as carreiras de ensino fundamental e médio da prefeitura de São Paulo.

Com a reestruturação, a carreira conta com três níveis:

  • I - Nível I: 10 (dez) Categorias;
  • II - Nível II: 6 (seis) Categorias;
  • III - Nível III: 2 (duas) Categorias

Saiba como foi o último concurso APDO

No concurso Iprem SP, o último certame para analista de planejamento e desenvolvimento organizacional da prefeitura ocorreu em 2015, quando foram oferecidas 178 vagas, sendo 95 para analista de informações, cultura e desporto - biblioteconomia, 73 para apdo na área de ciências contábeis e 10 para apdo na área de ciências econômicas. A banca organizadora, na ocasião, foi a Fundação Vunesp.

Para os dois cargos de APDO, a prova objetiva contou com 80 questões. No caso de contabilidade, a distribuição foi a seguinte:

  • conhecimentos gerais - 40
  • conhecimentos específicos - 40

As questões de conhecimentos gerais foram distribuídas da seguinte forma:

  • língua portuguesa - 15
  • raciocínio lógico - 5
  • administração pública - 20

Para a área de ciências econômicas;

  • conhecimentos gerais - 40
  • conhecimentos específicos - 40

Na área de conhecimentos gerais, a distribuição foi a seguinte:

  • língua portuguesa - 10
  • raciocínio lógico - 10
  • administração pública - 12
  • realidades municipais - 8
Siga o JC Concursos no Google News

+ Resumo do Concurso Iprem SP 2023

Iprem SP - Instituto de Previdência Municipal de São Paulo
Vagas: 30
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Analista de Planejamento
Áreas de Atuação: Administrativa
Escolaridade: Ensino Superior
Faixa de salário: Até R$ 9540,00
Estados com Vagas: SP
Cidades: São Paulo - SP

concursosconcursos 2024concursos sp (são paulo)provas anteriores

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.