Dois editais

Prefeitura de Fortaleza CE abre concurso com 133 vagas

Concurso da Prefeitura de Fortaleza preencherá postos em sete cargos de nível superior na área da saúde. Inscrições começam em 22 de agosto

Samuel Peressin
Publicado em 31/07/2018, às 13h26

A Prefeitura de Fortaleza, capital do Ceará, publicou dois editais para novas contratações na área da saúde. No total, o concurso preencherá 133 vagas em sete cargos de nível superior, além de formar cadastro reserva.

Há ofertas para assistente social (21 postos e salário-base de R$ 1.229,24), enfermeiro (15 - R$ 2.458,50), psicólogo (37 - R$ 1.878,66), terapeuta ocupacional (15 - R$ 1.229,24), médico clínico (7 - R$ 2.824,03), médico neurologista pediátrico (2 - R$ 2.824,03) e médico psiquiatra (36 - R$ 2.824,03).

As inscrições serão recebidas entre 22 de agosto e 18 de setembro, mediante a realização de cadastro no endereço: https://concursos.fortaleza.ce.gov.br/. A taxa custa R$ 150, exceto para médicos, cujo valor corresponde a R$ 210.

Etapas do concurso da Prefeitura de Fortaleza 2018

O processo seletivo compreenderá duas fases: prova objetiva, em 14 e 21 de outubro, e análise de títulos e experiência profissional, com entrega dos documentos entre 12 e 14 de novembro. 

O concurso da Prefeitura de Fortaleza terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do governo municipal, de acordo com os editais.

Concurso Prefeitura Fortaleza: atribuições do assistente social

Subsidiar a elaboração e viabilização de políticas sociais da instituição com a participação da comunidade; Executar programas de trabalhos comunitários; Elaborar projetos específicos nas áreas de Serviço Social, de caso ou de grupos; Elaborar projetos de pesquisa visando a` implantação de serviços especializados na área de desenvolvimento comunitário; Promover ações, métodos e sistemas para conhecimento da realidade social do indivíduo; Aconselhar e orientar indivíduos afetados em seu equilíbrio emocional, aplicando técnicas que possibilitem o desenvolvimento de sua capacidade e seu ajustamento ao meio de trabalho e a` sociedade; Promover atividades educativas, recreativas e culturais para permitir o progresso coletivo e a melhoria do comportamento individual; Elaborar, coordenar, executar e avaliar planos, programas e projetos que sejam do âmbito de atuação do serviço social com participação da sociedade civil; Encaminhar providências, e prestar orientação social a indivíduos, grupos e a` população; Orientar indivíduos e grupos de diferentes segmentos sociais no sentido de identificar recursos e de fazer uso dos mesmos no atendimento e na defesa de seus direitos; Planejar, organizar e administrar benefícios e serviços sociais; Planejar, executar e avaliar pesquisas que possam contribuir para a análise da realidade social e para subsidiar ações profissionais; Prestar assessoria e consultoria a órgãos da administração pública direta e indireta, empresas privadas e outras entidades; Prestar assessoria e apoio aos movimentos sociais em matéria relacionada às políticas sociais, no exercício e na defesa dos direitos civis, políticos e sociais da coletividade; Planejamento, organização e administração de Serviços Sociais e da Unidade de Serviço Social; Realizar estudos socioeconômicos com os usuários para fins de benefícios e serviços sociais junto a órgãos da administração pública direta e indireta, empresas privadas e outras entidades; Executar outras tarefas correlatas.

Atribuições do terapeuta ocupacional no concurso da Prefeitura de Fortaleza 2018

Avaliar pacientes quanto as suas capacidades e deficiências, observando suas condições gerais através de exames físicos, neurológicos e psicossociais; Organizar programas ocupacionais, destinados a pacientes com deficiências físicas e mentais, baseando-se nas tendências pessoais, visando propiciar aos pacientes uma terapêutica que possa desenvolver seu interesse por determinadas ocupações; Planejar atividades individuais ou em pequenos grupos, como trabalhos criativos, manuais, de mecanografia, horticultura e outros, estabelecendo as tarefas de acordo com as prescrições médicas, para possibilitar a redução ou cura das deficiências do paciente, desenvolver-lhe as capacidades remanescentes, procurando melhorar o seu estado psicológico; Acompanhar os pacientes na execução das atividades prescritas, visando acelerar a reabilitação dos mesmos; Desenvolver tratamento psicopedagógico e de psicomotricidade, objetivando o crescimento, a sociabilização, atenção concentrada, coordenação e apreensão, diminuindo a ociosidade do paciente; Encaminhar pacientes as oficinas, de acordo com a patologia, quando da inexistência de instrumentais próprios, a fim de agilizar a sua recuperação; Orientar o responsável pelo paciente quanto à necessidade de continuidade do tratamento domiciliar; Acompanhar pacientes, observando a evolução apresentada no decorrer do tratamento, fazendo as devidas anotações nos respectivos prontuários; Executar outras tarefas correlatas.
 

Mais Lidas