Tudo Sobre

Concurso PRF

Concurso PRF: "Tudo certo. Serão mais 2000 vagas ano que vem", reforça Bolsonaro nesta sexta (6)

O concurso PRF (Polícia Rodoviária Federal) terá 2 mil vagas abertas entre o final deste ano e o início do ano que vem, conforme anunciou o presidente Jair Bolsonaro



Fernando Cezar Alves | fernando@jcconcursos.com.br
Publicado em 06/11/2020, às 11h47 - Atualizado às 14h41

Concurso PRF: presidente Jair Bolsonaro
Divulgação

O presidente Jair Bolsonaro confirmou, novamente, a realização do novo  concurso PRF (Polícia Rodoviária Federal). Durante solenidade de formatura do curso de formação de aprovados no último certame, nesta sexta-feira, 6 de novembro, Bolsonaro ratificou que o concurso é certo. "Já falei com o ministro Jorge (TCU), Mendonça (MJ), Aggio e estamos alinhados com o Paulo Guedes. A previsão é de 2 mil vagas no ano que vem", disse. "É sangue novo na pista", concluiu. Vale ressaltar que ao dizer em 2 mil vagas no ano que vem, Bolsonaro se referia ao curso de formação e não necessariamente publicação do edital em 2021. Novas informações devem ser confirmadas em breve.

A intenção do órgão é publicar o edital de abertura de inscrições ainda em 2020, mas isso vem se tornando um pouco mais difícil a cada dia, tendo em vista que para garantir a liberação seria necessário o governo ter publicado a autorização formal, em diário oficial, em outubro, o que não se concretizou. Ainda assim, o  diretor-executivo da PRF, José Lopes Hott Junior, disse, recentemente, que ainda existe alguma possibilidade de iniciar a seleção até dezembro, desde que a comissão ajuste o cronograma, caso a autorização seja finalmente publicada.

A oferta de 2000 vagas será para a carreira de policial rodoviário. Para ingressar  é necessário possuir nível superior em qualquer área de formação, além de carteira de habilitação a partir da categoria “B”. A remuneração inicial do cargo é de R$ 10.357,88, já considerando o auxílio-alimentação de R$ 458,00.   

A intenção inicial era que a portaria autorizativa fosse publicada até o final de outubro, para que o contrato com a banca fosse assinado até 30 de novembro, com publicação do edital de abertura de inscrições até 30 de dezembro. 

Com o atraso do aval do governo, este cronograma tende a sofrer algum atraso, proporcional ao tempo necessário até a publicação da portaria que efetivamente autoriza a seleção.

A comissão do processo licitatório é presidida pelo servidor Vanucci Gomes Araújo e conta, ainda, com mais três membros: Patricia Duarte Benevides (presidente substituta), Caroline Maes e Petronílio Rocha Neto.

Concurso PRF e a reforma administrativa

Em 3 de setembro, em sua live semanal, junto com o ministro da segurança pública, André Medonça, o presidente Jair Bolsonaro garantiu que, mesmo com a reforma administrativa, a estabilidade do órgão deverá ser mantida, por se tratar de carreira típica do Estado.

De acordo com a reforma, após aprovação no concurso PRF, os aprovados serão submetidos a um período de experiência. Para as carreiras de Estado, este prazo será de dois anos e após três anos os servidores contarão com estabilidade garantida. Para as outras funções, o prazo será de um ano, mas os aprovados não contarão com garantia de estabilidade.

Concurso PRF: último edital

O último edital do concurso PRF para policial rodoviário federal, realizado em 2018, contou com uma oferta de 500 vagas, sendo organizado pelo Cespe/UNB, atual Cebraspe. A seleção contou com provas objetivas, dissertativas, exames de capacidade física, exames de saúde, avaliação psicológica análise de títulos, investigação social e curso de formação.

A parte objetiva contou com 120 itens, versando sobre língua portuguesa, raciocínio lógico-matemático, informática, noções de física, ética no serviço público, geopolítica brasileira, legislação de trânsito, noções de direito administrativo, noções de direito constitucional, noções de direito penal e processual penal, legislação especial e direitos humanos e cidadania.

No caso de agente administrativo, o último concurso PRF foi em 2014, sendo organizado pela Funcab. A prova objetiva contou com 60 questões, sendo 12 de língua portuguesa (com peso dois), 6 de ética e conduta pública (1), 6 de raciocínio lógico (1), 6 de noções de direito constitucional (1,5), 6 de direito administrativo (1,5), 6 de noções de administração (1,5), 6 de noções de arquivologia (1,5), 6 de noções de informática (1,5) e 6 de legislação relativa à PRF (1,5). O concurso também contou com perícia médica e investigação social.

O concurso PRF foi dividido em duas fases, sendo que a primeira foi dividida em várias etapas:

  • 1ª fase: Prova objetiva e Discursiva; Exame de capacidade física; Avaliação de Saúde
    Avaliação psicológica; Avaliação de títulos; Investigação Social;
  • 2ª fase: Curso de Formação Profissional.

+ Resumo do Concurso PRF

PRF - Polícia Rodoviária Federal
Vagas: 2772
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: policial rodoviário, policia rodoviaria federal
Áreas de Atuação: Segurança Pública
Escolaridade: Ensino Médio, Ensino Superior
Faixa de salário: De R$ 4022,00 Até R$ 9931,00
Estados com Vagas: AC, AL, AM, AP, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PB, PE, PI, PR, RJ, RN, RO, RR, RS, SC, SE, SP, TO

concursosconcursos federaisconcursos 2020provas anteriores

Comentários

Mais Lidas