Tudo Sobre

Concurso Senado Federal

Concurso Senado: saiba qual a provável banca para novo edital

O edital do novo concurso Senado Federal terá 40 vagas, para cargos de níveis médio e superior. Iniciais até R$ 34,4 mil



Fernando Cezar Alves | fernando@jcconcursos.com.br
Publicado em 07/08/2020, às 10h25 - Atualizado às 15h07

Concurso Senado Federal: sede do planalto nacional
Google Maps

Segue em fase final o processo de escolha da banca do aguardado concurso Senado Federal. Embora três empresas ainda estejam na disputa, segundo fontes extra-oficiais, ao que tudo indica, a melhor proposta e que tende a ser acatada é a do Cebraspe. Além dele, ainda concorrem o Idecan e a Fundação Getúlio Vagas (FGV). Após a confirmação da empresa poderá ser confirmada a data de publicação do edital de abertura de inscrições. Novas informações devem ser confirmadas em breve.

Ao todo serão oferecidas 40 vagas efetivas, sendo 24 para cargos com exigência de ensino médio e 16 de nível superior, além de formar cadastro reserva de pessoal. As remunerações, reajustadas recentemente, chegam a R$ 34.443,96. Novas informações devem ser confirmadas em breve.

Recentemente foi divulgado o projeto básico da seleção, que revela dados importantes aos interessados, incluindo como serão os exames para cada cargo, disciplinas cobradas e prazos de aplicação de provas, a partir da efetiva publicação do edital de abertura de inscrições.

Para quem possui ensino médio, o concurso contará com 24 vagas para o cargo de  técnico legislativo nível II - policial legislativo. Neste caso, o inicial, atualizado, agora passa a ser de R$ 21.181,21, considerando salário de R$ 4.874,87, gratificação de atividade legislativa de R$ 9.788,12, gratificação de representação de R$ 2.521,02 e gratificação de desempenho de R$ 2.924,92,além de vale-alimentação de R$ 982,28

Para analista legislativo, de nível superior, serão 12 postos, sendo 2 para a área de administração, 1 para arquivologia,  1 para assistente social, 1 para contabilidade, uma para enfermagem, 1 para informática legislativa, 2 para processo legislativo, 1 para registro e redação parlamentar, 1 para engenharia do trabalho e 1 para engenharia eletrônica e telecomunicações. Para estas carreiras, o inicial é de R$ 27.218,91, incluindo salário básico de R$ 7.056,51, gratificação de atividade legislativa de R$ 10.804,35, gratificação de representação de R$ 4.141,67 e gratificação de desempenho de R$ 4.233,90, além do vale alimentação de R$ 982,28

Por fim, ainda para quem possui nível superior, o concurso contará com 4 vagas para advogados. O inicial é de R$ 34.433,96 incluindo salário de R$ 7.970.84, gratificação de atividade legislativa de R$ 14.946,02, gratificação de representação de R$ 5.762,32 e gratificação de desempenho de R$ 4.782,50, além dos R$ 982,28 de vale-alimentação

A comissão do concurso é presidida pelo servidor Roberci Ribeiro de Araújo, tendo como vice-presidente o servidor Kleber Minatogau. Agora, além de Beatriz Balestro Izzo e João Pedro de Souza Lobo Caetano, integram a comissão Leonardo Souza de Oliveira, Rafael Pimente Weitzel, Roberci Ribeiro de Araújo e Rodrigo Galha.  Saiu do grupo o servidor Everaldo Bosco Rosa Moreira

Um ponto importante, confirmado recentemente pelo presidente da comissão, Roberci Ribeiro de Araújo, é que a aplicação das provas ocorrerá em todas as capitais. "A exemplo dos certames de 2008 e 2011, a possibilidade maior é de que a prova, ou pelo menos a primeira fase objetiva, seja disponibilizada em todas as capitais brasileiras", disse. 

Concurso Senado Federal - Saiba os benefícios oferecidos

O concurso Senado Federal contará, além dos salários, com benefícios aos servidores, incluindo, além do auxílio-alimentação no valor de R$ 982,28, auxílio transporte, com desconto de 6% na folha de pagamento. Além disso, servidores ativos, inativos, pensionista e seus dependentes contam com assistência de saúde, por meio de sistema integrado de saúde.

Concurso Senado Federal : saiba como será o cronograma

No projeto básico inicial do concurso Senado Federal, a publicação do edital estava inicialmente prevista para ocorrer em  10 de julho, o que acabou não se concretizando em virtude da pandemia de Coronavírus. No entanto, os prazos indicados continuam valendo. 

De acordo com o documento, as inscrições devem ter início 10 dias após a publicação do edital, com aplicação das provas objetivas e discursivas dois meses após a liberação do documento. As provas discursivas para advogados ocorrerão 40 dias após a parte objetiva. A prova prática será sete dias após a parte dissertativa dos advogados, bem como testes de sanidade física e mental. Depois de 21 dias serão realizados os testes de aptidão física. Depois de sete dias haverá exame psicotécnico. A sindicância de vida pregressa e investigação social ocorrerão 10 dias depois. A prova oral ocorrerá sete dias após o exame psicotécnico. A análise de títulos ocorrerá 19 dias após a avaliação física e mental e os resultados finais serão divulgados oito meses após a publicação do edital

Concurso Senado Federal : saiba como serão as provas

No concurso Senado Federal, para o cargo de técnico - policial legislativo, a seleção contará com provas objetivas, discursiva, testes de sanidade física e mental, teste de aptidão física, exame psicotécnico, sindicância de vida pregressa e investigação social, além de análise de títulos

A prova objetiva contará com 200 questões, sobre língua portuguesa, literatura nacional e redação, língua estrangeira (inglês ou espanhol), raciocínio lógico, noções de direito constitucional, noções de direito administrativo, noções de direito civil e processual civil, noções de direito penal e processual penal, noções de criminalística, noções de direito digital, noções de direitos humanos, noções de administração, informática, atualidades e conhecimentos específicos.

Para os analistas, a seleção contará com prova objetivas, provas dissertativas, prova prática somente para a área de registro e redação parlamentar, e títulos

A parte objetiva terá 200 questões sobre língua portuguesa, literatura nacional e redação, língua estrangeira (inglês ou espanhol), raciocínio lógico, noções de direito constitucional, noções de direito administrativo, atualidades e conhecimentos específicos

Por fim, para advogados, prova objetiva, prova dissertativa, avaliação oral e análise de títulos.

As 200 questões objetivas serão sobre língua portuguesa, literatura nacional e redação, língua estrangeira (inglês ou espanhol), direito constitucional, direito administrativo : geral e noções de administração, direito administrativo: licitação e contratos, direito administrativo : legislação de pessoal civil, direito civil e empresarial, direito processual civil, direito penal, direito processual penal, direito do trabalho, processual do trabalho e seguridade social, direito eleitoral, direito financeiro e tributário, direito internacional público e privado, direito digital, legislação complementar e atualidades     

Edital Senado Federal - Saiba como foi o último concurso  

O edital Senado Federal foi publicado em seu último concurso em 2011, quando foram oferecidas 260 vagas. A banca organizadora, na ocasião, foi a Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Do total de oportunidades, 142 foram para o cargo de analista legislativo em diversas áreas, 9 para consultor legislativo em diversas áreas, 84 para técnico legislativo em diversas áreas e 25 para técnico legislativo na área de polícia legislativa.

+ Resumo do Concurso Senado Federal

Senado Federal
Vagas: 40
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Técnicos e Analistas
Áreas de Atuação: Administrativa, Operacional
Escolaridade: Não definido
Faixa de salário: De R$ 20198,00 Até R$ 33451,00
Estados com Vagas: DF

+ Agenda do Concurso

16/04/2019 Previsão Adicionar no Google Agenda
03/10/2019 Autorização do Concurso Adicionar no Google Agenda
concursosconcursos federaisconcursos 2020provas anteriores

Comentários

Mais Lidas