Salário de R$ 16,3 mil

Concurso TCE RS: último dia de inscrição para auditor

Oferta no concurso do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul é de 18 vagas para candidatos que têm nível superior em administração pública ou de empresas, ciências econômicas e direito

0,00(0.0%)0 voto(s)

Patricia Lavezzo
Publicado em 06/07/2018, às 09h44

Terminam às 14h desta sexta-feira (6) as inscrições do concurso do TCE-RS (Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul). A seleção visa o preenchimento de 18 vagas, além de formação de cadastro reserva, para o cargo de auditor público externo, nível III, classe A. Do total de ofertas, três são reservadas a pessoas com deficiência e três para os negros.

Para ingressar na carreira é necessário possuir diploma de conclusão de curso de nível superior em áreas específicas. As oportunidades estão distribuídas entre as categorias de bacharel em administração pública ou de empresas (6 vagas), ciências econômicas (6) e ciências jurídicas e sociais - direito (6).

A remuneração inicial do auditor público externo é de R$ 16.396,06, sendo que as parcelas que a compõem são: R$ 8.198,03 de vencimento básico e R$ 8.198,03 de gratificação de apoio ao controle externo. Os candidatos nomeados ficarão sujeitos ao regime de trabalho de 40 horas semanais.

CURSO PARA O CONCURSO TCE RS 2018 - AUDITOR PÚBLICO EXTERNO

O processo de seleção é organizado e executado pela Fundação Carlos Chagas. A ficha cadastral está disponível na página eletrônica www.concursosfcc.com.br. O valor da taxa de participação do concurso do TCE-RS é de R$ 187,77 e o seu pagamento deverá ser efetuado até a data limite do prazo, observado o horário de funcionamento da rede bancária.

Provas do concurso do TCE RS 2018

Todos os inscritos no concurso do TCE-RS serão avaliados por meio de provas objetiva e discursiva, de caráter eliminatório e classificatório. Elas serão aplicadas na cidade de Porto Alegre/RS no dia 26 de agosto. A confirmação da data e as informações sobre horários e locais serão divulgadas, oportunamente, por meio de Edital de Convocação, a ser divulgado no site da Fundação Carlos Chagas.

A prova objetiva será composta por 130 questões de múltipla escolha, sendo 50 de conhecimentos básicos (língua portuguesa, raciocínio lógico e analítico, controle na administração pública, auditoria governamental, administração financeira e orçamentária e noções de análise de informações) e 80 de conhecimentos específicos.

Já a prova discursiva constará de duas questões dissertativas e/ou resolução de problemas e/ou caso prático, versando sobre os conteúdos programáticos. Ela será avaliada em conformidade com os seguintes critérios: o domínio técnico do conteúdo aplicado, considerando as especificidades das questões propostas, a correção gramatical e a adequação vocabular, tendo em vista os mecanismos básicos de constituição do vernáculo e os procedimentos de coesão e argumentação.

Somente serão corrigidas as provas discursivas dos candidatos habilitados e mais bem classificados na objetiva, no total de 100 para bacharel em administração pública ou de empresas, 100 para bacharel em ciências econômicas e 200 para bacharel em ciências jurídicas e sociais - direito.

Atribuições do auditor público externo do TCE RS

Realizar inspeções e auditoria nas unidades administrativas dos Poderes do Estado e dos Municípios, bem como do Ministério Público e das Defensorias Públicas Estaduais, os termos constitucionais vigentes, inclusive visando à apuração da confiabilidade dos sistemas de controle interno e à obtenção de todos os elementos necessários à formação de juízo sobre as contas dos responsáveis; proceder à análise, interpretação e avaliação dos elementos necessários à emissão de Parecer Prévio das Contas do Governador do Estado e dos Prefeitos Municipais; examinar as contas dos responsáveis por bens e valores públicos da Administração Direta e Indireta dos Poderes Públicos Estadual e Municipais, bem como de outros órgãos e entidades jurisdicionados do Tribunal de Contas do Estado; planejar, organizar, implantar e avaliar metodologia de fiscalização quanto à legalidade, legitimidade, economicidade, aplicação das subvenções e auxílios, e renúncia de receitas; examinar e instruir os processos de admissão de pessoal, a qualquer título, nas Administrações Estadual e Municipais, para fins de registro, nos termos da Constituição, excetuadas as nomeações para cargo de provimento em comissão; avaliar a eficiência e a eficácia do controle interno mantido no âmbito do Estado e dos Municípios; examinar e instruir os processos de inativações, reformas e pensões nas Administrações Estadual e Municipais, para fins de registro, nos termos da Constituição; realizar atividades correlatas.

Sobre FCC - Fundação Carlos Chagas

Instituição de direito privado e sem fins lucrativos, a Fundação Carlos Chagas (FCC) concentra suas atividades em duas grandes áreas: pesquisa/educação e organização de concursos/processos seletivos. A banca pode ser contatada pelo telefone (11) 3723-4388, de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h.

Comentários

Mais Lidas