Tudo Sobre

Concurso TJ

TJ/SP: concurso de escrevente aguarda decisão do CNJ

Editais devem ser publicados ainda este mês, com oportunidades em todo o Estado de São Paulo. Cargo de escrevente técnico judiciário exige nível médio e apresenta remuneração de R$ 4.848



Fernando Cezar Alves
Publicado em 04/08/2014, às 10h38

Quem pretende ingressar na carreira de escrevente técnico judiciário do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) deve intensificar os estudos. O órgão aguarda apenas um parecer do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para fechar o número definitivo de vagas e publicar os editais de abertura de inscrições, previstos para ser liberados no decorrer de agosto.

A expectativa é de aproximadamente 1.000 vagas, mas a distribuição pelas dez unidades regionais do órgão, programada para ocorrer em meados de julho, somente será concluída após a decisão do CNJ. Acontece que um candidato entrou com ação contra a realização de novo concurso para o cargo, alegando que ainda existem remanescentes do concurso de 2012 para ser convocados. Porém, de acordo com a juíza assessora da presidência do órgão, Maria Fernanda Rodovalho, para as maiores regiões, como São Paulo e Santos, já não existem remanescentes, sendo necessária a realização do novo concurso.

Para concorrer é necessário possuir ensino médio. A remuneração inicial da carreira é de R$ 4.848, incluindo o salário de R$ 3.878, auxílio-saúde de R$ 200, auxílio-alimentação de R$ 29 por dia  auxílio-transporte de R$ 6 por dia, considerando 22 dias.

Ação – De acordo com a ação apresentada  junto ao CNJ, o Tribunal ainda conta com 3.748 aprovados nos concursos anteriores que poderiam ser nomeados.  Levantamento indica que diversas comarcas, como Amparo, Andradina, Batatais, Botucatu, Franca, Ituverava, Jales, Jau, Lins, Marília, Piracicaba, Pirassununga, São João da Boa Vista e Votuporanga contam com mais de 100 remanescentes cada. Porém, confirma o esgotamento de reserva de candidatos nas comarcas de Campinas, Itapecerica da Serra, Mogi das Cruzes, Ribeirão Preto, Santos e São Paulo.

A maior necessidade é justamente na capital e grande São Paulo, que formam a primeira região, para a qual estão previstas aproximadamente 400 das 1.000 vagas programadas.

Além da capital, a primeira região engloba as cidade de São Bernardo do Campo, Diadema, Santo André, Mauá, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, Osasco, Barueri, Carapicuíba, Jandira, Guarulhos, Arujá, Mairiporã, Santa Isabel, Mogi das Cruzes, Brás Cubas, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Itaquaquecetuba, Poá, Suzano, Itapecerica da Serra, Cotia, Embu das Artes, Embu-Guaçu, Itapevi, Taboão da Serra e Vargem Grande Paulista.     

Estudos -  Já está confirmado que a organizadora será a Fundação Vunesp e serão mantidos os conteúdos programáticos.  Nos concurso anteriores, a seleção contou com provas objetivas na primeira fase e prova prática de digitação na segunda.  Na parte objetiva foram 80 questões, sobre língua portuguesa (30), conhecimentos em direito (38) e conhecimentos gerais, incluindo atualidades (4), matemática (4) e informática. 

APOSTILA ESPECÍFICA TJ-SP - ESCREVENTE - CLIQUE AQUI

+ Resumo do Concurso TJ

TJ
Vagas: 1000
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Escrevente
Áreas de Atuação: Judiciária / Jurídica, Administrativa
Escolaridade: Ensino Médio
Faixa de salário: Até R$ 4848,00
Organizadora: O próprio órgão
Estados com Vagas: SP

+ Agenda do Concurso

04/08/2015 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas