Coronavírus provoca suspensões de concursos em massa; veja as provas adiadas

Cumprindo determinações dos governos estaduais, as organizadoras estão adiando as provas dos concursos para evitar aglomerações de pessoas

Leandro Cesaroni | leandro@jcconcursos.com.br
Publicado em 17/03/2020, às 14h12 - Atualizado em 13/08/2020, às 13h48

Sala de Aula Vazia
SEE SP

O avanço do coronavírus (COVID-19) no Brasil está fazendo com que, cumprindo determinações dos governos estaduais, diversas organizadoras suspendam provas de concursos públicos para evitar aglomerações de pessoas.

Em São Paulo, por exemplo, o governador João Doria vetou a realização de eventos públicos ou privados que concentrem mais de 500 pessoas. No Distrito Federal, o governador Ibaneis Rocha estipulou um limite ainda menor, proibindo eventos com mais de 100 pessoas. No Rio de Janeiro, o governador Wilson Witzel também entrou com medidas para evitar aglomerações.

Foram providências como essas que suspenderam os concursos da PCDF (Polícia Civil do Distrito Federal), PGDF (Procuradoria-Geral do Distrito Federal), SES SP (Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo), entre muitos outros, incluindo a segunda fase do Exame da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil).

Confira abaixo a relação completa de provas adiadas devido ao avanço do coronavírus:

E agora?

Com a série de suspensões de concursos públicos, muitos candidatos - principalmente os que vinham se preparando há tempos - se viram sem saber o que fazer. Será que vale a pena continua estudando? Há alguma chance das seleções serem canceladas?

Filipe Ávila, Coordenador de Carreiras Policiais do AlfaCon, afirma que não há a possibilidade de cancelamento ou anulação de qualquer edital ou exame programado. “O máximo que pode acontecer são os governos postergarem um exame, uma divulgação de edital ou interromperem algum trâmite de autorização. Mesmo assim, todos os concursos previstos vão acontecer em algum momento”, explica.

Candidatos que estão acompanhando os desdobramentos da expansão do coronavírus no Brasil podem ficar com receio de terem de continuar os estudos. Segundo o especialista, neste momento é preciso manter a calma e continuar focado nos estudos. “Imprevistos acontecem e todo concurseiro está acostumado a isso. O estudante que souber lidar com a incerteza do momento e aproveitar para revisar as disciplinas que sentir maior dificuldade, estará muito na frente da concorrência”, finaliza Ávila.

concursos abertos

Comentários

Mais Lidas