Tudo Sobre

Concurso CRP

CRP/SP prorroga inscrições de concurso para 74 vagas

O Conselho Regional de Psicologia de São Paulo (CRP/SP) realiza concurso para preencher quatro vagas imediatas e formar cadastro reserva no cargo de assistente técnico



Renan Abbade
Publicado em 13/07/2016, às 10h06

O Conselho Regional de Psicologia de São Paulo (CRP/SP) prorrogou as inscrições do concurso público até o dia 14 de julho. São 74 oportunidades, sendo quatro imediatas e 70 para formação de cadastro reserva (CR), no cargo de assistente técnico. Das ofertas para cadastro, 14 estão reservadas a candidatos negros e quatro às pessoas com deficiência.

A carreira requer ensino superior completo em psicologia e paga R$ 5.225,38 para jornada de trabalho oito horas por dia ou 40 horas semanais, sendo no período das 9h às 18h, de segunda a sexta-feira, com disponibilidade de trabalho à noite, sábados, domingos e feriados, quando solicitado.

Os nomeados ainda contarão com os benefícios de vale-refeição, no valor de R$ 33,58 por dia útil/trabalhado; vale-alimentação de R$ 378 por mês; auxílio-transporte integral com desconto de 6% em folha ou desconto do valor total caso este seja inferior ao valor referente aos 6%; assistência médica AMIL; e assistência odontológica PRODENT.

As vagas estão nas cidades de São Paulo (2 + 30 CR), Campinas (1 + 20 CR) e Santos (1 + 20 CR).

Como participar do concurso


As inscrições do concurso do CRP serão recebidas até o dia 14 de julho pelo endereço eletrônico do Instituto Quadrix (www.quadrix.org.br), organizador do processo seletivo.

O valor da taxa de participação é de R$ 60. O pagamento do boleto bancário poderá ser efetuado até o dia 15 de julho. 

Seleção


O concurso do CRP envolverá provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório; e análise curricular, de caráter apenas classificatório.

Com três horas de duração, os exames objetivos serão aplicados no período da tarde do dia 24 de julho, nas cidades de São Paulo, Campinas e Santos, em locais e horário a serem informados a partir de 19 de julho no site das inscrições.

As avaliações objetivas trarão questões de língua portuguesa (15), noções de informática (5), ética no serviço público (5) e conhecimentos específicos do cargo (20).

Atribuições do assistente técnico


Realiza atividades de atendimento e orientação aos profissionais psicólogos e público em geral sobre questões relativas ao exercício profissional, legislação e Código de Ética; fiscalização do exercício profissional do psicólogo e de entidades que prestam serviços de psicologia; realiza diligências para averiguação de denúncias ou indícios de infração, elaboração de resumos, atas, documentos e relatórios; assessoria, pesquisas e estudos que subsidiem diretoria, plenário, comissões (orientação/fiscalização, ética e outras), grupos de trabalho do conselho e projetos institucionais, mantém sistema de informação atualizado.

Conteúdo programático


Língua portuguesa – Compreensão e interpretação de textos, com domínio das relações morfossintáticas, semânticas, discursivas e argumentativas. Tipologia textual. Coesão e coerência. Ortografia oficial. Acentuação gráfica. Pontuação. Formação e emprego das classes de palavras. Significação de palavras. Sintaxe da oração e do período. Concordância nominal e verbal. Regência nominal e verbal. Emprego do sinal indicativo de crase. Processo de comunicação: Intencionalidade Discursiva. Elementos Constituintes da Comunicação. Intertextualidade. Desenvolvimento textual: elaboração de relatórios, projetos e planejamentos, boa capacidade de síntese e elaboração de textos.

Noções de informática – Conceitos básicos: novas tecnologias e aplicações, ferramentas e aplicativos, procedimentos de informática, tipos de computadores, conceitos de hardware e de software. Ambiente Windows (versões 7 e 8): noções de sistemas operacionais, programas e aplicativos e conceitos de organização e de gerenciamento de informações, arquivos, pastas e programas. Microsoft Office (versões 2010, 2013 e 365): Word (editor de textos), Excel (planilhas), Power Point (apresentações), Outlook e OneNote. Redes de computadores: conceitos básicos, ferramentas, aplicativos e procedimentos de internet. Programas de navegação: Microsoft Internet Explorer, Mozilla Firefox e Google Chrome. Utilização de internet: Sítios de busca e pesquisa, ambientes colaborativos. Redes sociais, computação nas nuvens (cloud computing). Segurança da informação: noções de vírus, worms e outras pragas virtuais, técnicas de fraude e invasão de sistemas, aplicativos (antivírus, firewall, antispyware etc.), procedimentos de segurança e backup.

Ética no serviço público – Ética e moral. Ética, princípios e valores. Ética e democracia: exercício da cidadania. Ética e função pública. Ética no Setor Público. Decreto nº 1.171/1994 (Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal). Lei nº 8.112/1990 e alterações.

Conhecimentos específicos – Leis: Lei nº 4.119/1962: Dispõe sobre os cursos de formação em Psicologia e regulamenta a profissão de Psicólogo; Lei nº 5.766/1971: Cria o Conselho Federal e os Conselhos Regionais de Psicologia e dá outras providências; Lei n° 8.069/1990: Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA); Lei nº 10.741/2003: Dispõe sobre o Estatuto do Idoso e dá outras providências; Lei n° 10.216/2001: Dispõe sobre a proteção e os direitos das pessoas portadoras de transtornos mentais e redireciona o modelo assistencial em saúde mental; Lei nº 6.839/1980: Dispõe sobre o registro de empresas nas entidades fiscalizadoras do exercício de profissões; Lei nº 8080/90: Sistema Único de Saúde (SUS); Lei nº 8.742/ 1993: Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS), Lei 11.340/2006: Cria mecanismos para coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher (Lei Maria da Penha); Lei 13.146/2015: Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência); Lei nº 12435/2011, que dispõe sobre a organização da Assistência Social. Decretos: Decreto nº 53.464/1964: Regulamenta a Lei nº 4.119/1962, que dispõe sobre a Profissão de Psicólogo; Decreto nº 79.822/1977: Regulamenta a Lei nº 5.766/1971, que criou o Conselho Federal e Conselhos Regionais de Psicologia e dá outras providências. Resoluções CFP: Resolução CFP nº 10/2005: Aprova o Código de Ética Profissional do Psicólogo; Resolução CFP nº 019/2000: Institui o Manual Unificado de Orientação e Fiscalização – MUORF; Resolução CFP nº 01/2006: Altera a Resolução CFP nº 19/2000, que institui o Manual Unificado de Orientação e Fiscalização – MUORF; Resolução CFP nº 06/2007: Institui o código de processamento disciplinar; Resolução CFP nº 07/2003: institui o Manual de Elaboração de Documentos produzidos pelo psicólogo decorrentes de Avaliações Psicológicas; Resolução CFP 03/2007: Consolidação das Resoluções do CFP; Resolução CFP nº 016/2001: Aprova o Regimento Interno do Conselho Regional de Psicologia da 6ª Região; Resolução CFP nº 008/2010: Dispõe sobre a atuação do psicólogo como perito e assistente técnico no Poder Judiciário; Resolução CFP nº 01/2009: Dispõe sobre a obrigatoriedade do registro documental decorrente da prestação de serviços psicológicos; Resolução CFP nº 02/2003: Define e regulamenta o uso, a elaboração e a comercialização de testes psicológicos; Resolução CFP nº 018/2002: Estabelece normas de atuação para os psicólogos em relação a preconceito e discriminação racial; Resolução CFP nº 01/1999: Normas de atuação para os psicólogos em relação à questão da Orientação Sexual; Resolução CFP nº 11/2012: Regulamenta os serviços psicológicos realizados por meios tecnológicos de comunicação a distância, o atendimento psicoterapêutico em caráter experimental. Outros: Declaração Universal dos Direitos Humanos (ONU); Manual de Orientações do CRP/SP de Outubro de 2014 (disponível em http://www.crpsp.org/fotos/pdf-2015-10-02-11-29-22.pdf); Resolução MS/CNS nº 466/12: aprova diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos; Resolução CNS 218/97: Reconhece como profissional de saúde de nível superior a categoria de Psicólogo. Portaria MS 1271/2014: Define a Lista Nacional de Notificação Compulsória de doenças, agravos e eventos de saúde pública nos serviços de saúde públicos e privados em todo o território nacional.

Sobre Quadrix - Instituto Quadrix

Presente no mercado desde 1997, o Instituto Quadrix organiza seleções em âmbito municipal, estadual e federal. Mantém escritórios em São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Porto Alegre, Curitiba, Brasília e Belo Horizonte.

+ Resumo do Concurso CRP

CRP
Vagas: 74
Taxa de inscrição: R$ 60
Cargos: Assistente Tecnico
Áreas de Atuação: Administrativa
Escolaridade: Ensino Superior
Faixa de salário: Até R$ 5225,38
Organizadora: Quadrix
Estados com Vagas: SP

+ Agenda do Concurso

13/07/2017 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas