Nível médio

Concurso FUNASE PE: últimos dias para 1.984 vagas

Todas as ofertas do concurso da Fundação de Atendimento Socioeducativo de Pernambuco (FUNASE/PE) são para o cargo de agente socioeducativo

Patricia Lavezzo
Publicado em 03/08/2018, às 09h32

Terminam no domingo (5) as inscrições do concurso público da Fundação de Atendimento Socioeducativo de Pernambuco (Funase/PE). Sob organização do IDIB, a seleção visa o preenchimento de 1.984 vagas temporárias para o cargo de agente socioeducativo, sendo 496 imediatas e 1.488 para formação de cadastro reserva de eventuais oportunidades.

De acordo com o edital, a atuação ocorrerá nas unidades da Funase/PE localizadas na região metropolitana do Recife, junto a jovens/adolescentes do sexo feminino e masculino em cumprimento de medida socioeducativa com privação e restrição de liberdade.

A lotação será discricionária a administração pública, conforme a conveniência e oportunidade, nas seguintes unidades: CASE/Abreu e Lima; CASE/Cabo; CASE/ Jaboatão dos Guararapes; CASE/Santa Luzia; CENIP/Recife; CENIP/Santa Luzia; CASEM/Rosarinho; CASEM/Casa Amarela; CASEM/Areias; CASEM/Santa Luzia; e UNIAI.

Interessados em concorrer a uma das vagas devem possuir certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), além de ter disponibilidade para viajar. O salário inicial é de R$ 1.584 para jornada de trabalho sob regime de plantão, numa escala de 24 horas de serviço por 72 horas de descanso. 

Para participar é necessário preencher o formulário de inscrição no endereço eletrônico www.idib.org.br e anexar os documentos e títulos comprobatórios exigidos, sendo aceitos arquivos de até 2 MB cada e nos seguintes formatos: JPG, JPEG, GIF, PNG ou PDF. A taxa custa R$ 31,90.

O concurso da Funase/PE será realizado em uma única etapa: análise da experiência profissional e de títulos, sendo eliminatória e classificatória. O resultado preliminar será divulgado no dia 29 de agosto, no site do IDIB. 

Atribuições do agente socioeducativo da Funase PE

Cabe ao servidor da área recepcionar os adolescentes internos na unidade de atendimento, sempre com solicitude, orientando-se sobre seus direitos, deveres e normas disciplinares: garantir a integridade física, psicológica e moral dos adolescentes; acompanhar os adolescentes em consultas médicas, exames, audiências e visitas domiciliares, conforme orientação recebida da direção da unidade de atendimento; acompanhar os adolescentes em suas atividades diárias de educação, esporte e lazer, tais como aulas, cursos, recreação, além de outras, dentro e fora das unidades de atendimento; conduzir os adolescentes ao atendimento por técnicos, coordenadores e direção das unidades; viabilizar a higiene pessoal dos adolescentes, assim como dos espaços por eles utilizados; sugerir atividades de educação, esportes e lazer para os adolescentes, zelar pela disciplina dos adolescentes, sua e de seus colegas, nas dependências da unidade onde exercerem suas atividades laborais; efetuar custódio dos adolescentes, quando solicitado pela direção da unidade; fazer relato diário em, livro de ocorrências, registrando as situações vivenciadas, providências adotadas e o comportamento dos adolescentes; intervir, nas dependências da unidade de atendimento, em situações de conflito e eventuais tumultos, visando pôr fim às mesmas, evitando violência de qualquer ordem, tais como agressões físicas e/ou morais; propor e cumprir , rigorosamente, as normas de segurança estabelecidas para a unidade em que exercem suas atividades funcionais; participar de reuniões, emitindo suas opiniões, acerca do trabalho visando à interação e à unidade da ação; prestar socorro imediato aos adolescentes, em casos de emergência, encaminhando-os para o setor competente; os agentes socioeducativos poderão contribuir com a elaboração do PIA, sempre que solicitados pelas equipes Multidisciplinares; realizar revistas nos alojamentos e demais dependências da Unidade Socioeducativa, visando recolher objetos ou substâncias proibidas; participar das atividades relacionadas ao treinamento e à capacitação; participar do processo de integração interdisciplinar, para a elaboração, o acompanhamento e a das ações; revistar os adolescentes e os locais por eles ocupados; executar outras atividades correlatas, sempre e em todas as suas atribuições, de forma satisfatória à prestação dos serviços cabíveis à FUNASE, observados aspectos funcionais tais como pontualidade, assiduidade e adequação ao próprio serviço.

Comentários

Mais Lidas