MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Funcionalismo SP: USP aprova cotas raciais para concursos públicos

De acordo com decisão, para os próximos concursos do funcionalismo da USP (Universidade de São Paulo) serão destinadas 20% das vagas para cotas

Funcionalismo SP: USP aprova cotas raciais para concursos públicos
Concurso USP: sede da USP: divulgação
Fernando Cezar Alves

Fernando Cezar Alves

fernando@jcconcursos.com.br

Publicado em 23/05/2023, às 08h25 - Atualizado às 14h22

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Boa notícia para quem pretende ingressar no funcionalismo público de São Paulo. Foi anunciada na última segunda-feira, 22 de maio, a decisão de que os próximos concursos públicos da Universidade de São Paulo (USP) passarão a contar com reserva de vagas por meio de cotas sempre que a oferta superar um total de três vagas.

De acordo com a decisão do Conselho Universitário da instituição, a reserva será para candidatos pretos, pardos e indígenas, tanto para servidores quanto para vagas docentes.

Em concursos com apenas uma ou duas vagas, candidatos nesta condição também poderão contar com um benefício, por meio de pontuação diferenciada. Em caso de mais de três vagas, a reserva será de 20% das vagas.

A decisão ocorre devido ao fato de que a USP atualmente conta com apenas 2,29% do seu quadro de professores composto por pretos e pardos e apenas 0,02% por indígenas.

Somente em 2023, a justiça estadual suspendeu dois concursos realizados pela instituição por descumprir lei estadual que determina que seleções no estado contem com pontuação diferenciada para reserva de vagas por meio de cotas raciais.

De acordo com nota emitida pelo Diretorio Central de Estudantes: "a política de bonificação, embora importante, é ineficaz para garantir que a USP alcance a mesma porcentagem de docentes PPI que a porcentagem desses grupos na população total do estado de São Paulo. A única política afirmativa capaz de assegurar o atingimento da meta é a reserva de vagas". “Essa é uma decisão histórica da Universidade e possibilitará maior inclusão e diversidade entre o corpo docente e administrativo da USP”, destacou o reitor Carlos Gilberto Carlotti Junior  

De acordo com o reitor, o sistema de cotas para candidatos pretos, pardos e indígenas já é adotado em grandes universidades públicas do mundo, como Harvard e a Universidade de Toronto. 

Siga o JC Concursos no Google Newsconcursosconcursos 2024concursos sp (são paulo)provas anteriores

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.