Tudo Sobre

Concurso Polícia Federal

Japonês da Federal "bate na porta" e pede mais agentes

No vídeo, postado na página oficial dos Agentes Federais do Brasil, o "Japonês da PF" diz: "Meu nome é Newton Ishii e eu sou a favor dos excedentes da turma de 2014"



Leandro Cesaroni
Publicado em 07/03/2016, às 14h56

Famoso por estar sempre presente nas fotos dos mandados de prisão e condução coercitiva envolvendo as ações da Operação Lava Jato, o agente da Polícia Federal Newton Ishii, mais conhecido como "Japonês da PF", aparece em um vídeo publicado no Facebook pedindo a convocação dos agentes excedentes aprovados no concurso da Polícia Federal realizado em 2014.
No vídeo, postado na página oficial dos "Agentes Federais do Brasil", o agente diz: "Meu nome é Newton Ishii e eu sou a favor dos excedentes da turma de 2014. Precisamos de vocês para juntar as forças, para combater a corrupção e tornar o Brasil mais justo, ok? Um abraço a todos e contem comigo!". Assista o vídeo abaixo da matéria.
Já em sua 24ª fase, a Operação Lava Jato da PF tem demandado um alto número de profissionais, principalmente por conta dos desdobramentos que a operação vem revelando. Esse aumento das atividades, entretanto, se acentua ao mesmo tempo em que a corporação enfrenta uma crescente necessidade de servidores.
Embora a presidente Dilma Rousseff tenha anunciado, em setembro de 2015, um pacto de contenção de gastos que limita a realização de novos concursos em 2016, a administração pública já admite a possibilidade de liberar algumas autorizações, em casos pontuais. Dentro deste contexto, um dos que devem ser priorizados é justamente o da PF – em um primeiro momento, para os cargos de delegado e perito, mesmo porque muitas das outras carreiras ainda contam com processos seletivos em validade.
De acordo com o decreto presidencial, a Polícia Federal pode iniciar novo concurso sempre que o quadro de pessoal contar com uma defasagem de pelo menos 5% dos servidores.
APOSTILAS CONCURSO POLÍCIA FEDERAL

Sobre a Operação Lava Jato

Operação Lava Jato é o nome de uma investigação realizada pela Polícia Federal do Brasil, cuja deflagração da fase ostensiva foi iniciada em 17 de março de 2014, com o cumprimento de mais de uma centena de mandados de busca e apreensão, de prisão temporária, de prisão preventiva e de condução coercitiva, tendo como objetivo apurar um esquema de lavagem de dinheiro suspeito de movimentar mais de R$ 10 bilhões de reais, podendo ser superior a R$ 40 bilhões, dos quais R$ 10 bilhões em propinas. É considerado pela Polícia Federal como a maior investigação de corrupção da história do país. De acordo com as delações recebidas pela força-tarefa da Lava Jato, os partidos PP, PMDB, e PT, empresários e outros políticos de diversos partidos foram beneficiados com o esquema.

+ Resumo do Concurso Polícia Federal

PF - Polícia Federal
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Não definido
Escolaridade: Não definido
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão

+ Agenda do Concurso

07/03/2017 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas