Ministério do Trabalho: 600 vagas de auditor fiscal

Cargo exige graduação de nível superior em qualquer área. Edital está previsto para o ano que vem.

Redação
Publicado em 16/05/2011, às 10h53

O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) divulgou na última semana a intenção de realizar concurso público para o preenchimento de 600 vagas de auditor fiscal do trabalho, uma ótima oportunidade já que o cargo exige graduação de nível superior em qualquer área.

O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, já está negociando a liberação das vagas junto ao Ministério Planejamento, já que os atuais 2.890 auditores da ativa são insuficientes para a fiscalização das condições de trabalho em todo o território brasileiro.

A previsão é de que o edital seja publicado no ano que vem – tempo suficiente para que os interessados consigam se preparar de maneira adequada para enfrentar a concorrência. No último concurso, realizado em 2009 pela Esaf (Escola de Administração Fazendária), foram abertas 234 vagas, que receberam 54.681 interessados. A concorrência média foi de 233 candidatos por vaga.

Para os interessados no salário inicial em torno de R$ 13 mil, é interessante ter uma base do conteúdo exigido nas provas pelo programa da última seleção, disponível na página 11.

Mais concursos em âmbito nacional – Se por um lado a liberação dos concursos federais pelo Ministério do Planejamento está restrita aos casos mais urgentes, a fim de alcançar a meta definida para o corte no orçamento geral da União, por outro, os órgãos que são independentes da pasta para abertura de vagas se empenham para manter seus quadros de pessoal em dia.

São os casos do Banco do Brasil – que acaba de lançar a seleção para cadastro reserva de escriturário de nível médio em diversos Estados do país, com salário de R$ 1.280 (o resumo do edital você confere nas páginas 18 e 19 desta edição) – e da Petrobras Transporte, que oferece 206 vagas em diversos cargos, todos de nível superior, cujas remunerações chegam a R$ 6 mil. Saiba como concorrer na matéria da página 4.

No caso da Dataprev, empresa de tecnologia ligada ao Ministério da Previdência Social, foram liberadas 2.007 oportunidades em diversas funções de nível superior, distribuídas em todo o país. Os detalhes estão disponíveis na seção de “Editais”.

E outras novidades vêm por aí. A Infraero confirmou que pretende divulgar ainda este mês o novo concurso para cadastro reserva. A empresa está finalizando o estudo dos cargos que carecem de servidores para então fechar o edital. Veja os detalhes na página 9.

Comentários

Mais Lidas