Publicado: 17/07/2018 - 09:06 | Atualizado: 20/07/2018 - 18:51

Concurso MP SP: SAIU edital com 60 vagas para analista

As chances no concurso do Ministério Público de São Paulo são para candidatos que possuem formação superior em direito. Inscrições serão abertas em 24 de julho

Por JCConcursos - Patricia Lavezzo

Foi publicado no Diário Oficial desta terça-feira (17) o edital de abertura das inscrições do concurso do MP/SP (Ministério Público do Estado de São Paulo) para analista jurídico. A seleção visa o preenchimento de 60 vagas, além de formação de cadastro reserva para eventuais oportunidades. Esse será o primeiro a ser realizado de uma série de novos concursos autorizados pelo órgão nos últimos meses.

Para ingressar na carreira é necessário possuir formação de nível superior em direito, com remuneração inicial de R$ 7.697,23, para jornada de trabalho de 40 horas semanais. Além disso, os servidores também contarão com auxílio-alimentação de R$ 920 e auxílio-transporte de R$ 13,92, o que corresponde a R$ 306,24, considerando 22 dias úteis. Com isto, a remuneração total chega a R$ 8.923.47.  

Do total de oportunidades, cinco serão destinadas para a capital e Grande São Paulo, cinco para Araçatuba, cinco para Bauru, cinco para Campinas, cinco para Franca, cinco para Piracicaba, cinco para Ribeirão Preto, cinco para Santos, cinco para São José do Rio Preto,cinco para Sorocaba, cinco para Taubaté e cinco para o Vale do Ribeira, além de cadastro reserva em Presidente Prudente. 

A Fundação Vunesp é a empresa responsável pela organização e execução do processo de seleção. As inscrições serão recebidas entre os dias 24 de julho e 22 de agosto, por meio do endereço eletrônico www.vunesp.com.br.

APOSTILA CONCURSO MP/SP 2018 - ANALISTA JURÍDICO

CURSO PARA O CONCURSO MP/SP 2018 - ANALISTA JURÍDICO

Será cobrada uma taxa de participação do concurso do MP/SP, no valor de R$ 120, e o seu pagamento deverá ser efetuado até a data limite do prazo, observado o horário de funcionamento do banco. 

Provas do concurso do MP SP 2018

A primeira etapa a ser disputada pelos candidatos será a prova objetiva, de caráter classificatório e eliminatório. Ela contemplará 100 questões de múltipla escolha, sendo oito de língua portuguesa, quatro de atualidades, dez de direito constitucional e ministério público, oito de direito administrativo, 12 de direito penal, 12 de direito processual penal, oito de direito civil, oito de direito processual civil, seis de direito da infância e juventude, 12 de tutela de interesses difusos e coletivos, quatro de direito comercial e empresarial, quatro de direitos humanos, e quatro de direito eleitoral.

Com duração máxima de cinco horas, a avaliação será aplicada no dia 30 de setembro, no período da tarde, nas cidades sedes das áreas regionais do MP/SP (Capital e Grande São Paulo, Araçatuba, Bauru, Campinas, Franca, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São José do Rio Preto, Sorocaba, Taubaté e Vale do Paraíba). 

O concurso do MP/SP ainda contará com provas escrita e discursiva, eliminatória e classificatória. Composta por cinco questões discursivas e duas redações técnicas, elas avaliarão o domínio do conhecimento jurídico e da prática processual, o desenvolvimento do tema na estrutura proposta, o domínio da norma-padrão, a adequação da linguagem jurídica, a articulação do raciocínio jurídico e a capacidade de argumentação, necessários ao desempenho do cargo.

A primeira redação versará sobre direito penal ou direito processual penal; enquanto que a segunda será sobre tutela dos interesses difusos e coletivos ou direito processual civil. As provas escrita e discursiva terão duração de quatro horas e serão realizadas na data prevista de 25 de novembro. 

Atribuições do analista jurídico do MP SP

Prestar auxílio técnico-jurídico às atividades processuais e extraprocessuais do Ministério Público; elaborar minutas de peças processuais, pareceres e outras manifestações próprias da função de execução, além de análises, estudos, exames, pesquisas, relatórios e trabalhos de natureza jurídica atinentes a feitos judiciais ou a procedimentos administrativos de alçada do Ministério Público; acompanhar o andamento de processos judiciais, inquéritos policiais ou civis ou procedimentos administrativos sob a presidência do Ministério Público, prestando informações ao membro do Ministério Público; auxiliar na realização de audiências, reuniões e sessões, referentes à execução de atividades processuais ou extraprocessuais do membro do Ministério Público; realizar diligências determinadas pelo membro do Ministério Público; assegurar a exatidão e o fluxo normal de ofícios, certidões, laudos, documentos, atestados, informações, circulares, processos judiciais e outros textos oficiais pertinentes aos membros do Ministério Público; preparar a entrada e saída de dados ou inserir dados em sistemas aplicados de recepção, controle e andamento de procedimentos administrativos e processos judiciais; elaborar ofícios, pareceres, planilhas, tabelas e gráficos, utilizando-se de diversos “softwares”; acompanhar publicações de interesse de sua área no Diário Oficial; receber restituir, sob supervisão, procedimentos e processos administrativos e judiciais; manter registro e controle das atividades desenvolvidas, apresentando os consequentes relatórios; cumprir, no que couber, as disposições aplicáveis aos Oficiais de Promotoria I e demais servidores, em especial as estabelecidas nos Atos Normativos que regulamentam as respectivas funções; realizar, mediante determinação superior, contatos com pessoas e organismos públicos ou privados para atender às necessidades de trabalho; executar demais tarefas correlatas a seu cargo que lhe forem atribuídas pelo órgão.

Vídeos MP

Mais Lidas

Mais Recentes

Atualizado: 17/07/2018 - 09:06

Concurso MP SP: SAIU edital com 60 vagas para analista

As chances no concurso do Ministério Público de São Paulo são para candidatos que possuem formação superior em direito. Inscrições serão abertas em 24 de julho

Inicial de R$ 8,9 mil

Por JCConcursos - Patricia Lavezzo

Foi publicado no Diário Oficial desta terça-feira (17) o edital de abertura das inscrições do concurso do MP/SP (Ministério Público do Estado de São Paulo) para analista jurídico. A seleção visa o preenchimento de 60 vagas, além de formação de cadastro reserva para eventuais oportunidades. Esse será o primeiro a ser realizado de uma série de novos concursos autorizados pelo órgão nos últimos meses.

Para ingressar na carreira é necessário possuir formação de nível superior em direito, com remuneração inicial de R$ 7.697,23, para jornada de trabalho de 40 horas semanais. Além disso, os servidores também contarão com auxílio-alimentação de R$ 920 e auxílio-transporte de R$ 13,92, o que corresponde a R$ 306,24, considerando 22 dias úteis. Com isto, a remuneração total chega a R$ 8.923.47.  

Do total de oportunidades, cinco serão destinadas para a capital e Grande São Paulo, cinco para Araçatuba, cinco para Bauru, cinco para Campinas, cinco para Franca, cinco para Piracicaba, cinco para Ribeirão Preto, cinco para Santos, cinco para São José do Rio Preto,cinco para Sorocaba, cinco para Taubaté e cinco para o Vale do Ribeira, além de cadastro reserva em Presidente Prudente. 

A Fundação Vunesp é a empresa responsável pela organização e execução do processo de seleção. As inscrições serão recebidas entre os dias 24 de julho e 22 de agosto, por meio do endereço eletrônico www.vunesp.com.br.

APOSTILA CONCURSO MP/SP 2018 - ANALISTA JURÍDICO

CURSO PARA O CONCURSO MP/SP 2018 - ANALISTA JURÍDICO

Será cobrada uma taxa de participação do concurso do MP/SP, no valor de R$ 120, e o seu pagamento deverá ser efetuado até a data limite do prazo, observado o horário de funcionamento do banco. 

 

Provas do concurso do MP SP 2018

 

A primeira etapa a ser disputada pelos candidatos será a prova objetiva, de caráter classificatório e eliminatório. Ela contemplará 100 questões de múltipla escolha, sendo oito de língua portuguesa, quatro de atualidades, dez de direito constitucional e ministério público, oito de direito administrativo, 12 de direito penal, 12 de direito processual penal, oito de direito civil, oito de direito processual civil, seis de direito da infância e juventude, 12 de tutela de interesses difusos e coletivos, quatro de direito comercial e empresarial, quatro de direitos humanos, e quatro de direito eleitoral.

Com duração máxima de cinco horas, a avaliação será aplicada no dia 30 de setembro, no período da tarde, nas cidades sedes das áreas regionais do MP/SP (Capital e Grande São Paulo, Araçatuba, Bauru, Campinas, Franca, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São José do Rio Preto, Sorocaba, Taubaté e Vale do Paraíba). 

O concurso do MP/SP ainda contará com provas escrita e discursiva, eliminatória e classificatória. Composta por cinco questões discursivas e duas redações técnicas, elas avaliarão o domínio do conhecimento jurídico e da prática processual, o desenvolvimento do tema na estrutura proposta, o domínio da norma-padrão, a adequação da linguagem jurídica, a articulação do raciocínio jurídico e a capacidade de argumentação, necessários ao desempenho do cargo.

A primeira redação versará sobre direito penal ou direito processual penal; enquanto que a segunda será sobre tutela dos interesses difusos e coletivos ou direito processual civil. As provas escrita e discursiva terão duração de quatro horas e serão realizadas na data prevista de 25 de novembro. 

 

Atribuições do analista jurídico do MP SP

 

Prestar auxílio técnico-jurídico às atividades processuais e extraprocessuais do Ministério Público; elaborar minutas de peças processuais, pareceres e outras manifestações próprias da função de execução, além de análises, estudos, exames, pesquisas, relatórios e trabalhos de natureza jurídica atinentes a feitos judiciais ou a procedimentos administrativos de alçada do Ministério Público; acompanhar o andamento de processos judiciais, inquéritos policiais ou civis ou procedimentos administrativos sob a presidência do Ministério Público, prestando informações ao membro do Ministério Público; auxiliar na realização de audiências, reuniões e sessões, referentes à execução de atividades processuais ou extraprocessuais do membro do Ministério Público; realizar diligências determinadas pelo membro do Ministério Público; assegurar a exatidão e o fluxo normal de ofícios, certidões, laudos, documentos, atestados, informações, circulares, processos judiciais e outros textos oficiais pertinentes aos membros do Ministério Público; preparar a entrada e saída de dados ou inserir dados em sistemas aplicados de recepção, controle e andamento de procedimentos administrativos e processos judiciais; elaborar ofícios, pareceres, planilhas, tabelas e gráficos, utilizando-se de diversos “softwares”; acompanhar publicações de interesse de sua área no Diário Oficial; receber restituir, sob supervisão, procedimentos e processos administrativos e judiciais; manter registro e controle das atividades desenvolvidas, apresentando os consequentes relatórios; cumprir, no que couber, as disposições aplicáveis aos Oficiais de Promotoria I e demais servidores, em especial as estabelecidas nos Atos Normativos que regulamentam as respectivas funções; realizar, mediante determinação superior, contatos com pessoas e organismos públicos ou privados para atender às necessidades de trabalho; executar demais tarefas correlatas a seu cargo que lhe forem atribuídas pelo órgão.

 

Continuar lendo

Atualizado: 16/07/2018 - 10:39

Concurso em Rio Claro SP reúne 14 oportunidades

A participação no concurso da Prefeitura Municipal de Rio Claro deverá ser garantida entre os dias 19 de julho e 20 de agosto

Níveis médio e superior

Por JCConcursos - Patricia Lavezzo

Serão abertas no dia 19 de julho as inscrições dos dois editais de concurso público da Prefeitura Municipal de Rio Claro, situada no Estado de São Paulo. Oportunidade é de 14 vagas, sendo uma reservada a pessoas com deficiência e duas para os negros. 

Para quem concluiu o ensino médio, as chances são para as funções de agente de fiscalização (2 vagas) e agente de mobilidade urbana (10). O salário inicial é de R$ 1.795,33 para carga horária semanal de 40 horas. 

O cargo de procurador judicial do município (2) requer nível superior em direito e registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A remuneração é de R$ 3.055,01 para jornada de trabalho de 40 horas semanais. 

Além dos vencimentos, a Prefeitura de Rio Claro ainda oferece aos seus funcionários o benefício do vale-alimentação.

 

Como participar do concurso da Prefeitura de Rio Claro SP

 

As inscrições deverão ser realizadas até o dia 20 de agosto, exclusivamente pela internet, através do endereço eletrônico do Instituto Mais (www.institutomais.org.br), organizador do processo de seleção. Os valores da taxa de participação são de R$ 55 para os postos de ensino médio e R$ 69 para nível superior. 

APOSTILA CONCURSO PREFEITURA DE RIO CLARO/SP 2018 - AGENTE FISCALIZAÇÃO/MOBILIDADE URBANA

Os candidatos poderão se inscrever para até dois cargos, desde que a prova objetiva seja aplicada em horários distintos, especificados a seguir: período da manhã para agente de mobilidade urbana e procurador judicial do município; e à tarde para agente de fiscalização. 

 

Provas do concurso da Prefeitura de Rio Claro SP

 

A prova objetiva de múltipla escolha, de caráter eliminatório e classificatório, será aplicada no dia 14 de outubro, em locais e horários a serem comunicados, oportunamente, no edital de convocação, a ser publicado nos sites do Instituto Mais e da Prefeitura de Rio Claro (www.rioclaro.sp.gov.br).

Para ensino médio, o exame será composto por 40 questões, sendo dez de língua portuguesa, cinco de matemática, cinco de atualidades, cinco de noções de informática e 15 de conhecimentos específicos. Já para nível superior, serão 50 questões, sendo dez de língua portuguesa, dez de conhecimentos básicos de legislação municipal e 30 de conhecimentos específicos. 

Os candidatos que pleiteiam o cargo de procurador ainda serão avaliados por meio de prova dissertativa, eliminatória e classificatória; e análise de títulos, unicamente classificatória. 

Continuar lendo

Atualizado: 11/07/2018 - 11:22

DAAE de Rio Claro SP: concurso reúne 15 vagas

Ofertas do concurso do Departamento Autônomo de Água e Esgoto (DAAE) de Rio Claro são para candidatos de todos os níveis de escolaridade. Inscrições serão recebidas até 9 de agosto

Ganhos de até R$ 4,9 mil

Por JCConcursos - Patricia Lavezzo

No interior do Estado de São Paulo, a cerca de 176 km da capital, o Departamento Autônomo de Água e Esgoto (DAAE) de Rio Claro abriu as inscrições do concurso público que preencherá 15 vagas do seu quadro de efetivos. 

Quem concluiu o ensino fundamental e possui carteira de habilitação nas categorias “A” e “B” pode se inscrever para a função de operador de saneamento (1 vaga), cujo salário inicial é de R$ 1.227,21. 

Os cargos de agente administrativo (1), agente comercial (2), técnico de manutenção e operação (2), técnico de projetos (1), técnico de tratamento de água e laboratório (1), técnico em eletricidade (1) e técnico em enfermagem (1) exigem ensino médio e/ou curso técnico. Os vencimentos oscilam entre R$ 1.436,05 e R$ 2.156,95. 

Nível superior é requisito para os postos de analista de relações sociais (1), analista de tecnologia da informação (1), engenheiro (2) e procurador jurídico (1). As remunerações são de R$ 3.235,41 para analistas e R$ 4.941,88 para os demais empregos. 

APOSTILA CONCURSO DAAE RIO CLARO/SP 2018 - AGENTE ADMINISTRATIVO E COMERCIAL E OPERADOR DE SANEAMENTO 

O DAAE de Rio Claro ainda oferece aos seus servidores o benefício de vale-alimentação no valor de R$ 390. 

 

Inscrição no concurso do DAAE de Rio Claro SP

 

Para participar basta preencher a ficha cadastral no endereço eletrônico do Instituto Mais (www.institutomais.org.br) e efetuar o pagamento da taxa, nos valores de R$ 42 para ensino fundamental, R$ 55 para nível médio/técnico e R$ 69 para formação superior. O prazo se encerrará às 17h do dia 9 de agosto. 

Serão aceitas inscrições para mais de um cargo, desde que a prova objetiva seja aplicada em horário distinto, especificado a seguir: período da manhã para operador de saneamento, agente administrativo, analista de relações sociais, analista de tecnologia da informação, engenheiro e procurador jurídico; e à tarde para agente comercial, técnico de manutenção e operação, técnico de projetos, técnico de tratamento de água e laboratório, técnico em eletricidade e técnico em enfermagem. 

 

Provas do concurso do DAAE de Rio Claro SP

 

Prevista para o dia 16 de setembro, a prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, será composta por questões de múltipla escolha que versarão sobre as disciplinas de língua portuguesa, matemática, atualidades, noções de informática, rotinas administrativas, conhecimentos básicos de legislação e/ou conhecimentos específicos. 

Os candidatos inscritos no concurso do DAAE de Rio Claro para o cargo de procurador jurídico ainda serão avaliados por meio de prova dissertativa, eliminatória e classificatória; e análise de títulos, unicamente classificatória. 

Continuar lendo

Atualizado: 11/07/2018 - 10:35

Concurso TRT SP: publicada convocação para as provas

Com mais de 162 mil inscritos, ofertas do concurso são para profissionais de níveis médio, técnico e superior. Salários variam de R$ 7,5 mil a R$ 13,6 mil

Técnico e analista

Por JCConcursos - Samuel Peressin

Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT SP), com sede na capital paulista, publicou o edital de convocação para as provas objetiva, discursiva e de redação. Elas serão aplicadas no dia 22 de julho (domingo) nas cidades de São Paulo, Osasco, Taboão da Serra, São Bernardo do Campo e Guarulhos.

A avaliação objetiva cobrará a resolução de 60 questões para técnico e de 70 para analista. A redação, por sua vez, deverá conter entre 20 e 30 linhas. Os participantes terão quatro horas e meia para concluir os exames.

O conteúdo programático inclui língua portuguesa, matemática/raciocínio lógico, informática, noções sobre direitos das pessoas com deficiência, legislação e ética no serviço público e conhecimentos específicos.

O edital de convocação, contendo os locais e horários das provas, deve ser consultado no endereço eletrônico da Fundação Carlos Chagas (www.concursosfcc.com.br), banca organizadora do certame. 

O processo seletivo inclui, ainda, testes prático e físico para técnico - especialidade segurança, em datas a serem definidas. 

 

APOSTILA CONCURSO TRT2/SP 2018 - ANALISTA E TÉCNICO JUDICIÁRIOS
CURSO ONLINE TRT2/SP 2018 - ANALISTA E TÉCNICO JUDICIÁRIO

 

concurso do TRT SP preencherá 320 vagas, além de formar cadastro reserva (CR). As oportunidades são para carreiras de técnico (salários entre R$ 7.592,53 e R$ 8.650,18) e analista (de R$ 11.890,83 a R$ 13.626,14), com exigência de ensino médio e superior, respectivamente. Os vencimentos já incluem o auxílio-alimentação de R$ 884 e foram atualizados conforme retificação do edital divulgada em 17 de maio.

Do total de empregos em disputa, o edital reserva 63 a candidatos que se declararem negros e 18 a pessoas com deficiência.

Além da cidade de São Paulo, o TRT/2 tem jurisdição sobre a região metropolitana da capital e a Baixada Santista.

O certame recebeu o total de 162.340 inscritos, sendo 85.998 somente para técnico judiciário - área administrativa e 30.370 para analista judiciário - área judiciária. A estatística de candidatos por opção pode ser conferida no site da banca organizadora. 

 

Vagas no concurso do TRT SP 2018

 

As chances para técnico estão distribuídas entre as áreas administrativa (144 postos), telefonia (1), segurança (35), enfermagem (CR) e tecnologia da informação (1) - as duas últimas especialidades também requerem formação técnica.

 

Já para analista, há ofertas em 20 áreas: judiciária (53), oficial de justiça avaliador federal (54), administrativa (27), contabilidade (1), arquivologia (CR), biblioteconomia (1), enfermagem (CR), enfermagem (CR), especialidade engenharia (CR), engenharia - segurança do trabalho (CR), estatística (CR), medicina (CR), medicina - cardiologia (CR), medicina - clínico geral (CR), medicina do trabalho (CR), medicina - psiquiatria (CR), nutrição (CR), psicologia (CR), serviço social (1), tecnologia da informação (1) e história (1).    

 
Ads

Prepare-se para o concurso do TRT/SP

A Central de Concursos oferece curso preparatório 100% presencial, com 28 anos de experiência em aprovação. Antecipe seus estudos e garanta sua vaga! Confira.  


PROVA ANTERIOR DO CONCURSO TRT/SP

 

 

O concurso terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do Tribunal Regional do Trabalho 2ª Região de São Paulo, de acordo com o edital.

 

Concurso TRT SP 2018: atribuições do técnico - área administrativa (144 vagas)

 

Prestar apoio técnico e administrativo pertinente às atribuições das unidades organizacionais; executar tarefas de apoio à atividade judiciária; arquivar documentos; efetuar tarefas relacionadas à movimentação e à guarda de processos e documentos; atender ao público interno e externo; classificar e autuar processos; realizar estudos, pesquisas e rotinas administrativas; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

 

Atribuições do técnico - especialidade segurança (35 vagas) no concurso do TRT2 SP

 

I - Atuar na segurança dos magistrados, servidores e demais autoridades na área de jurisdição do órgão e em qualquer localidade do território nacional, quando autorizado pelo Presidente do Tribunal; II - realizar a segurança de magistrados e servidores no exercício de suas funções institucionais; III - atuar na preservação da ordem em recintos oficiais, conduzindo à autoridade policial, pessoas em situação de flagrante delito, ou ato infracional, ou, ainda, por determinação de autoridade judiciária; IV - realizar a guarda e vigilância dos bens móveis e imóveis do Tribunal, bem como auxiliar na segurança do patrimônio intelectual e imaterial; V - auxiliar, quando solicitado pela Presidência do Tribunal, na segurança das equipes de trabalho executantes das políticas institucionais e de erradicação do trabalho análogo ao de escravo e infantil, em cooperação com outros Órgãos. VI - realizar ações da atividade de inteligência destinadas a instrumentalizar o exercício da segurança institucional, produzindo conhecimentos e informações que subsidiem ações, de forma a neutralizar e coibir ameaças e atos criminosos na esfera de competência do Tribunal; VII - realizar investigações preliminares de interesse institucional, quando autorizadas pela Presidência do Tribunal; VIII - auxiliar na escolta de presos nas dependências do Tribunal; IX - fiscalizar as atividades de controle de acesso, circulação e permanência de pessoas, materiais, equipamentos e volumes nas dependências do Tribunal; X - conduzir, utilizando técnicas de segurança e prevenção, veículos em missão oficial; XI - executar ações de prevenção e combate a incêndio e outros sinistros de qualquer natureza, bem como atendimento a primeiros socorros; XII - executar a gestão e fiscalização dos contratos de segurança, conforme o caso; XIII - cooperar com outros órgãos de esfera pública, quando autorizado pela Presidência do Tribunal; XIV - executar outras tarefas de interesse institucional, mediante autorização expressa do Presidente do Tribunal; sem prejuízo das atribuições descritas no Ato CSJT.GP.SG.CGPES n.° 193/2008, para servidores ocupantes da área de segurança.

 

Concurso TRT SP 2018: atribuições do analista - área administrativa (27 vagas)

 

Realizar tarefas relacionadas à administração de recursos humanos, materiais, patrimoniais, orçamentários e financeiros, de desenvolvimento organizacional, licitações e contratos, contadoria e auditoria; emitir informações e pareceres; elaborar, analisar e interpretar dados e demonstrativos; elaborar, implementar, acompanhar e avaliar projetos pertinentes à área de atuação; elaborar e aplicar instrumentos de acompanhamento, avaliação, pesquisa, controle e divulgação referentes aos projetos desenvolvidos; atender ao público interno e externo; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

 

Conteúdo programático parcial para o concurso do TRT 2ª Região

 

Língua portuguesa – Interpretação de texto. Argumentação. Pressupostos e subentendidos. Níveis de linguagem. Articulação do texto: coesão e coerência. Termos da oração. Processos de coordenação e subordinação. Discurso direto e indireto. Tempos, modos e vozes verbais. Classes de palavras. Flexão nominal e verbal. Concordância nominal e verbal. Regência nominal e verbal. Ocorrência da Crase. Ortografia e acentuação. Pontuação. Equivalência e transformação de estruturas. Redação.

 

Matemática e raciocínio lógico-matemático – Números inteiros e racionais: operações (adição, subtração, multiplicação, divisão, potenciação); expressões numéricas; múltiplos e divisores de números naturais; problemas. Frações e operações com frações. Números e grandezas proporcionais: razões e proporções; divisão em partes proporcionais; regra de três; porcentagem e problemas. Estrutura lógica de relações arbitrárias entre pessoas, lugares, objetos ou eventos fictícios; deduzir novas informações das relações fornecidas e avaliar as condições usadas para estabelecer a estrutura daquelas relações. Compreensão e elaboração da lógica das situações por meio de: raciocínio verbal, raciocínio matemático, raciocínio sequencial, orientação espacial e temporal, formação de conceitos, discriminação de elementos. Compreensão do processo lógico que, a partir de um conjunto de hipóteses, conduz, de forma válida, a conclusões determinadas.

 

Informática – Noções de sistema operacional (ambientes Linux e Windows 7, 8 e 10). Edição de textos, planilhas e apresentações (ambientes Microsoft Office 2010, 2013 e LibreOffice 5 ou superior). Redes de computadores: Conceitos básicos, ferramentas, aplicativos e procedimentos de Internet e Intranet; Programas de navegação (Microsoft Internet Explorer, Mozilla Firefox e Google Chrome); Programas de correio eletrônico (Microsoft Outlook e Mozilla Thunderbird); Sítios de busca e pesquisa na Internet; Grupos de discussão; Redes sociais; Computação na nuvem (cloud computing). Conceitos de organização e de gerenciamento de informações, arquivos, pastas e programas. Segurança da informação: Procedimentos de segurança; Noções de vírus, worms e outras pragas virtuais; Aplicativos para segurança (antivírus, firewall, antispyware etc.); Procedimentos de backup; Armazenamento de dados na nuvem (cloud storage).

 

Noções sobre direitos das pessoas com deficiência (Resolução CNJ nº 230/2016 - art. 19) – Inclusão, direitos e garantias legais e constitucionais das pessoas com deficiência (Lei nº 13.146/2015; Lei nº 11.126/2005 e Constituição Federal). Normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida (Lei nº 10.098/2000 e Decreto 5.296/2004). Prioridade de atendimento às pessoas portadoras de deficiência (Lei nº 10.048/2000 e Decreto 5.296/2004). Direitos no sistema de transporte coletivo (Lei nº 8.899/1994) e Decreto 3.691/2000). Símbolo de identificação de pessoas portadoras de deficiência auditiva (Lei nº 8.160/1991). Normas de apoio às pessoas portadoras de deficiência e sua integração social (Lei nº 7.853/1989 e Decreto 3.298/1999).

 

Legislação e ética no serviço público – Ética e moral. Ética, princípios e valores. Ética e democracia: exercício da cidadania. Ética e função pública. Ética no Setor Público: Estatuto de Ética Profissional do Servidor do TRT da 6ª Região. Lei nº 8.112/1990 e alterações posteriores: Provimento, vacância, remoção, redistribuição e substituição; Direitos e vantagens; Regime disciplinar: deveres, proibições, acumulação, responsabilidades, penalidades, processo administrativo disciplinar. Lei nº 8.429/1992 e alterações posteriores: disposições gerais, atos de improbidade administrativa.

APOSTILAS CONCURSO TRT2 2018 - TÉCNICO E ANALISTA JUDICIÁRIOS

Confira o conteúdo programático completo para a prova do concurso do TRT/SP 2018

Continuar lendo

Atualizado: 11/07/2018 - 09:59

Concurso em Urânia SP inscreve para 80 vagas

A participação no concurso da Prefeitura Municipal de Urânia deverá ser garantida até o dia 29 de julho. Os salários iniciais chegam a R$ 6,7 mil

Todos os níveis

Por JCConcursos - Patricia Lavezzo

Já estão abertas as inscrições do concurso público da Prefeitura Municipal de Urânia, situada no interior do Estado de São Paulo. São oferecidas 80 vagas, sendo 26 imediatas e 54 para formação de cadastro reserva de eventuais oportunidades

Candidatos que têm o ensino fundamental incompleto podem concorrer para as funções de auxiliar de serviços especiais (5 vagas + 20 CR), auxiliar de serviços gerais (5 + 16 CR) e operador de máquinas (1 + 2 CR). Os respectivos salários iniciais são de R$ 1.016,91, R$ 954 e R$ 1.260,31. 

Aqueles que concluíram o ensino médio estão aptos ao emprego de escriturário (3 + 3 CR), cujo vencimento é de R$ 1.131,71. 

Os cargos de técnico em enfermagem (2 + 3 CR) e técnico em radiologia (2 + 1 CR) requerem curso técnico na área e pagam R$ 1.421,74 e R$ 1.180,93, respectivamente. 

Quem tem o nível superior pode se inscrever para os postos de assessor jurídico (2 + 2 CR), assistente social (1 + 1 CR), cirurgião dentista (1 + 1 CR), farmacêutico (1 + 1 CR), médico clínico geral (2 + 2 CR), monitor de práticas esportivas (1 + 1 CR) e nutricionista (1 CR). As remunerações variam de R$ 1.464,54 a R$ 6.761,88. 

 

Etapas do concurso da Prefeitura de Urânia SP

 

A empresa responsável pela organização e execução do processo de seleção é a Seta Consultoria. O formulário de inscrição estará disponível na página eletrônica www.setaconcurso.com.br até o dia 29 de julho. O valor da taxa de participação oscila entre R$ 35 e R$ 70. 

Todos os candidatos serão avaliados por meio de prova objetiva, a ser realizada no dia 19 de agosto. O posto de auxiliar de serviços gerais terá sua prova aplicada em horário distinto dos demais cargos, possibilitando a inscrição para até dois cargos. 

A prova terá duração máxima de três horas e contemplará questões de múltipla escolha sobre as matérias de língua portuguesa, matemática, políticas públicas de saúde e/ou conhecimentos específicos. 

Os participantes que pleiteiam o cargo de assessor jurídico também realizarão a prova discursiva na mesma data da objetiva. Ela será composta de uma peça processual baseada no conteúdo programático específico. 

O concurso da Prefeitura de Urânia ainda contará com as seguintes fases: prova prática para o cargo de operador de máquinas; e análise de títulos para assessor jurídico. 

Continuar lendo

Atualizado: 10/07/2018 - 10:45

CORE SP: contratada BANCA organizadora de novo concurso

Concurso do Core/SP (Conselho Regional dos Representantes Comerciais do Estado de São Paulo) terá oportunidades nos níveis fundamental, médio e superior

33 vagas

Por JCConcursos - Camila Diodato

O Conselho Regional dos Representantes Comerciais do Estado de São Paulo (Core/SP) contratou a banca organizadora do seu novo concurso público, com 33 vagas imediatas e cadastro reserva para todos os cargos. A empresa escolhida é a Inaz do Pará, que agora deve definir o cronograma e divulgar o edital no decorrer das próximas semanas.

Candidatos com ensino fundamental poderão concorrer ao empregos de copeiro (1 oportunidade; salário de R$ 1.429,09) e office-boy (1; R$ 1.429,09). Ambas as funções serão lotadas na cidade de São Paulo.

As chances com exigência de nível médio serão as de operador de teleatendimento (2; R$ 2.571,36), telefonista (2; R$ 2.571,36), motorista (1; R$ 2.828,49), fiscal (2; R$ 2.828,49) e técnico de TI (1; R$ 3.438,03). Os três primeiros postos ficarão para São Paulo, enquanto os demais para Araraquara e Bauru, respectivamente.

Ainda para quem possui curso de nível médio, o concurso do Core/SP terá 19 ofertas para assistente administrativo nos seguintes municípios: São Paulo (10), Campinas (1), Bauru (1), Ribeirão Preto (1), Presidente Prudente (2), Araraquara (2), Sorocaba (1) e Santos (1). A remuneração inicial equivale a R$ 2.828,49 por mês.

Os cargos de assistente jurídico (2; R$ 5.382,85), contador (1; R$ 5.382,85) e analista de TI (1; R$ 5.382,85) se destinarão aos concurseiros com formação superior em áreas específicas. Tais postos serão para a capital paulista.

Para todas as funções do concurso do Core/SP, as jornadas semanais de trabalho correspondem a 40 horas.

A previsão é que as taxas custem R$ 40 (nível fundamental), R$ 57,33 (médio) e R$ 75,33 (superior). Há uma expectativa de que o certame receba 11.860 inscrições.

 

Etapas do concurso do Core/SP

 

Consta no edital de licitação que o processo seletivo compreenderá prova objetiva com questões de múltipla escolha para todas as carreiras e teste discursivo para as que necessitam de graduação.

O exame dos postos de nível fundamental apresentará dez perguntas de língua portuguesa, dez de raciocínio lógico e 20 de conhecimentos gerais, enquanto para as posições de ensino médio serão dez de língua portuguesa, cinco de raciocínio lógico, cinco de informática e 20 de conhecimentos específicos.

Já a avaliação dos cargos que exigem formação superior será composta de dez itens de língua portuguesa, dez de informática e 30 de conhecimentos específicos.

Continuar lendo

Atualizado: 06/07/2018 - 11:13

Concurso ALESP: divulgada AUTORIZAÇÃO para vários cargos

Novo concurso da Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo) deve ter oportunidades para técnico, analista e procurador

Organizadora em breve

Por JCConcursos - Camila Diodato

Finalmente, depois de uma longa espera, a Assembleia Legislativa de Sâo Paulo (Alesp) avançou com os preparativos do seu novo concurso público. Saiu no Diário Oficial, da edição de 5 de julho, a autorização para a abertura do certame.

Não foram revelados muitos detalhes sobre o processo seletivo, mas sim que haverá vagas imediatas e de cadastro reserva para os cargos que pertencem ao seu quadro de pessoal, que é composto pelas carreiras de técnico, analista e procurador.

Para técnico, há funções com exigência de níveis médio e/ou técnico, enquanto o analista apresenta especialidades que aceitam candidatos com formação superior em diversas áreas de atuação. A colocação de procurador do concurso da Alesp requer ensino superior em direito e inscrição, há no mínimo dois anos, na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

O vencimento inicial oferecido é de R$ 6.642,70 para técnico e R$ 10.885,29 para analista. No decorrer da carreira, os servidores contam com reajustes salariais que apresentam 20 níveis.

Vale ressaltar que o documento autorizativo publicado também há a informação que o órgão está liberado para iniciar o processo de escolha da banca organizadora, o que deverá ocorrer em breve.

Estrutura remuneratória dos cargos do concurso da Alesp

No caso do técnico, a remuneração atual tem as seguintes alterações: nível 02 – R$ 6.746,85; 03 – R$ 6.854,92; 04 – R$ 6.967,05; 05 – R$ 7.083,37; 06 – R$ 7.204,05; 07 – R$ 7.329,28; 08 – R$ 7.459,19; 09 – R$ 7.593,97; 10 – R$ 7.733,79; 11 – R$ 7.878,88; 12 – R$ 8.029,38; 13 – R$ 8.185,56; 14 - R$ 8.347,58; 15 – R$ 8.515,68; 16 – R$ 8.690,08; 17 – R$ 8.871,01; 18 – R$ 9.058,73; 19 – R$ 9.253,48; e 20 – R$ 9.455,55.

Já para o analista: 02 – R$ 11.095,91; 03 – R$ 11.314,43; 04 – R$ 11.541,15; 05 – R$ 11.776,38; 06 – R$ 12.020,41; 07 – R$ 12.273,62; 08 – R$ 12.536,30; 09 – R$ 12.808,83; 10 – R$ 13.091,60; 11 – R$ 13.384,97; 12 – R$ 13.689,34; 13 – R$ 14.005,11; 14 – R$ 14.332,73; 15 – R$ 14.672,64; 16 – R$ 15.025,29; 17 – R$ 15.391,18; 18 – R$ 15.770,76; 19 – R$ 16.174,61; e 20 – R$ 16.573,19.

A carreira de procurador conta com níveis, sendo estes: 01 - R$ 18.772,15; 02 - R$ 19.109,69; 03 - R$ 19.459,86; 04 - 19.823,15; 05 - 20.199,98; 06 - 20.590,97; 07 - R$ 20.996,57; 08 - R$ 21.417,37; 09 - 21.853,90; 10 - 22.306,78; 11 - R$ 22.776,62; 12 - R$ 23.264,02; 13 - R$ 23.769,68; 14 - R$ 24.294,27; e 15 - R$ 24.838,47.

Nesses valores não está incluso o vale-refeição diário de R$ 41,24 que, se considerados 22 dias, corresponde a R$ 907,28.

Defasagem de pessoal e novo concurso da Alesp

Agora, o próximo passo para a abertura do concurso da Alesp é definir a quantidade de vagas e as especialidades dos cargos. Mas dá para ter uma noção das oportunidades que serão contempladas com base na quantidade de postos vagos.

Consta no site da Alesp que, no momento, há um déficit de 340 profissionais, sendo 86 analistas legislativos, dois procuradores e 252 técnicos legislativos.

Últimos concursos da Alesp

As seleções anteriores da Assembleia ocorreram em 2010 e 2012, e ambas foram organizadas pela Fundação Carlos Chagas.

Na de 2010, havia oportunidades para agente técnico legislativo (atualmente chamado de analista legislativo), para agente legislativo de serviços técnicos e administrativos (técnico legislativo) e para procurador. As chances estavam distribuídas em diversas especialidades.

Em 2012, foram abertas ofertas apenas para analista nas áreas de taquígrafo e cirurgião-dentista, além de técnico na função de técnico em enfermagem.

Continuar lendo

Atualizado: 06/07/2018 - 10:55

Alesp APROVA criação de 210 vagas no TJ SP

Agora, o projeto segue para sanção do governador Márcio França. Somente para escrevente técnico judiciário são mais 90 postos

Escreventes e juízes

Por JCConcursos - Fernando Cezar Alves

O plenário da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) aprovou, na última quarta-feira, 4 de julho, o projeto de lei complementar 14/2017, encaminhado em maio de 2017 pelo então presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ/SP), desembargador Paulo Dimas de Bellis Mascaretti, que trata da criação de 210 vagas no quadro de pessoal para o órgão. Do total, 120 são para preenchimento por meio de concursos públicos e 90 para a carreira comissionada de assistente jurídicos. Agora, o texto segue para sanção do governador Márcio França, que deve ocorrer nos próximos dias.

Das oportunidades para novos concursos, 30 são para a carreira de juiz substituto e 90 para o cargo de escrevente técnico judiciário, que poderão ser preenchidas por aprovados do último concurso, em validade para a capital e Grande São Paulo, ou destinadas para o novo certame, em pauta, para o interior e litoral.

O objetivo do novo projeto é dar celeridade ao processo de criação de pelo menos parte das vagas previstas em outra proposta, o projeto de lei complementar 26/13, que cria 285 postos para escreventes. Além destes, um terceiro projeto tramita, na Alesp, o PLC 44/2016, que conta com mais 188 vagas para escreventes.

De acordo com as justificativas do PLC apresentadas pelo presidente do TJ/SP, “todos os cargos foram destacados do PLC 26/2013 e são prioritários para melhor estruturar os quadros de magistrados e servidores em segundo grau do Tribunal de Justiça, devido ao congestionamento processual, como forma de atender a demanda crescente e a necessidade de tornar mais acessível o judiciário à população”, diz. “A Constituição de São Paulo previu no artigo 72 e seus parágrafos, a possibilidade de criação do quadro próprio de juiz de direito substituto em segundo grau, para a substituição de membros dos tribunais ou nestes auxiliar, quando o acúmulo de feitos evidenciar a necessidade de sua atuação. O Tribunal de Justiça já vem se servindo da valiosa força de trabalho de juízes de direito substitutos em segundo grau e hoje há no seu quadro 85 cargos criados, que permanecem preenchidos, com grande proveito. Todavia, as únicas criações de cargos de juiz substituto em segundo grau remontam às leis complementares 646, de 8 de janeiro de 1990, com 60 cargos; 726, de 9 de setembro de 1993, com mais 25, que ocorreram há muito, época em que a distribuição de feitos era muito inferior à segunda instância, e em que o acerto era bem menor. Não se vislumbra outra alternativa ao monumental aumento de distribuição de recursos no Tribunal de Justiça, agora decorrente da implementação do “Processo 100% digital”, sob pena de se inviabilizar a redução dos gastos submetidos a julgamento em segundo grau, em  flagrante afronta ao primado da razoável duração do processo, tal como previsto no artigo 5, caput, inciso LXXVIII, da Constituição Federal, redação atribuída pela Emenda Constitucional 45”, diz o magistrado.           

     

Continuar lendo

Atualizado: 04/07/2018 - 11:08

Câmara de Tarumã SP realiza concurso com duas vagas

Concurso da Câmara de Tarumã preencherá postos de contador e procurador, ambos com salário de R$ 3,3 mil. Inscrições terminam em 8 de julho

Nível superior

Por JCConcursos - Samuel Peressin

Terminam no próximo domingo (8), às 23h59, as inscrições para o concurso da Câmara de Tarumã, em São Paulo, destinado a preencher duas vagas de nível superior.

 

Há ofertas para contador e procurador legislativo, ambas com vencimentos de R$ 3.314,16. A jornada de trabalho dos cargos corresponde a 40 e 20 horas, respectivamente. 

 

Os interessados em participar devem realizar cadastro pelo site da CMM Assessoria (http://www.cmmconcursos.com.br/), banca que organiza a seleção. O valor da taxa é de R$ 60.

 

 

Prova do concurso da Câmara de Tarumã 2018

 

 

Os candidatos serão avaliados em etapa única, por meio de prova objetiva com 40 questões de múltipla escolha e duração de três horas.

 

Marcado para 22 de julho, o exame trará perguntas sobre língua portuguesa, informática e conhecimentos gerais e específicos. 

 

De acordo com o edital, o concurso da Câmara de Tarumã terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do Legislativo.

 

 

Concurso Câmara Tarumã: principais atribuições do contador

 

 

Supervisionar, coordenar e executar serviços inerentes ao setor de contabilidade, classificando documentos e efetuando conciliações de contas, a fim de identificar e providenciar ajustes necessários; Supervisionar e efetuar todo o processo de contabilidade da Câmara de Tarumã, desde o empenho, controle de contas a pagar, pagamentos e contabilização, folha de pagamento de servidores e agentes políticos; Prestar assessoramento ao Presidente, à Mesa, às Comissões Permanentes e temporárias, aos vereadores e aos demais servidores sobre matéria contábil, financeira, patrimonial, orçamentária e tributária; Compilar informações de ordem contábil para orientar decisões;  Elaborar planos de contas e normas de trabalho de contabilidade; Escriturar e/ou orientar a escrituração de livros contábeis de escrituração cronológica ou sistemática; Entre outras atividades. 

 

 

Principais atribuições do procurador no concurso da Câmara de Tarumã 2018

 

 

Representar a Câmara da qual é mandatário em todos os atos em que for parte, autora ou ré, assessorando juridicamente as comissões, acompanhando processos judiciais e administrativos, emitindo pareceres, dando consultas e redigindo recursos, petições e contratos, para assegurar à administração, os direitos pertinentes ou defender seus interesses; Determinar, assessorar ou efetuar a representação judicial e extrajudicial da Câmara Municipal, e o assessoramento à Presidência e à Mesa Diretora em assuntos de natureza jurídica; Prestar assessoramento jurídico em questões trabalhistas ligados a administração de pessoal, examinando os respectivos processos e emitindo pareceres, para instruir juridicamente os despachos e decisões da Câmara de Tarumã; Assessorar e auxiliar a Mesa Diretora em suas diretrizes legais e jurídicas e em todas as questões que lhe competir; Entre outras atividades.

Continuar lendo

Atualizado: 03/07/2018 - 10:42

Concurso em Pereira Barreto SP encerra inscrições em 5/7

Chances no concurso da Prefeitura de Pereira Barreto, no interior paulista, estão distribuídas entre 17 cargos destinados a profissionais de todas as escolaridades

Salários até R$ 3,5 mil

Por JCConcursos - Samuel Peressin

Terminam na próxima quinta-feira (5), às 23h59, as inscrições para o concurso da Prefeitura de Pereira Barreto, no interior paulista, destinado a formar cadastro reserva em 17 cargos. Os salários variam de R$ 1.336,35 a R$ 3.549,96. 

 

Profissionais com nível fundamental incompleto podem concorrer como auxiliar de serviços gerais, operador de equipamentos rodoviário, pedreiro, pintor e serviços gerais, enquanto aqueles que concluíram esse ciclo escolar têm opção como inspetor de alunos. 

 

Ensino médio é requisito do concurso da Prefeitura de Pereira Barreto para agente comunitário de saúde, agente de saneamento, assistente administrativo e auxiliar de saúde bucal.

 

Em nível superior há ofertas para professor de educação básica, professor de educação infantil, creche e educação de jovens e adultos, dentista - 4 horas, dentista - 8 horas, enfermeiro, farmacêutico e procurador do município.

 

 

Inscrições e etapas do concurso da Prefeitura de Pereira Barreto 2018

 

 

Com taxas entre R$ 45 e R$ 83, as inscrições devem ser efetuadas mediante o preenchimento de formulário disponível no site da Fundação Vunesp (www.vunesp.com.br), banca que organiza a seleção. 

 

O processo seletivo envolverá provas objetiva (todas as vagas) e discursiva (farmacêutico e procurador), ambas em 2 de setembro, além de avaliações prática (operador de equipamentos rodoviários e assistente administrativo), de títulos (professor), em datas a serem definidas.

 

De acordo com o edital, o concurso da Prefeitura de Pereira Barreto terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do governo municipal.

 

 

Concurso Prefeitura Pereira Barreto: atribuições do auxiliar de serviços gerais 

 

 

Efetuar limpeza e conservação de salas, prédios e afins; Auxiliar outros servidores nas atividades de carregamento, descarregamento e entrega de equipamentos, materiais e mercadorias, perecíveis ou não, utilizar do esforço físico e de recursos tecnológicos; Executar sob orientação do profissional responsável tarefas operacionais específicas ao setor em que está lotado, limpeza ou auxiliar nos serviços de cozinha; Distribuir refeições, colocando-as em recipientes apropriados, zelar pelo padrão de atendimento do público alvo.
 

Continuar lendo

Atualizado: 03/07/2018 - 09:56

ARES-PCJ SP: divulgado novo edital de concurso

Oferta no concurso da Agência Reguladora é de seis vagas para os cargos de assistente administrativo, analista de fiscalização e regulação e procurador jurídico

Níveis médio e superior

Por JCConcursos - Patricia Lavezzo

No Estado de São Paulo, a Agência Reguladora dos Serviços de Saneamento das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (ARES-PCJ) divulgou um novo edital de concurso público para provimento de seis vagas do seu quadro de pessoal. 

O cargo de assistente administrativo (2 vagas) exige diploma de conclusão de curso de ensino médio e carteira de habilitação na categoria “B”. O salário inicial é de R$ 2.840,82. 

Candidatos que têm o nível superior e carteira de habilitação na categoria “B” estão aptos às carreiras de procurador jurídico (1) e analista de fiscalização e regulação nas áreas de engenharia civil (1) e contábil, economia e administração (2). As remunerações são de R$ 7.646,26 para analista e R$ 9.320,74 para procurador. 

Além dos vencimentos, a ARES-PCJ ainda oferece para os seus servidores os seguintes benefícios: R$ 550 de auxílio-alimentação; R$ 167,68 de auxílio-transporte; e reembolso de plano de saúde individual ao empregado e aos seus dependentes legais.

APOSTILA CONCURSO ARES/PCJ 2018 - ASSISTENTE ADMINISTRATIVO E ANALISTA DE FISCAL. E REGULAÇÃO

De acordo com o edital, o candidato aprovado e contratado, pelo regime celetista, deverá prestar serviços dentro do horário estabelecido pela ARES-PCJ, podendo ser diurno e/ou noturno, em dias de semana, sábados, domingos e/ou feriados.

 

Etapas do concurso da ARES-PCJ SP

 

As inscrições serão recebidas entre os dias 5 de julho e 6 de agosto. A ficha cadastral estará disponível no endereço eletrônico da banca organizadora do processo de seleção, a Fundação Vunesp (www.vunesp.com.br). Os valores da taxa são de R$ 57 para ensino médio e R$ 83 para nível superior. 

Todos os participantes serão avaliados por meio de prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. Ela será composta por 50 questões de múltipla escolha, contará com duração máxima de quatro horas e será aplicada no município de Americana/SP no dia 16 de setembro. 

APOSTILA CONCURSO ARES/PCJ 2018 - ASSISTENTE ADMINISTRATIVO E ANALISTA DE FISCAL. E REGULAÇÃO

Para o cargo de ensino médio, a prova contará com 20 questões de língua portuguesa, dez de matemática, cinco de noções de informática, cinco de atualidades e dez de conceitos básicos de legislação. Já para nível superior, serão dez de língua portuguesa, cinco de língua inglesa e 35 de conhecimentos específicos. 

A etapa final do concurso da ARES-PCJ será a análise de títulos, unicamente classificatória, exclusiva para os postos de analistas e procurador jurídico.

Continuar lendo

Atualizado: 02/07/2018 - 16:12

BOTUPREV SP divulga edital de concurso com 30 vagas

As inscrições do concurso do Instituto de Previdência Social dos Servidores de Botucatu - BOTUPREV serão aceitas até o dia 22 de julho

Todos os níveis

Por JCConcursos - Patricia Lavezzo

No interior do Estado de São Paulo, o Instituto de Previdência Social dos Servidores de Botucatu, denominado BOTUPREV, abriu as inscrições de seu novo concurso público. Ao todo, serão preenchidas 30 vagas, sendo cinco imediatas e 25 para formação de cadastro reserva (CR) de eventuais oportunidades. 

O cargo de auxiliar de serviços gerais (1 vaga + 5 CR) exige diploma de conclusão de curso de ensino fundamental. O salário inicial é de R$ 1.064,77.

Aqueles que concluíram o ensino médio podem se inscrever para os empregos de agente administrativo (1 + 5 CR) e agente de benefícios (1 + 5 CR), cujo vencimento é de R$ 1. 245,61.

Quem tem o nível superior está apto às carreiras de contador (1 + 5 CR) e procurador jurídico (1 + 5 CR). A remuneração é de R$ 2.581,35.

O BOTUPREV ainda oferece para os seus servidores os seguintes benefícios: R$ 301,50 de vale-transporte; e vale-alimentação nos valores de R$ 663 para os cargos de ensinos fundamental e médio e R$ 601,80 para nível superior.

 

Etapas do concurso do BOTUPREV SP

 

Para participar basta preencher o formulário de inscrição no endereço eletrônico www.caipimes.com.br e efetuar o pagamento da taxa, que varia de R$ 40 a R$ 120. O prazo se encerrará no dia 22 de julho. 

APOSTILA CONCURSO BOTUPREV 2018 - AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS, AGENTE ADMINISTRATIVO E DE BENEFÍCIOS

Serão aceitas inscrições para dois cargos, desde que a prova objetiva seja aplicada em horários distintos, especificados a seguir: turno da manhã para agente administrativo e agente de benefícios; e à tarde para auxiliar de serviços gerais, contador e procurador jurídico. 

O concurso do BOTUPREV será constituído das seguintes avaliações: prova objetiva para todos dos cargos; e prova dissertativa (peça processual) e análise de títulos para procurador jurídico. Todas as provas serão aplicadas no município de Botucatu/SP no dia 19 de agosto.

A prova objetiva será composta por questões de múltipla escolha que versarão sobre as disciplinas de português, matemática, conhecimentos de informática e/ou conhecimentos específicos. 

O edital de convocação, contendo a confirmação da data e os locais e horários dos exames, será divulgado no site da banca organizadora do certame, a partir do dia 10 de agosto. 

Continuar lendo

Atualizado: 02/07/2018 - 16:00

Concurso Receita Federal: aumenta expectativa por aval

Oportunidades solicitadas ao Ministério do Planejamento são para as carreiras de auditor-fiscal e analista tributário. Iniciais do concurso da Receita serão de até R$ 16,2 mil

2.083 vagas solicitadas

Por JCConcursos - Camila Diodato

Um dos concursos mais aguardados para ser autorizado este ano é o daReceita Federal do Brasil (RFB). Segue em análise no Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) o pedido que visa a preencher 2.083 vagas em seu quadro de pessoal.

Dados indicam que a falta de servidores no órgão está cada vez mais crítica, ainda mais que a cada novo levantamento cresce o número de postos vagos. A tendência é que a quantidade de servidores fique cada vez mais escassa, caso uma nova seleção não ocorra.

APOSTILAS CONCURSO RECEITA FEDERAL 2018 - AUDITOR

CURSO ONLINE PARA CONCURSO RECEITA FEDERAL 2018 - AUDITOR FISCAL

Último levantamento, de dezembro de 2017, aponta que a Receita Federal tem 20.830 postos em aberto, número em constante crescimento. Do déficit de servidores, 10.922 são de auditores e 9.908 de analista. A situação pode ficar mais crítica, ainda mais que cerca de 20% do pessoal já está apto a se aposentar.

Pedido do concurso da Receita Federal 2018

Em maio de 2017, o Ministério da Fazenda encaminhou ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) pedido para que sejam liberadas à Receita Federal 2.083 oportunidades para auditor-fiscal e analista tributário.

Do total de ofertas requeridas para o concurso da Receita Federal, 630 são para auditor e 1.453 para analista. Ambas as carreiras aceitam profissionais com formação superior completa em diversas áreas de atuação. A remuneração inicial corresponde a R$ 16.201,64 e a R$ 9.714,42, respectivamente, já incluindo o vale-alimentação de R$ 458.

Veja também: simulado completo para o concurso da Receita 2018

Concurso da Receitra Federal para a área administrativa

Outra seleção aguardada é a que contempla 400 vagas para os cargos de assistente-técnico administrativo e analista administrativo, com lotação no quadro de pessoal da Receita Federal. Vale ressaltar que o lançamento do edital, assim que autorizado pelo MPDG, é feito pelo Ministério da Fazenda, que depois distribui as oportunidades para o seu quadro e o da RFB.

Para concorrer a assistente é necessário possuir ensino médio, sendo que o salário inicial, atualizado, é de R$ 4.137,97, considerando o vale-alimentação de R$ 458. Já a função de analista administrativo pede nível superior e oferece vencimento de R$ 5.490,09, incluindo o benefício.
Ads

Uma das vagas na Receita Federal será sua!

Essa é sua chance. São mais de 2 mil oportunidades com remuneração de até R$ 20.123. Garanta sua vaga e construa uma carreira de sucesso! Confira

Uma vez autorizado, o concurso contará com uma grande parte das vagas destinada para o Estado de São Paulo, por não ter sido contemplado na última seleção para os cargos administrativos.

Preparação para o concurso da Receita Federal 2018

Por ser considerado um dos concursos mais concorridos do Brasil, já que soma milhares de concorrentes, quem deseja conquistar um posto na RFB deve iniciar os estudos com antecedência. Em entrevista anterior ao JC, o auditor-fiscal da Receita Federal e ex-presidente do Sindifisco Nacional (Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil), Pedro Delarue, comentou que “as provas são disputadíssimas e as pessoas que estão estudando estão super preparadas, então, é necessário estudar bastante, já que há uma grande variedade de temas”.

Uma opção para se preparar para a seleção é analisar o conteúdo programático e as avaliações dos processos seletivos anteriores. 

Último concurso da Receita Federal

No caso de assistente técnico-administrativo, o concurso anterior ocorreu em 2014, sendo organizado pela Escola de Administração Fazendária (Esaf). A prova contou com 70 questões, sendo 50 de conhecimentos básicos e 20 de conhecimentos específicos. Em conhecimentos básicos foram 20 de língua portuguesa, dez de matemática e raciocínio lógico, dez de conhecimentos de informática e dez de atualidades. Em conhecimentos específicos, cinco de gestão de pessoas e atendimento ao público, cinco de ética do servidor na administração pública, cinco de administração pública brasileira e cinco do regime jurídico dos agentes públicos. Informática e atualidades contaram com peso um e as demais disciplinas, com peso dois.  

Prepare-se para o concurso Receita Federal

PROVA ANTERIOR CONCURSO RFB

Para analista técnico administrativo, a última seleção foi em 2013, também organizada pela Esaf. O cargo contou com duas provas, sendo a primeira com 65 questões de conhecimentos básicos e a segunda com 50 de conhecimentos específicos. Em conhecimentos gerais foram 15 de língua portuguesa, dez de atualidades, dez de raciocínio lógico quantitativo, dez de direito constitucional dez de direito administrativo e dez de informática básica. Língua portuguesa e conhecimentos específicos tiveram peso dois, enquanto as demais disciplinas contaram com peso um. Além disso, os candidatos foram submetidos a uma prova discursiva.

Saiba mais sobre o concurso da Receita Federal 2018


Continuar lendo

Atualizado: 02/07/2018 - 15:52

São Joaquim da Barra SP fará concurso para 71 vagas

Seleção contará com oportunidades para diversos cargos, com opções em todos os níveis de escolaridade. Em fase de licitação

Iniciais até R$ 13,3 mil

Por JCConcursos - Fernando Cezar Alves

A prefeitura de São Joaquim da Barra, no interior paulista, a 396 km da capital e próxima de Franca, realizará concurso público para o preenchimento de 71 vagas em seu quadro de pessoal. Do total de oportunidades, seis são para cargos com exigência de ensino fundamental incompleto, oito para fundamental completo, 21 para ensino médio e 36 para nível superior, com remunerações iniciais que variam de R$ 1.069,61 a R$ 13.365,96, com jornadas de trabalho de 10 a 44 horas semanais.


O processo está em fase de escolha da banca organizadora, que está sendo feito pelo critério de pregão presencial, com abertura das propostas marcada para ocorrer no próximo dia 17 de julho. Somente após a confirmação da empresa poderá ser definida a data de publicação do edital de abertura de inscrições.

 

Ensino Fundamental Incompleto
Quem possui ensino fundamental incompleto poderá concorrer aos cargos de operador de máquinas e equipamentos sênior (1 vaga, com carteira de habilitação “C” ou superior, R$ 1.674,11, com jornada de trabalho de 44 horas semanais), encanador sênior (1, R$ 1.533,53, 44 horas), pedreiro (3, R$ 1.413,01, 44 horas) e pintor de paredes (1, R$ 1.378,14, 44 horas).

 

Ensino Fundamental Completo
Para fundamental completo:  motorista (2, com carteira de habilitação ”D”, R$ 1.413,01, 44 horas), frentista (2, R$ 1.413,01, 44 horas), merendeira (2, R$ 1.413,01, 44 horas) e agente comunitário de saúde (2, R$ 1.344,97, 44 horas).

 

Ensino Médio
Ensino médio: auxiliar de dentista (1, R$ 1.274,88, 44 horas), fiscal de posturas (2, R$ 1.674,11, 44horas), fiscal de rendas (2, ensino médio incompleto, R$ 1.674,11, 44 horas), encarregado de rede de água e esgoto (1, R$ 1.674,11, 44 horas), eletricista (2, com curso técnico em eletrotécnica, R$ 1.578,23, 44 horas), auxiliar de tesoureiro (3, com curso técnico em contabilidade, R$ 1.674,11, 44 horas), escriturário II (1, R$ 1.343,94, 40horas), inspetor de alunos (1, R$ 1.069,61, 44 horas), auxiliar de almoxarife (1, R$ 1.578,23, 44 horas),  agente sanitário (1, R$ 1.447,72, 44 horas), auxiliar de dentista (1, R$ 1.274,88, 44 horas), fiscais de posturas (2, R$ 1.674,11, 44 horas), fiscais de rendas (2, R$ 1.674,11, 44 horas) e encarregado de rede de água e esgoto (1, R$ 1.674,11, 44 horas).

 

Nível Superior
Por fim, para nível superior: contador (2, com registro no conselho, R$ 4.133,18, 40 horas), chefe de setor de licitações e despesas (1, com superior e curso técnico em contabilidade, administração ou informática, R$ 1.722,94, 44 horas), tesoureiro (1, com superior e curso técnico em contabilidade, administração ou informática, R$ 1.819,14, 44 horas), professor de educação básica peb I – ensino fundamental (1, com licenciatura plena em pedagogia com habilitação de magistério nas séries iniciais, R$ 2.091,70, 24 horas), professor de educação infantil (1, com licenciatura plena em pedagogia com habilitação em educação infantil, R$ 2.091,70, 24 horas),  procurador jurídico (2, R$ 4.477,47, 30 horas), médico vascular (1, com registro no conselho, R$ 3.616,25, 10 horas), médico pediatra (3, com registro no conselho, R$ 3.616,25, 10 horas), médico ginecologista/obstetra (2, com registro no conselho, R$ 3.616,25, 10 horas), médico endocrinologista (1, com registro no conselho, R$ 3.616,25, 10 horas), médico psiquiatra (3, com registro no conselho, R$ 3.616,25, 10 horas),  médico clinico geral (8, com registro no conselho, R$ 13.365,96, 40 horas), enfermeiro padrão (6, R$ 3.100,77, 40 horas), psicólogo (2, com registro no conselho, R$ 2.411,80, 20 horas) e tecnólogo em raio X (2, com superior em radiologia, R$ 1.819,14, 44 horas).  

 

Continuar lendo

Atualizado: 26/06/2018 - 12:34

Guariba SP recebe inscrições para dois cargos

Oportunidades são para o preenchimento de duas vagas, para as carreira de médico pediatra e procurador municipal, ambos com exigência de nível superior

Iniciais de R$ 4,7 mil

Por JCConcursos - José Ricardo

A Prefeitura de Guariba, no interior paulista, a 338 km da capital e próxima a Ribeirão Preto, recebe inscrições em seu concurso público para o preenchimento de duas vagas, sendo uma de médico pediatra e uma de procurador municipal. Para os dois casos, a remuneração inicial é de R$ 4.716,44, com jornada de trabalho de 20 horas semanais. As inscrições serão recebidas até 11 de julho.


Para concorrer ao cargo de médico é necessário possuir registro no conselho regional e para procurador, inscrição na OAB.


No caso de médico, as 20 horas semanais poderão ser substituídas pelo regime de plantão semanal ou pela tarefa quantitativa de atendimento, no mesmo período, de até 80 consultas previamente agendadas.


As inscrições podem ser feitas pela internet, na página eletrônica da banca organizadora, a Sawabona, que é www.sawabonaconcursos.com.br


A taxa é de R$ 55 para as duas opções.


Quem deixar a inscrição para o último dia poderá efetuar o pagamento da taxa até o primeiro dia útil posterior.


A aplicação das provas objetivas está marcada para ocorrer em 26 de agosto.

 

Provas
No caso de médico, a seleção constará de 20 questões de conhecimentos específicos. Para procurador serão dez de língua portuguesa e 20 de conhecimentos específicos, além de duas questões dissertativas.


Também serão considerados títulos para a classificação final, com limite de dez pontos.


As contratações serão feitas de acordo com o regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) , durante o prazo de validade do concurso, que será de dois anos, podendo ser prorrogado uma vez, pelo mesmo período.

 


ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS
MÉDICO PEDIATRA
Realiza consultas e atendimentos médicos. Trata pacientes. Verifica exames pedidos. Implementa ações de saúde. Coordena programas e serviços em saúde. Executa outras tarefas correlatas determinadas pelo superior imediato. Conhecimentos exigidos: Saúde Pública e específicos da área de atuação.


PROCURADOR MUNICIPAL
Estuda e examina documentos jurídicos, analisando seu conteúdo, com base nos códigos, leis, jurisprudências e outros documentos, providenciado medidas jurídicas cabíveis com fundamento na legislação vigente, sempre que determinado pelo seu Superior Imediato, o Chefe da Procuradoria do Município. Apura ou completa informações levantadas, acompanhando os processos em todas as suas fases e representando o Município que é a parte mandatária em juízo, para obter os elementos necessários para à defesa dos interesses da Municipalidade, tanto no pólo ativo como no pólo passivo de qualquer demanda. Representa a Municipalidade em juízo ou fora dele, acompanhando o processo, redigindo petições, para defender os interesses da Administração Municipal. Elabora e/ou emite pareceres nos processos administrativos, como licitação, contratos, distratos, convênios, consórcios, questões trabalhistas ligadas à administração de recursos humanos, visando assegurar o cumprimento de leis e regulamentos. Promove a cobrança judicial da dívida ativa e de qualquer outro crédito do Município. Redige documentos jurídicos, pronunciamentos, minutas e informações sobre questões de natureza administrativa, fiscal, civil, comercial, trabalhista, penal e outras, aplicando a legislação em questão, para utilizá-los na defesa da Administração Municipal. Executa quaisquer outras tarefas correlatas determinadas pelo seu Superior Imediato, o Chefe da Procuradoria do Município. Conhecimentos exigidos: direito administrativo e público.
 

 

Continuar lendo

Atualizado: 26/06/2018 - 10:22

Prefeitura de Itajobi SP realiza concurso com três vagas

Com inscrições até 22 de julho, concurso da Prefeitura de Itajobi apresenta chances para assistente social e procurador. Salários alcançam R$ 4,1 mil

Nível superior

Por JCConcursos - Samuel Peressin

A Prefeitura de Itajobi, no interior de São Paulo, abriu concurso público destinado a preencher três vagas em cargos de nível superior

 

O edital disponibiliza oportunidades para assistente social (1 posto e salário de R$ 2.466,23) e procurador municipal (2 - R$ 4.154,75). 

 

Com taxa de R$ 70, as inscrições devem ser registradas até 22 de julho, mediante a realização de cadastro no site www.setaconcurso.com.br

 

Marcada para 26 de agosto, a prova objetiva cobrará a resolução de 40 questões de múltipla escolha sobre língua portuguesa e conhecimentos específicos. 

 

De acordo com o edital, o concurso da Prefeitura de Itajobi terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do governo municipal.

 

 

Atribuições do procurador no concurso da Prefeitura de Itajobi 2018

 

 

Representar o Município judicialmente e extrajudicialmente em qualquer instancia, juízo ou tribunal; elaborar projetos de leis, minutas de decretos e portarias, além de outros atos administrativos de competência do Poder Executivo; propor ação direta de inconstitucionalidade, mediante expressa autorização do Prefeito Municipal; propor ação civil pública; proceder a cobrança amigável, extrajudicial ou judicial da dívida ativa; apreciar os atos técnico-legislativos elaborados pela Administração Municipal; editar sumulas de uniformização administrativa; elaborar pareceres normativos administrativos; fazer-se representar, sob pena de nulidade do ato, nas sindicâncias e processos administrativos em todas as suas fases e nos julgamentos de processos licitatórios; e outras atribuições conforme Lei Municipal nº 998/2014.
 

Continuar lendo

Atualizado: 26/06/2018 - 09:20

Concurso São Bernardo SP: 752 vagas e inscrição até HOJE

Concurso da Prefeitura de São Bernardo do Campo preencherá postos em 37 cargos, com destaque para oficial administrativo, que reúne 100 chances, cobra ensino médio e paga R$ 1,7 mil

Salários até R$ 9,6 mil

Por JCConcursos - Samuel Peressin

Encerra-se às 23h59 desta terça-feira (26) o período de inscrições para os quatro editais do novo concurso da Prefeitura de São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. No total, serão preenchidas 752 vagas.

 

Profissionais com ensino médio têm opções como analista de transportes (3 - R$ 3.945,81), auxiliar de serviços de agrimensura (1 - R$ 2.809,62), oficial administrativo (100 - R$ 1.722,95), guarda civil municipal - homem (70 - R$ 2.239,83), guarda civil municipal - mulher (30 - R$ 2.239,83) e professor de educação básica I (300 - até R$ 3.715,41).

 

As ofertas de nível superior no concurso da Prefeitura de São Bernardo são para procurador (9 - R$ 9.611,41), agente contábil (5 - R$ 4.715,83), agente de controladoria (2 - R$ 4.715,83), agente de tesouraria (3 - R$ 4.715,83), analista tributário financeiro (1 - R$ 7.903,21), arquiteto (10 - R$ 7.903,21), assistente jurídico (1 - R$ 5.586,87), assistente social (1 - R$ 5.187,41), contador (3 - R$ 7.903,21), desenhista (1 - R$ 5.107,20), engenheiro civil (9 - R$ 7.903,21), engenheiro eletricista (2 - R$ 7.903,21), fiscal de cadastro tributário (5 - R$ 4.715,83), fiscal I (32 - R$ 4.715,83), fisioterapeuta (1 - R$ 3.890,62), fonoaudiólogo (1 - R$ 5.187,41), geólogo (1 - R$ 5.946,50), psicólogo (9 - R$ 5.946,50), psicólogo - Secretaria de Educação (1 - R$ 5.187,41), técnico em agrimensura (9 - R$ 6.533,60), técnico em licitações (13 - R$ 4.324,61), técnico em meio ambiente (3 - R$ 4.715,83), terapeuta ocupacional (1 - R$ 3.890,62), coordenador pedagógico (35 - R$ 5.402,51), diretor escolar (50 - R$ 5.617,91), orientador pedagógico (5 - R$ 5.617,91) e professor nas áreas arte (10 - até R$ 3.938,33), educação física (15 - até R$ 3.938,33), educação especial - audiocomunicação (1 - até R$ 4.132,14), educação especial - deficiência intelectual/mental (8 - até R$ 4.132,14) e educação especial - deficiência visual (1 - até R$ 4.132,14). 

 

Inscrições e etapas do concurso da Prefeitura de São Bernardo do Campo 2018

 

As inscrições devem ser efetuadas por meio do site da Fundação Vunesp (www.vunesp.com.br). São cobradas taxas de R$ 56,50 (nível médio) e R$ 82,20 (superior).

APOSTILAS CONCURSO PREFEITURA DE SÃO BERNARDO DO CAMPO SP 2018 - CARGOS DE NÍVEIS MÉDIO E SUPERIOR

Em 26 de agosto, a banca aplicará prova objetiva para todos os candidatos, além de exame prático-profissional apenas para os concorrentes a procurador.

 

As outras etapas do processo seletivo envolvem: análise de títulos (procurador, professor, coordenador pedagógico, diretor escolar e orientador pedagógico) e teste físico, avaliação psicológica e curso de formação (guarda civil municipal), em datas a serem definidas.

 

De acordo com os editais, o concurso da Prefeitura de São Bernardo do Campo terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do governo municipal.

 

Atribuições do oficial administrativo no concurso da Prefeitura de São Bernardo 2018

 

Datilografar serviços rotineiros, utilizando impressos padronizados relativamente simples e/ou correspondência interna e externa, relatórios, memorandos, etc., com base em minutas. Atender o expediente normal da unidade, efetuando abertura, recebimento, registro, distribuição, apensamento, desapensamento de processos, correspondência interna e externa e respectivos protocolos. Efetuar controles simples de arquivo, arquivamento em kardex, elaborar índices simples e remissivos. Redigir relatórios, minutas de ofícios, memorandos, declarações, circulares, ordens de serviço e similares, que envolvam interpretações de elementos analíticos complexos. Efetuar controles relativamente complexos envolvendo interpretação e comparação de dois ou mais tipos de informações: conferências de cálculos de licitações, apreciação em processos de compra, previsão orçamentária, controle contábil, controle de subvenções, controle de fundos, controle de férias, seguros e empréstimos e/ou outros tipos similares de controle. Efetuar cálculos simples, utilizando somente as quatro operações: cálculos de taxas de expediente, soma de avisos de crédito, cálculo de quilometragem e outros similares. Efetuar controles simples, que não envolvam interpretação e comparação de informações: controle de materiais, de quilometragem, de horas trabalhadas, cartões de ponto e/ou controles similares; Dar atendimento ao público, fornecendo informações relativamente complexas: informações sobre concorrências, editais, processos, leis, decretos, e/ou similares. Efetuar cálculos relativamente complexos, utilizando-se de fórmulas e envolvendo dados comparativos, cálculos de áreas, metragens de muros e passeios, cálculos de licença-prêmio, cálculos de juros de mora, correção monetária e/ou semelhantes. Dar atendimento de balcão, fornecendo informações gerais simples, atinentes ao serviço da Unidade. Redigir memorandos, cartas, relatórios e/ou mensagens simples, ofícios, cotas em processos, termos de juntada e retirada de documentos em expedientes, etc. Executar outras atividades correlatas ao cargo.

 

Concurso Prefeitura São Bernardo: o que vai cair na prova para oficial administrativo

 

Língua portuguesa – Leitura e interpretação de diversos tipos de textos (literários e não literários). Sinônimos e antônimos. Sentido próprio e figurado das palavras. Pontuação. Classes de palavras: substantivo, adjetivo, numeral, pronome, verbo, advérbio, preposição e conjunção: emprego e sentido que imprimem às relações que estabelecem. Concordância verbal e nominal. Regência verbal e nominal. Colocação pronominal. Crase.

 

Matemática – Resolução de situações-problema, envolvendo: adição, subtração, multiplicação, divisão, potenciação ou radiciação com números racionais, nas suas representações fracionária ou decimal; Mínimo múltiplo comum; Máximo divisor comum; Porcentagem; Razão e proporção; Regra de três simples ou composta; Equações do 1.º ou do 2.º graus; Sistema de equações do 1.º grau; Grandezas e medidas – quantidade, tempo, comprimento, superfície, capacidade e massa; Relação entre grandezas – tabela ou gráfico; Tratamento da informação – média aritmética simples; Noções de Geometria – forma, ângulos, área, perímetro, volume, Teoremas de Pitágoras ou de Tales.

 

Atualidades – Questões relacionadas a fatos políticos, econômicos, sociais e culturais, nacionais e internacionais, ocorridos a partir de 1º de janeiro de 2018, divulgados na mídia local e/ou nacional.

 

Informática – MS-Windows 7: conceito de pastas, diretórios, arquivos e atalhos, área de trabalho, área de transferência, manipulação de arquivos e pastas, uso dos menus, programas e aplicativos, interação com o conjunto de aplicativos MS-Office 2010. MS-Word 2010: estrutura básica dos documentos, edição e formatação de textos, cabeçalhos, parágrafos, fontes, colunas, marcadores simbólicos e numéricos, tabelas, impressão, controle de quebras e numeração de páginas, legendas, índices, inserção de objetos, campos predefinidos, caixas de texto. MS-Excel 2010: estrutura básica das planilhas, conceitos de células, linhas, colunas, pastas e gráficos, elaboração de tabelas e gráficos, uso de fórmulas, funções e macros, impressão, inserção de objetos, campos predefinidos, controle de quebras e numeração de páginas, obtenção de dados externos, classificação de dados. MS-PowerPoint 2010: estrutura básica das apresentações, conceitos de slides, anotações, régua, guias, cabeçalhos e rodapés, noções de edição e formatação de apresentações, inserção de objetos, numeração de páginas, botões de ação, animação e transição entre slides. Correio Eletrônico: uso de correio eletrônico, preparo e envio de mensagens, anexação de arquivos. Internet: navegação na Internet, conceitos de URL, links, sites, busca e impressão de páginas.

APOSTILAS CONCURSO PREFEITURA DE SÃO BERNARDO DO CAMPO 2018 - OFICIAL ADMINISTRATIVO E CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR

Continuar lendo

Atualizado: 21/06/2018 - 10:45

Concurso TRT 15: nova data das PROVAS é divulgada

Exames serão aplicados em 29 de julho. Distribuídas entre diversas regiões de SP, carreiras em disputa no concurso do TRT 15 oferecem salários de até R$ 12,7 mil

Técnico e analista

Por JCConcursos - Samuel Peressin

As provas do concurso do TRT 15 (Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região), sediado em Campinas, no interior de São Paulo, foram remarcadas para 29 de julho. A nova data foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (21).

 

Inicialmente previstos para 27 de maio, os exames foram adiados em virtude da greve dos caminhoneiros, paralisação que afetou o abastecimento de combustível em diversas regiões do país.

 

O processo seletivo oferece duas vagas imediatas, além de chances para cadastro reserva (CR). As inscrições foram encerradas em 4 de abril e o número total de candidatos é 70.339, sendo que 9.805 concorrem às vagas reservadas a negros e 1.399 a pessoas com deficiência.

Destinada a profissionais com ensino médio, a carreira de técnico judiciário reúne oportunidades em três áreas: administrativa (CR), segurança (CR) e apoio especializado - enfermagem (1 posto), função que também requer formação técnica. Os salários variam de R$ 6.708,53 a R$ 7.766,18.


APOSTILA CONCURSO TRT 15  2018 - TÉCNICO JUDICIÁRIO/ÁREA ADMINISTRATIVA


O cargo de analista judiciário exige curso superior e tem chances nas áreas judiciária (CR), oficial de justiça - avaliador federal (CR), administrativa (CR), arquitetura (CR), história (CR), medicina (1), medicina - psiquiatria (CR), odontologia (CR) e psicologia (CR). Os vencimentos vão de R$ 11.006,83 a R$ 12.742,14. 

Além de Campinas, onde fica a sede do órgão, há oportunidades com lotação nos polos de Bauru, Jundiaí, Piracicaba, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, São José dos Campos e Sorocaba. As cidades abrangidas por cada região podem ser conferidas no edital do concurso do TRT 15
 

Concurso TRT 15: inscrições e provas
 

As inscrições para o concurso do TRT 15 foram recebidas por meio do site www.concursosfcc.com.br. As taxas custaram R$ 80 para técnico e R$ 95 para analista. 


Ads

Seja aprovado no concurso TRT-15 2018

Tenha uma preparação completa para o Concurso TRT-15. Materiais elaborados de acordo com o Edital. Confira.

 

O processo seletivo envolverá provas objetiva com 60 perguntas (todos os cargos), discursiva (analista nas áreas de arquitetura, história e oficial de justiça), redação (analista nas áreas administrativa, arquitetura e história e técnico nas áreas administrativa e segurança) e estudo de caso (técnico - especialidade enfermagem e analista nas áreas judiciária, administrativa, medicina, psiquiatria, odontologia e psicologia).

A aplicação dos exames ocorrerá em Bauru, Campinas, Jundiaí, Piracicaba, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, São José dos Campos e Sorocaba.

O conteúdo programático abrange língua portuguesa, regimento interno, noções sobre direitos das pessoas com deficiência, raciocínio lógico/matemático, lei 8.112/1990 e conhecimentos específicos. 

Os concorrentes a técnico judiciário - especialidade segurança também passarão por prova prática de capacidade física, agendada para 23 de setembro, e curso de formação inicial, em período a ser definido. Ambas as fases ocorrerão em Campinas. 

De acordo com o edital, o concurso do TRT 15 terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do órgão. 
 

 

Atribuições do técnico judiciário - área administrativa no concurso do TRT 15
 

Prestar apoio técnico e administrativo pertinente às atribuições das unidades organizacionais; executar tarefas de apoio à atividade judiciária; arquivar documentos; efetuar tarefas relacionadas à movimentação e à guarda de processos; atender ao público interno e externo; classificar e autuar processos; realizar estudos, pesquisas e rotinas administrativa; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Conteúdo programático parcial do concurso do TRT 15
 

Língua portuguesa - Interpretação de texto. Argumentação. Pressupostos e subentendidos. Níveis de linguagem. Articulação do texto: coesão e coerência. Termos da oração. Processos de coordenação e subordinação. Discurso direto e indireto. Tempos, modos e vozes verbais. Classes de palavras. Flexão nominal e verbal. Concordância nominal e verbal. Regência nominal e verbal. Ocorrência da crase. Ortografia e acentuação. Pontuação. Equivalência e transformação de estruturas. Redação. Sintaxe.

Regimento interno do TRT 15 - Disposições Preliminares; Organização do Tribunal; Tribunal Pleno; Órgão especial; Presidência do Tribunal; Corregedoria; Seções Especializadas; Turmas e Câmaras; Escola Judicial; Serviços Administrativos; Pessoal Administrativo; Gabinete dos Desembargadores do Trabalho.  

Noções sobre direitos das pessoas com deficiência (Resolução CNJ nº 230/2016 - art. 19): Inclusão, direito e garantias legais e constitucionais das pessoas com deficiência (Lei nº 13.146/2015; Lei nº 11.126/2005 e Constituição Federal). Normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida (Lei nº 10.098/2000 e Decreto 5.296/2004). Prioridade de atendimento às pessoas portadoras de deficiência (Lei nº 10.048/2000 e Decreto 5.296/2004). Direitos no sistema de transporte coletivo (Lei nº 8.899/1994 e Decreto 3.691/2000). Símbolo de identificação de pessoas portadoras de deficiÊncia auditiva (Lei nº 8.160/1991). Normas de apoio às pessoas portadoras de deficiência e sua integração social (Lei nº 7.853/1989 e Decreto nº 3.298/1999).

Confira o conteúdo programático completo do concurso do TRT 15

Continuar lendo

Atualizado: 13/06/2018 - 13:31

Santana de Parnaíba SP abre concurso com 11 cargos

Destinadas a profissionais de níveis médio e superior, chances no Concurso da Prefeitura de Santana de Parnaíba pagam até R$ 6,2 mil. Inscrições terminam em 19 de julho

Dois editais

Por JCConcursos - Samuel Peressin

Na Grande São Paulo, a Prefeitura de Santana de Parnaíba publicou dois editais de um novo concurso com oferta de uma vaga imediata e outros dez cargos para formação de cadastro reserva (CR).

 

As chances de ensino médio são para agente de trânsito (CR e salário de R$ 2.217,70), fiscal municipal (CR - R$ 1.862,87), telefonista (CR - R$ 1.525,18) e técnico tributário (1 posto - R$ 2.217,70), função que também requer formação técnica.

 

Profissionais com curso superior têm opções no concurso da Prefeitura de Santana de Parnaíba como analista tributário (CR - R$ - 5.174,63), assistente técnico jurídico (CR - R$ 5.174,63), procurador (CR - R$ 6.268,70) e professor de educação especial nas áreas de atendimento educacional especializado (CR - R$ 2.845,62), deficiência auditiva (CR - R$ 2.845,62), deficiência intelectual (CR - R$ 2.845,62) e deficiência visual (CR - R$ 2.845,62). 

 

Além da remuneração, o município concede vale-alimentação mensal de R$ 150 (apenas para professor, fiscal municipal e telefonista) e vale-transporte (telefonista).

 

Inscrições e etapas do concurso da Prefeitura de Santana de Parnaíba 2018

 

Responsável pela organização da seleção, o Instituto Mais recebe inscrições até 19 de julho, com taxas de R$ 41,30 (nível médio) e R$ 59,80 (superior). O formulário para cadastro pode ser acessado pelo site www.institutomais.org.br.

APOSTILAS CONCURSO PREFEITURA DE SANTANA DE PARNAÍBA 2018 - DIVERSOS CARGOS

Em 19 de agosto, a banca aplicará as provas objetiva (todos os cargos), dissertativa (professor e assistente jurídico) e prático-profissional (procurador). Na mesma data, todos os candidatos deverão entregar os documentos referentes à análise de títulos.

 

As outras fases do processo seletivo incluem: teste físico para agente de trânsito e avaliação prática para telefonista, em datas a serem definidas.

 

De acordo com os editais, o concurso da Prefeitura de Santana de Parnaíba terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do governo municipal. 

 

Atribuições do fiscal municipal no concurso da Prefeitura de Santana de Parnaíba

 

Exerce atividades inerentes à fiscalização do cumprimento das posturas municipais, ambientais e da arrecadação de tributos municipais. Orienta o cumprimento de leis, regulamentos e normas que regem o Município, fiscalizando, autuando e aplicando multas e penalidades aos infratores.

 

Concurso Prefeitura Santana de Parnaíba: atribuições do técnico tributário 

 

Realiza levantamentos cadastrais; Acompanha a evolução e efetua a manutenção das informações cadastrais; Opera e implementa os lançamentos nos cadastros fiscais; Controla os processos administrativos do departamento; Emite carnês, boletos e outros documentos fiscais; Verifica e analisa os processos de lançamento, revisão e cancelamento de tributos; Acompanha a fiscalização tributária, apoiando as atividades do Fiscal Municipal e do Analista Tributário; Atende e orienta os contribuintes em suas solicitações de informações nos tributos de sua competência; Elabora relatórios de suporte para o Analista Tributário; Executa outras tarefas de mesma natureza ou nível de complexidade associada a sua área de atuação.

 

Atribuições do telefonista no concurso da Prefeitura de Santana de Parnaíba 2018

 

Opera centrais telefônicas nas unidades; Atende e faz ligações internas e externas; Atende escalas de plantão, quando for o caso; Preenche relatórios; Zela pela guarda e conservação dos equipamentos e materiais utilizados; Executa tarefas de apoio administrativo referente a sua área de trabalho; Utiliza recursos de informática; Executa outras tarefas de mesma natureza ou nível de complexidade associada à sua área de atuação.
 

Continuar lendo

Atualizado: 11/06/2018 - 14:26

Praia Grande SP retoma concurso para procurador

Com salário de R$ 7,5 mil, carreira requer curso superior em direito e registro na OAB. Inscrições para o concurso da Prefeitura de Praia Grande seguem disponíveis até 12 de julho

Cinco vagas

Por JCConcursos - Samuel Peressin

A Prefeitura de Prefeitura de Praia Grande, no litoral de São Paulo, retomou o concurso para procurador que estava suspenso desde 2017. O novo edital oferece cinco vagas.  

 

Com salário inicial de R$ 7.582,32, a carreira é destinada a profissionais com curso superior em direito e registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). 

 

A jornada de trabalho corresponde a 40 horas semanais, em regime de dedicação exclusiva – o que impede o exercício da advocacia em outra função.

 
As inscrições serão recebidas até 12 de julho, por meio do site do Instituto Brasileiro de Administração Municipal (Ibam), no endereço: www.ibamspconcursos.org.br. O valor da taxa é de R$ 92.

 

Candidatos que se inscreveram ainda no ano passado, antes da suspensão do edital 1/2017, seguem com o registro de participação válido. 


Provas do concurso para procurador da Prefeitura de Praia Grande 

 

Em 29 de julho, os concorrentes farão prova objetiva com 50 questões de língua portuguesa e conhecimentos específicos, além de exame prático-profissional, que cobrará a elaboração de um parecer jurídico.

 

Para a avaliação de títulos, serão considerados diplomas de especialização, mestrado e doutorado. A divulgação das datas para entrega dos documentos ocorrerá em breve.

 

De acordo com o edital, o concurso da Prefeitura de Praia Grande terá validade de um ano, prorrogável por mais um, a critério do governo municipal. 

 

Atribuições do procurador no concurso da Prefeitura de Praia Grande 2018

 

Propor ações de interesse do Município e defende-lo nas ações contrárias até decisão final, usando dos recursos legais, acompanhando e praticando todos os atos judiciais necessários; Emitir parecer em processos administrativos de qualquer natureza, fundamentando em razões de ordem doutrinária, sobre matéria jurídica em discussão; Minutar Contratos, Termos e Reti-ratificações, Aditamentos e Termos de Compromisso; Minutar Projetos de Leis e Decretos, quando determinado pelo Prefeito ou pelo Procurador Geral do Município; Manter arquivo de documentos relacionados às atividades da Procuradoria; Outras funções que lhe forem delegadas pelo Procurador Geral do Município bem como, assisti-lo sempre que solicitado. Fazer cumprir os prazos para elaboração e redação de pareceres, que será de 15 (quinze) dias, prorrogáveis a critério do Procurador Geral do Município, desde que solicitados e justificado o motivo do atraso; Propor ações de interesse do Município e defende-lo nas ações contrárias até decisão final, usando dos recursos legais, acompanhando e praticando todos os atos judiciais necessários; Emitir parecer em processos administrativos de qualquer natureza, fundamentando em razões de ordem doutrinária, sobre matéria jurídica em discussão; Supervisionar todos os trabalhos elaborados pelos Procuradores subordinados; Responder interinamente pelo expediente da Procuradoria Geral ou qualquer outra Divisão, no caso de vacância ou impedimento do titular; Supervisionar a Seção de Serviços Forenses; Supervisionar a Seção de Precatórios; Avaliar programas de treinamentos e propor ao seu Superior; Convocar e reunir, quando necessário, sob sua coordenação, seus subordinados, dando ciência ao seu Superior; Supervisionar frequência, pontualidade de seus subordinados, dando ciência ao seu Superior; Solicitar ao seu Superior a instauração de Sindicância ou Inquérito Administrativo em razão de ato praticado pelos seus subordinados de que tiver conhecimento por escrito; Outras funções que lhe forem delegadas pelo Procurador Geral do Município, sempre que solicitado.

 

O que vai cair na prova para procurador no concurso da Prefeitura de Praia Grande 2018

 

Língua portuguesa - Questões que possibilitem avaliar a capacidade de Interpretação de texto, conhecimento da norma culta na modalidade escrita do idioma e aplicação da Ortografia oficial; Acentuação gráfica; Pontuação; Classes gramaticais; Concordância verbal e nominal; Pronomes: emprego e colocação e Regência nominal e verbal.

 

Direito administrativo – Dos Atos administrativos: conceitos, requisitos, atributos, validade, eficácia, vigência, espécie, exteriorização, extinção, revogação, anulação, convalidação, atos vinculados, discricionários, inexistentes, nulos e anuláveis, de direito privado; Procedimento Administrativo: devido processo legal, licitação: conceito, finalidade, objeto, princípios, modalidades, dispensabilidade, inelegibilidade, adjudicação, homologação e anulação; Bens Públicos: conceito, classificação, aquisição, uso, imprescritibilidade, impenhorabilidade, e não oneração, concessão, permissão, autorização, servidões administrativas, da alienação dos bens públicos; Desapropriação: conceitos, requisitos, por utilidade pública, por zona e indireta, para urbanização e reurbanização e retrocessão; Serviço Público: conceitos, requisitos, remuneração, execução, centralizada e descentralizada; Poder regulamentar e poder de polícia: conceito, competência e limites; Contratos administrativos: conceitos, princípios, requisitos e execução; Servidores Públicos: princípios constitucionais, regime jurídico, provimento, acumulação, estabilidade, reintegração, responsabilidade civil, penal, disciplinar e responsabilidade patrimonial do Estado. Cargo, emprego, função.

 

Direito constitucional – Constituição: conceito e espécies, interpretação e aplicabilidade das normas constitucionais, controle da constitucionalidade, órgãos e formas; A federação, a república, a democracia e o estado de direito: conceitos; A tripartição dos poderes: o Poder Legislativo, o Poder Executivo e o Poder Judiciário; O Estado federal: a União, os Estados, O Distrito Federal e os Municípios; Os Municípios: Lei Orgânica Municipal, autonomia, competência, organização política e administrativa, intervenção nos municípios, fiscalização financeira e orçamentária; O Processo Legislativo: conceito de Lei, fases do processo, espécies normativas e processo orçamentário; Controle de constitucionalidade de atos municipais; O mandado de Segurança e ação Popular; A Administração Pública: conceito, princípios, controle interno e controle externo – Tribunal de Contas.

 

Direito tributário – Fontes do Direito tributário; Sistema Constitucional Tributário: competência, princípios constitucionais tributários, limitações constitucionais; Código Tributário Nacional: normas gerais - vigência, aplicação e interpretação da legislação tributária - tributos, espécies – fato gerador, conceito, aspectos e classificação, crédito tributário e obrigação tributária, espécies – sujeição ativa e passiva direta e indireta, capacidade – domicílio tributário – constituição, suspensão, exclusão extinção do crédito tributário – garantias e privilégios de crédito tributário – administração tributária – dívida ativa; Impostos municipais – IPTU, ISS e ITBI; Taxas Contribuição de melhoria; Lei de Responsabilidade Fiscal (L.C. 101/00) – administração da Receita Pública – da previsão e da arrecadação tributária – renúncia de receita e medidas de compensação; Precatórios Judiciais; Conceitos e limites de Dívida Pública. Direito Civil:- Das pessoas – pessoa natural, pessoa jurídica de direito privado e de direito público; Dos fatos jurídicos – conceito; Dos atos jurídicos – conceito; elementos constitutivos, classificação, defeitos, formas, nulidade, prescrição e decadência; Dos atos ilícitos – conceito; elementos constitutivos, abuso do direito; A propriedade, conceito, generalidades, aquisição, e perda da propriedade móvel e imóvel – aposse – conceito; Da Dação em pagamento e suas modalidades; Da Compensação.

 

Direito processual civil – Da jurisdição e da competência – natureza da jurisdição – pressupostos e condições da ação – das partes e dos procuradores – litispendência; Da prescrição e decadência; Do procedimento ordinário e sumário; Da sentença e dos recursos, da coisa julgada; Do processo de execução; Da execução fiscal; Das medidas cautelares.

 

Direito penal – Dos crimes contra a Administração Pública; Dos crimes contra a ordem tributária; Crimes contra as finanças públicas (Lei nº 10.028 de 19/10/00) Crime de responsabilidade e acréscimo à Lei nº 1.079/50, pela Lei Complementar nº 101/00; Crime de responsabilidade de Prefeitos e vereadores com alterações ao Decreto-Lei nº 201/67; Lei nº 8.429/92.
 

Continuar lendo

Shopping