Publicado: 22/08/2018 - 09:16 | Atualizado: 22/08/2018 - 09:16
Publicado: 22/08/2018 - 09:16 | Atualizado: 22/08/2018 - 09:16

Concurso MP SP: último dia para 60 postos de analista

As chances no Ministério Público de São Paulo são para candidatos que possuem formação superior em direito

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Chega ao fim nesta quarta-feira (22) o prazo de inscrição do concurso para analista jurídico do MP/SP (Ministério Público do Estado de São Paulo). A seleção visa o preenchimento de 60 vagas, além de formação de cadastro reserva para eventuais oportunidades. Esse será o primeiro a ser realizado de uma série de novos concursos autorizados pelo órgão nos últimos meses.

Para ingressar na carreira é necessário possuir formação de nível superior em direito, com remuneração inicial de R$ 7.697,23, para jornada de trabalho de 40 horas semanais. Além disso, os servidores também contarão com auxílio-alimentação de R$ 920 e auxílio-transporte de R$ 13,92, o que corresponde a R$ 306,24, considerando 22 dias úteis. Com isto, a remuneração total chega a R$ 8.923.47.  

As oportunidades estão distribuídas entre a capital e Grande São Paulo (5 vagas), Araçatuba (5), Bauru (5), Campinas (5), Franca (5), Piracicaba (5), Ribeirão Preto (5), Santos (5), São José do Rio Preto (5),Sorocaba (5), Taubaté (5), Vale do Ribeira (5) e Presidente Prudente (CR). 

A Fundação Vunesp é a empresa responsável pela organização e execução do processo de seleção. As inscrições devem ser realizadas no endereço eletrônico www.vunesp.com.br.

• APOSTILA CONCURSO MP/SP 2018 - ANALISTA JURÍDICO

• CURSO PARA O CONCURSO MP/SP 2018 - ANALISTA JURÍDICO

Será cobrada uma taxa de participação, no valor de R$ 120, e o seu pagamento deverá ser efetuado até a data limite do prazo, observado o horário de funcionamento do banco. 

Concurso MP SP: informações sobre as provas

A primeira etapa a ser disputada pelos candidatos será a prova objetiva, de caráter classificatório e eliminatório. Ela contemplará 100 questões de múltipla escolha, sendo oito de língua portuguesa, quatro de atualidades, dez de direito constitucional e ministério público, oito de direito administrativo, 12 de direito penal, 12 de direito processual penal, oito de direito civil, oito de direito processual civil, seis de direito da infância e juventude, 12 de tutela de interesses difusos e coletivos, quatro de direito comercial e empresarial, quatro de direitos humanos, e quatro de direito eleitoral.

Com duração máxima de cinco horas, a avaliação será aplicada no dia 30 de setembro, no período da tarde, nas cidades sedes das áreas regionais do MP/SP (Capital e Grande São Paulo, Araçatuba, Bauru, Campinas, Franca, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São José do Rio Preto, Sorocaba, Taubaté e Vale do Paraíba). 

O certame ainda contará com provas escrita e discursiva, eliminatória e classificatória. Composta por cinco questões discursivas e duas redações técnicas, elas avaliarão o domínio do conhecimento jurídico e da prática processual, o desenvolvimento do tema na estrutura proposta, o domínio da norma-padrão, a adequação da linguagem jurídica, a articulação do raciocínio jurídico e a capacidade de argumentação, necessários ao desempenho do cargo.

A primeira redação versará sobre direito penal ou direito processual penal; enquanto que a segunda será sobre tutela dos interesses difusos e coletivos ou direito processual civil. As provas escrita e discursiva terão duração de quatro horas e serão realizadas na data prevista de 25 de novembro. 

Atribuições do analista jurídico do MP SP

Prestar auxílio técnico-jurídico às atividades processuais e extraprocessuais do Ministério Público; elaborar minutas de peças processuais, pareceres e outras manifestações próprias da função de execução, além de análises, estudos, exames, pesquisas, relatórios e trabalhos de natureza jurídica atinentes a feitos judiciais ou a procedimentos administrativos de alçada do Ministério Público; acompanhar o andamento de processos judiciais, inquéritos policiais ou civis ou procedimentos administrativos sob a presidência do Ministério Público, prestando informações ao membro do Ministério Público; auxiliar na realização de audiências, reuniões e sessões, referentes à execução de atividades processuais ou extraprocessuais do membro do Ministério Público; realizar diligências determinadas pelo membro do Ministério Público; assegurar a exatidão e o fluxo normal de ofícios, certidões, laudos, documentos, atestados, informações, circulares, processos judiciais e outros textos oficiais pertinentes aos membros do Ministério Público; preparar a entrada e saída de dados ou inserir dados em sistemas aplicados de recepção, controle e andamento de procedimentos administrativos e processos judiciais; elaborar ofícios, pareceres, planilhas, tabelas e gráficos, utilizando-se de diversos “softwares”; acompanhar publicações de interesse de sua área no Diário Oficial; receber restituir, sob supervisão, procedimentos e processos administrativos e judiciais; manter registro e controle das atividades desenvolvidas, apresentando os consequentes relatórios; cumprir, no que couber, as disposições aplicáveis aos Oficiais de Promotoria I e demais servidores, em especial as estabelecidas nos Atos Normativos que regulamentam as respectivas funções; realizar, mediante determinação superior, contatos com pessoas e organismos públicos ou privados para atender às necessidades de trabalho; executar demais tarefas correlatas a seu cargo que lhe forem atribuídas pelo órgão.

Vídeos MP

Mais Lidas

Mais Recentes

Atualizado: 22/08/2018 - 09:16

Concurso MP SP: último dia para 60 postos de analista

As chances no Ministério Público de São Paulo são para candidatos que possuem formação superior em direito

Inicial de R$ 8,9 mil

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Chega ao fim nesta quarta-feira (22) o prazo de inscrição do concurso para analista jurídico do MP/SP (Ministério Público do Estado de São Paulo). A seleção visa o preenchimento de 60 vagas, além de formação de cadastro reserva para eventuais oportunidades. Esse será o primeiro a ser realizado de uma série de novos concursos autorizados pelo órgão nos últimos meses.

Para ingressar na carreira é necessário possuir formação de nível superior em direito, com remuneração inicial de R$ 7.697,23, para jornada de trabalho de 40 horas semanais. Além disso, os servidores também contarão com auxílio-alimentação de R$ 920 e auxílio-transporte de R$ 13,92, o que corresponde a R$ 306,24, considerando 22 dias úteis. Com isto, a remuneração total chega a R$ 8.923.47.  

As oportunidades estão distribuídas entre a capital e Grande São Paulo (5 vagas), Araçatuba (5), Bauru (5), Campinas (5), Franca (5), Piracicaba (5), Ribeirão Preto (5), Santos (5), São José do Rio Preto (5),Sorocaba (5), Taubaté (5), Vale do Ribeira (5) e Presidente Prudente (CR). 

A Fundação Vunesp é a empresa responsável pela organização e execução do processo de seleção. As inscrições devem ser realizadas no endereço eletrônico www.vunesp.com.br.

• APOSTILA CONCURSO MP/SP 2018 - ANALISTA JURÍDICO

• CURSO PARA O CONCURSO MP/SP 2018 - ANALISTA JURÍDICO

Será cobrada uma taxa de participação, no valor de R$ 120, e o seu pagamento deverá ser efetuado até a data limite do prazo, observado o horário de funcionamento do banco. 

 

Concurso MP SP: informações sobre as provas

 

A primeira etapa a ser disputada pelos candidatos será a prova objetiva, de caráter classificatório e eliminatório. Ela contemplará 100 questões de múltipla escolha, sendo oito de língua portuguesa, quatro de atualidades, dez de direito constitucional e ministério público, oito de direito administrativo, 12 de direito penal, 12 de direito processual penal, oito de direito civil, oito de direito processual civil, seis de direito da infância e juventude, 12 de tutela de interesses difusos e coletivos, quatro de direito comercial e empresarial, quatro de direitos humanos, e quatro de direito eleitoral.

Com duração máxima de cinco horas, a avaliação será aplicada no dia 30 de setembro, no período da tarde, nas cidades sedes das áreas regionais do MP/SP (Capital e Grande São Paulo, Araçatuba, Bauru, Campinas, Franca, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São José do Rio Preto, Sorocaba, Taubaté e Vale do Paraíba). 

O certame ainda contará com provas escrita e discursiva, eliminatória e classificatória. Composta por cinco questões discursivas e duas redações técnicas, elas avaliarão o domínio do conhecimento jurídico e da prática processual, o desenvolvimento do tema na estrutura proposta, o domínio da norma-padrão, a adequação da linguagem jurídica, a articulação do raciocínio jurídico e a capacidade de argumentação, necessários ao desempenho do cargo.

A primeira redação versará sobre direito penal ou direito processual penal; enquanto que a segunda será sobre tutela dos interesses difusos e coletivos ou direito processual civil. As provas escrita e discursiva terão duração de quatro horas e serão realizadas na data prevista de 25 de novembro. 

 

Atribuições do analista jurídico do MP SP

 

Prestar auxílio técnico-jurídico às atividades processuais e extraprocessuais do Ministério Público; elaborar minutas de peças processuais, pareceres e outras manifestações próprias da função de execução, além de análises, estudos, exames, pesquisas, relatórios e trabalhos de natureza jurídica atinentes a feitos judiciais ou a procedimentos administrativos de alçada do Ministério Público; acompanhar o andamento de processos judiciais, inquéritos policiais ou civis ou procedimentos administrativos sob a presidência do Ministério Público, prestando informações ao membro do Ministério Público; auxiliar na realização de audiências, reuniões e sessões, referentes à execução de atividades processuais ou extraprocessuais do membro do Ministério Público; realizar diligências determinadas pelo membro do Ministério Público; assegurar a exatidão e o fluxo normal de ofícios, certidões, laudos, documentos, atestados, informações, circulares, processos judiciais e outros textos oficiais pertinentes aos membros do Ministério Público; preparar a entrada e saída de dados ou inserir dados em sistemas aplicados de recepção, controle e andamento de procedimentos administrativos e processos judiciais; elaborar ofícios, pareceres, planilhas, tabelas e gráficos, utilizando-se de diversos “softwares”; acompanhar publicações de interesse de sua área no Diário Oficial; receber restituir, sob supervisão, procedimentos e processos administrativos e judiciais; manter registro e controle das atividades desenvolvidas, apresentando os consequentes relatórios; cumprir, no que couber, as disposições aplicáveis aos Oficiais de Promotoria I e demais servidores, em especial as estabelecidas nos Atos Normativos que regulamentam as respectivas funções; realizar, mediante determinação superior, contatos com pessoas e organismos públicos ou privados para atender às necessidades de trabalho; executar demais tarefas correlatas a seu cargo que lhe forem atribuídas pelo órgão.

 

Continuar lendo

Atualizado: 17/08/2018 - 12:13

MP SP: projeto visa criar 400 vagas para promotores

Projeto de lei encaminhado pelo procurador-geral do estado tem por objetivo reforçar o quadro de pessoal para a carreira de promotor

Na Assembleia Legislativa

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Quem possui formação de nível superior em direito e sonha em ingressar na carreira de promotor do Ministério Público do Estado de São Paulo (MP/SP) poderá contar com mais oportunidades para conquistar a tão almejada vaga na promotoria estadual. Acontece que o tramita, na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), o projeto de lei complementar 48/2018, do procurador-geral de Justiça de São Paulo, Gianpaolo Poggio Smanio, que tem por finalidade ampliar o quadro de servidores na carreira. A proposta visa a criação de 400 vagas no cargo, cujo ingresso é feito por meio de realização de concurso público.


Do total de oportunidades previstas no projeto, 200 são para promotores na entrância final, 100 para a entrância intermediária, 70 na entrância inicial e 30 para promotor de justiça substituto.


Agora,a proposta deve passar pelas diversas comissões, antes de ser efetivamente votado no plenário da Alesp

 

Justificativas
De acordo com a justificativa do projeto, o MP/SP “tem empreendido esforços no sentido de melhor se estruturar, aparelhando-se para cumprir, de forma adequada, os encargos que lhe foram reservados pela Constituição Federal de 1988, bem como pela legislação infraconstitucional. Nesse desiderato, foram aumentados os investimentos no apoio logístico à atividade-fim, com ampliação física das áreas destinadas a funcionar como sede dos órgãos de execução da instituição, bem como adotando sempre como parâmetro de gestão a racionalização no emprego de recursos orçamentários. Priorizou-se, igualmente, o aprimoramento do pessoal de apoio, com a contratação, sempre mediante concurso público, de servidores, destinados primordialmente a melhor aparelhar a realização da atividade-fim dos órgãos de execução em primeira e segunda instância. É necessário considerar, entretanto, que o sistema de prestação de justiça vem passando por fase de intensa modificação, causada especialmente pela implantação do processo judicial eletrônico (...) Paralelamente é visível que o Poder Judiciário do Estado, no intuito de aprimorar a prestação jurisdicional, tornando-a mais acessível e rápida a todos os cidadãos, tem promovido instalação de novas unidades judiciais, com maior frequência e com maior rapidez do que se observava outrora. Embora o Ministério Público tenha procurado agir com contenção na nomenclatura de novos cargos de promotor de justiça, a fim de evitar a ampliação de despesas, não há como negar que em determinadas situações torna-se inevitável a alocação, diante da criação de nova vara judicial, de um ou mais novos cargos de promotor de justiça...(...) dessa forma é necessária a ampliação do referido quadro em primeira instância, ou seja, do número  de cargos que, no futuro, diante de novas necessidades, poderão ser destinados às promotorias de justiça de entrância final, intermediária e inicial, bem como de promotores de justiça substitutos...”.    
 

 

Continuar lendo

Atualizado: 17/08/2018 - 10:48

Pardinho SP prorroga inscrições de concurso com 22 vagas

O edital conta com ofertas em diversos cargos, com remunerações que chegam a R$ 4,2 mil. Novo prazo se encerrará em 10 de setembro

Todos os níveis

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

A Prefeitura Municipal de Pardinho, localizada no Estado de São Paulo, prorrogou até as 16 h do dia 10 de setembro o prazo de inscrição do concurso público destinado ao provimento de 22 vagas do seu quadro de pessoal. 

Aqueles que têm o ensino fundamental podem concorrer para as funções de auxiliar de creche (1 vaga), escriturário (1), operador de máquinas pesadas (1) e trabalhador braçal (1). Os salários iniciais oscilam entre R$ 1.002,59 e R$ 1.146,92. 

Para quem tem o ensino médio e/ou curso técnico, as chances são para os cargos de agente comunitário de combate à endemias (1), agente de esporte e recreação (1), atendente de farmácia (1), motorista II (1), técnico de enfermagem (2) e técnico em meio ambiente (1). Os vencimentos variam de R$ 1.112,30 a R$ 1.380,48. 

Nível superior é requisito para os postos de enfermeiro (1), fisioterapeuta (1), procurador municipal (1), professor de desenvolvimento infantil - creche (4), professor de música (1) e professor II nas disciplinas de ciências (1), educação artística (1) e matemática (1). As remunerações partem de R$ 1.872,95 e chegam a R$ 4.215,70. 

Como benefício, a prefeitura ainda oferece para os seus servidores vale-alimentação no valor mensal de R$ 200. 

 

Como participar

 

Interessados devem preencher a ficha cadastral na página eletrônica www.conscamweb.com.br. Os valores da taxa são de R$ 30 para ensino fundamental, R$ 40 para nível médio e curso técnico e R$ 45 para formação superior. 

Serão aceitas inscrições para mais de um cargo, desde que as provas sejam realizadas em períodos distintos, especificados a seguir: período I para auxiliar de creche, operador de máquinas pesadas, técnico de enfermagem e técnico em meio ambiente; período II para atendente de farmácia, escriturário e motorista II; período III para agente de combate à endemias, fisioterapeuta, procurador municipal, professor de desenvolvimento infantil e trabalhador braçal; e período IV para agente de esporte e recreação, enfermeiro, professores II e professor de música. 

 

Informações sobre as provas

 

A prova objetiva para todos os cargos, de caráter eliminatório e classificatório, terá duração máxima de três horas e será aplicada no município de Pardinho/SP no dia 14 de outubro para o I e II períodos e 21 de outubro para os III e IV períodos. 

Para os níveis fundamental, médio e técnico, a avaliação contará com dez questões de português, dez de matemática e 15 de conhecimentos específicos. Já para nível superior serão dez de português, cinco de matemática e 20 de conhecimentos específicos. 

O certame ainda será constituído das seguintes etapas: prova prática para os empregos de motorista e operador de máquinas pesadas; e análise de títulos para professores.

Continuar lendo

Atualizado: 16/08/2018 - 10:46

São Luiz do Paraitinga SP define banca do novo concurso

Seleção terá 20 vagas imediatas, além de formar cadastro reserva de pessoal para diversos cargos, com iniciais de até R$ 10,5 mil

Edital em breve

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

A Prefeitura de São Luiz do Paraitinga, na região do Vale do Paraíba, a 171 km da capital paulista, divulgou, por meio de publicação em diário oficial, nesta quinta-feira, 16 de agosto, o nome da banca organizadora do seu próximo concurso público.  A escolhida é o Instituto Excelência e, com a definição, o próximo passo é a assinatura do contrato, para que o edital de abertura de inscrições possa ser publicado logo a seguir, o que deve ocorrer já nos próximos dias.

A seleção será para o preenchimento de 20 vagas imediatas, além de formar cadastro reserva de pessoal em diversos cargos. Das oportunidades imediatas, 14 são para quem possui ensino fundamental, três para ensino médio e três para nível superior, com remunerações iniciais que variam de R$ 960,05 a R$ 10.561,11, com jornadas de trabalho de 16 a 40 horas semanais.

Ensino Fundamental
Quem possui ensino fundamental poderá concorrer aos cargos de agente comunitário de saúde (7 vagas, com inicial de R$ 1.119,47, para 40 horas semanais), conserveiro de estradas (cadastro reserva, com 5 série do ensino fundamental, R$ 960,05, 40 horas), eletricista (CR, R$ 1.394,06, 40 horas), gari (CR, 5 série do ensino fundamental, R$ 960,05, 40horas), merendeira (CR, 5 série do ensino fundamental, R$ 960,05,40 horas), motorista (1, com 5 série do ensino fundamental e carteira de habilitação específica, R$ 1.394,06, 40 horas), operador de máquinas (CR, 5 série do ensino fundamental e habilitação, R$ 2.112,23, 40 horas), pedreiro (CR, 5 série do ensino fundamental, R$ 1.394,06, 40 horas), pessoal de obras (CR, 5 série do ensino fundamental, R$ 960,05, 40 horas) e servente de serviços gerais (6 + CR, 5 série do ensino fundamental, R$ 960,05, 40 horas).

 

Ensino Médio
Para ensino médio: auxiliar administrativo (CR, R$ 1.309,58, 40 horas), auxiliar de enfermagem do PSF (2 + CR, R$ 1.478,57, 40 horas), fiscal de obras (1, R$ 1.879,89, 40 horas), fiscal de trânsito (R$ 1.394,06, 40 horas), fiscal de tributos (CR, R$ 1.879,89, 40 horas), fiscal municipal (CR, R$ 1.879,89, 40 horas), técnico de segurança do trabalho (CR, com curso técnico e registro no Ministério do Trabalho, R$ 1.572,61, 40 horas) e técnico em informática (CR, com curso específico, R$ 1.394,06, 40 horas).

 

Nível Superior
Por fim, para nível superior: advogado (CR, R$ 2.957,09, 30 horas), arquiteto (CR R$ 2.957,09, 30 horas), contabilista (CR, R$ 4.013,20, 40 horas), controlador interno (CR, R$ 3.590,75, 40 horas), enfermeira (CR, R$ 3.168,34, 40 horas), enfermeiro do PSF (1 + CR, R$ 4.436,42, 30 horas), engenheiro civil (CR, R$ 3.168,34, 30 horas), farmacêutico (1, R$ 3.168,34, 40 horas), fonoaudiólogo (CR, R$ 2.745,90, 30 horas), médico do trabalho (CR 3.273,93, 16 horas), médico generalista do PSF (1 + CR, R$ 10.561,11, 40 horas), médico ginecologista (CR, R$ 4.013,20, 16 horas), médico pediatra (CR, R$ 4.013,20, 16 horas), médico psiquiatra (CR, R$ 4.013,20, 16horas), professor de educação básica de educação infantil para crianças de 4 e 5 anos (CR, R$ 1.659,82, 25 a 32 horas), professor de educação básica II ensino fundamental de 6 a 9 ano – matemática (CR, R$ 14,74 por hora aula, de duas a 40 horas aulas semanais), professor de educação básica II – ensino fundamental de 6 a 9 séries – língua portuguesa (CR, R$ 14,74, duas a 40 horas semanais), professor de educação básica I – ensino fundamental 1 a 5 anos (CR, R$ 1.991,77,30 a 32 horas), professor de educação básica II – ensino fundamental de 6 a 9 séries – ciências (CR, R$ 14,74 por hora aula,  de duas a 40 horas semanais), professor de educação básica  II – ensino fundamental de 6 a 9 séries – educação física (CR, R$ 14,74 por hora aula para duas a 40 horas semanais), professor de educação básica II – ensino fundamental de 6 a 9 séries – geografia (CR, R$ 14,74 por hora aula, de duas a 40 horas semanais), professor de educação básica II – ensino fundamental de 6 a 9 séries – história (CR, R$ 14,74 por hora aula para duas a 40 horas), professor de educação básica II – ensino fundamental de 6 a 9 séries – inglês (CR, R$ 14,74 para duas a 40 horas semanais) e psicólogo (CR, R$ 2.323,42, 20 horas).


De acordo com o edital de licitação, as taxas previstas são de R$ 30,83 para cargos de ensino fundamental, R$ 34,83 para ensino médio e R$ 49,16 para nível superior.                     

 

Continuar lendo

Atualizado: 10/08/2018 - 11:09

TRF 3 SP MS: órgão já trabalha em definições do concurso

Seleção foi confirmada em abril e deverá contar com oportunidades para quem possui níveis médio e superior, com remunerações iniciais de até R$ 11,8 mil

Técnicos e analistas

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

O setor de gestão de pessoas do Tribunal Regional Federal da 3ª região (TRF 3ª) que engloba os estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, já iniciou os preparativos para a realização do seu novo concurso público. De acordo com informações da assessoria de imprensa do órgão, o processo atualmente está  em fase de estudos. Com isto, a oferta de vagas, bem como a distribuição por cargos, ainda será confirmada. De qualquer forma, a expectativa é de que o edital de abertura de inscrições seja publicado ainda neste semestre.

A seleção foi anunciada no final de abril pela coordenadora da Comissão de Acessibilidade e Inclusão do órgão, juíza Luciana Ortiz Tavares Costa Zanoni, durante reunião com a diretoria do Sindicato dos Trabalhadores do Judiciário Federal do Estado de São Paulo (Sintrajud). 

Na ocasião, a juíza adiantou que o TRF iria reservar de R$ 6 a R$ 8 milhões do orçamento de 2018 para a realização do novo certame. “Há toda uma estratégia quem tem como prioridade a realização do concurso”, declarou a juíza. Durante a reunião, confirmou que o problema de déficit de pessoal se agravou em decorrência do aumento do número de aposentadorias, provocada pelas preocupações dos servidores com a Reforma da Previdência e com os efeitos da Emenda Constitucional 95/2016, que congelou os orçamentos dos órgãos públicos por 20 anos. “Ainda que façamos economia em outras áreas, não podemos nomear servidores, salvo nos casos autorizados”, lembrou a juíza, mencionando as limitações impostas pela EC 95. “Ficamos de mãos amarradas. Assim como servidores, faltam juízes”, disse.

CURSO PARA O CONCURSO TRF 3ª REGIÃO 2018 - TÉCNICO E ANALISTA JUDICIÁRIO

A intenção é de que os preparativos para a seleção sejam iniciados o quanto antes, uma vez que a validade da última grande seleção, iniciada em 2013, encerrou em 25 de abril. Depois disso, o órgão realizou outro concurso, em 2015, somente para algumas áreas específicas de técnicos e analistas.

Com isto, embora os cargos e vagas do novo certame ainda não estejam confirmadas, a tendência é de que sejam aproximadamente para as mesmas opções do concurso de 2013, para as carreiras de técnico e analista judiciário, destinadas, respectivamente, a quem possui níveis médio e superior. As três principais áreas, que tendem a ser oferecidas na próxima seleção, são as de técnico judiciário na área administrativa, que pede apenas ensino médio; analista judiciário na área administrativa, para quem possui formação de nível superior em qualquer área; e analista judiciário na área judiciária, para quem possui formação em direito.
As remunerações iniciais atualmente são de R$ 7.887,24 para os técnicos e R$ 12.374,34 para analistas, já considerando o auxílio-alimentação de R$ 884 por mês.


Além disso, em decorrência da lei 13.317, de 21 de junho de 2016, as duas carreiras contarão com mais dois reajustes, em novembro de 2018 e janeiro de 2019.


Com isto, para técnicos, já com o auxílio-alimentação, os valores passarão a ser de R$ 8.178,65 e R$ 8.475,36. Para analistas, R$ 12.852,49; e R$ 13.339,30.

 


Último Concurso
No concurso de 2013 foram oferecidas 260 vagas, sendo 125 para analistas e 135 para técnicos. Do total, 195 foram para a região metropolitana de São Paulo, 50 para o interior e 15 para o Mato Grosso do Sul. A banca organizadora, na ocasião, foi a Fundação Carlos Chagas.


No caso de técnicos, a seleção foi para as áreas administrativa, administrativa – segurança e transporte,  telecomunicações e eletricidade, contabilidade, enfermagem, informática e segurança do trabalho.
Para os analistas, áreas judiciária, judiciária oficial de justiça avaliador federal, arquivologia, biblioteconomia, contador, engenharia civil, engenharia mecânica, informática, informática – banco de dados, informática –infraestrutura, medicina – cardiologia, medicina – ortopedia,  medicina – psiquiatria, psicologia do trabalho e serviço social.

 

Continuar lendo

Atualizado: 07/08/2018 - 09:26

Concurso São Bernardo SP: PROVA está prevista para 26/8

Concurso da Prefeitura de São Bernardo do Campo preencherá postos em 37 cargos, com destaque para oficial administrativo, que reúne 100 chances, cobra ensino médio e paga R$ 1,7 mil

752 vagas

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Destinado a preencher 752 vagas, o novo concurso da Prefeitura de São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, tem a prova da primeira fase prevista para 26 de agosto.    

 

Profissionais com ensino médio têm opções como analista de transportes (3 - R$ 3.945,81), auxiliar de serviços de agrimensura (1 - R$ 2.809,62), oficial administrativo (100 - R$ 1.722,95), guarda civil municipal - homem (70 - R$ 2.239,83), guarda civil municipal - mulher (30 - R$ 2.239,83) e professor de educação básica I (300 - até R$ 3.715,41).

 

As ofertas de nível superior no concurso da Prefeitura de São Bernardo são para procurador (9 - R$ 9.611,41), agente contábil (5 - R$ 4.715,83), agente de controladoria (2 - R$ 4.715,83), agente de tesouraria (3 - R$ 4.715,83), analista tributário financeiro (1 - R$ 7.903,21), arquiteto (10 - R$ 7.903,21), assistente jurídico (1 - R$ 5.586,87), assistente social (1 - R$ 5.187,41), contador (3 - R$ 7.903,21), desenhista (1 - R$ 5.107,20), engenheiro civil (9 - R$ 7.903,21), engenheiro eletricista (2 - R$ 7.903,21), fiscal de cadastro tributário (5 - R$ 4.715,83), fiscal I (32 - R$ 4.715,83), fisioterapeuta (1 - R$ 3.890,62), fonoaudiólogo (1 - R$ 5.187,41), geólogo (1 - R$ 5.946,50), psicólogo (9 - R$ 5.946,50), psicólogo - Secretaria de Educação (1 - R$ 5.187,41), técnico em agrimensura (9 - R$ 6.533,60), técnico em licitações (13 - R$ 4.324,61), técnico em meio ambiente (3 - R$ 4.715,83), terapeuta ocupacional (1 - R$ 3.890,62), coordenador pedagógico (35 - R$ 5.402,51), diretor escolar (50 - R$ 5.617,91), orientador pedagógico (5 - R$ 5.617,91) e professor nas áreas arte (10 - até R$ 3.938,33), educação física (15 - até R$ 3.938,33), educação especial - audiocomunicação (1 - até R$ 4.132,14), educação especial - deficiência intelectual/mental (8 - até R$ 4.132,14) e educação especial - deficiência visual (1 - até R$ 4.132,14). 

 

Inscrições e etapas do concurso da Prefeitura de São Bernardo do Campo 2018

 

As inscrições foram recebidas até 26 de junho, por meio do site da Fundação Vunesp (www.vunesp.com.br). As taxas custaram R$ 56,50 (nível médio) e R$ 82,20 (superior).

APOSTILAS CONCURSO PREFEITURA DE SÃO BERNARDO DO CAMPO SP 2018 - CARGOS DE NÍVEIS MÉDIO E SUPERIOR

Em 26 de agosto, a banca aplicará prova objetiva para todos os candidatos, além de exame prático-profissional apenas para os concorrentes a procurador.

 

As outras etapas do processo seletivo envolvem: análise de títulos (procurador, professor, coordenador pedagógico, diretor escolar e orientador pedagógico) e teste físico, avaliação psicológica e curso de formação (guarda civil municipal), em datas a serem definidas.

 

De acordo com os editais, o concurso da Prefeitura de São Bernardo do Campo terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do governo municipal.

 

Atribuições do oficial administrativo no concurso da Prefeitura de São Bernardo 2018

 

Datilografar serviços rotineiros, utilizando impressos padronizados relativamente simples e/ou correspondência interna e externa, relatórios, memorandos, etc., com base em minutas. Atender o expediente normal da unidade, efetuando abertura, recebimento, registro, distribuição, apensamento, desapensamento de processos, correspondência interna e externa e respectivos protocolos. Efetuar controles simples de arquivo, arquivamento em kardex, elaborar índices simples e remissivos. Redigir relatórios, minutas de ofícios, memorandos, declarações, circulares, ordens de serviço e similares, que envolvam interpretações de elementos analíticos complexos. Efetuar controles relativamente complexos envolvendo interpretação e comparação de dois ou mais tipos de informações: conferências de cálculos de licitações, apreciação em processos de compra, previsão orçamentária, controle contábil, controle de subvenções, controle de fundos, controle de férias, seguros e empréstimos e/ou outros tipos similares de controle. Efetuar cálculos simples, utilizando somente as quatro operações: cálculos de taxas de expediente, soma de avisos de crédito, cálculo de quilometragem e outros similares. Efetuar controles simples, que não envolvam interpretação e comparação de informações: controle de materiais, de quilometragem, de horas trabalhadas, cartões de ponto e/ou controles similares; Dar atendimento ao público, fornecendo informações relativamente complexas: informações sobre concorrências, editais, processos, leis, decretos, e/ou similares. Efetuar cálculos relativamente complexos, utilizando-se de fórmulas e envolvendo dados comparativos, cálculos de áreas, metragens de muros e passeios, cálculos de licença-prêmio, cálculos de juros de mora, correção monetária e/ou semelhantes. Dar atendimento de balcão, fornecendo informações gerais simples, atinentes ao serviço da Unidade. Redigir memorandos, cartas, relatórios e/ou mensagens simples, ofícios, cotas em processos, termos de juntada e retirada de documentos em expedientes, etc. Executar outras atividades correlatas ao cargo.

 

Concurso Prefeitura São Bernardo: o que vai cair na prova para oficial administrativo

 

Língua portuguesa – Leitura e interpretação de diversos tipos de textos (literários e não literários). Sinônimos e antônimos. Sentido próprio e figurado das palavras. Pontuação. Classes de palavras: substantivo, adjetivo, numeral, pronome, verbo, advérbio, preposição e conjunção: emprego e sentido que imprimem às relações que estabelecem. Concordância verbal e nominal. Regência verbal e nominal. Colocação pronominal. Crase.

 

Matemática – Resolução de situações-problema, envolvendo: adição, subtração, multiplicação, divisão, potenciação ou radiciação com números racionais, nas suas representações fracionária ou decimal; Mínimo múltiplo comum; Máximo divisor comum; Porcentagem; Razão e proporção; Regra de três simples ou composta; Equações do 1.º ou do 2.º graus; Sistema de equações do 1.º grau; Grandezas e medidas – quantidade, tempo, comprimento, superfície, capacidade e massa; Relação entre grandezas – tabela ou gráfico; Tratamento da informação – média aritmética simples; Noções de Geometria – forma, ângulos, área, perímetro, volume, Teoremas de Pitágoras ou de Tales.

 

Atualidades – Questões relacionadas a fatos políticos, econômicos, sociais e culturais, nacionais e internacionais, ocorridos a partir de 1º de janeiro de 2018, divulgados na mídia local e/ou nacional.

 

Informática – MS-Windows 7: conceito de pastas, diretórios, arquivos e atalhos, área de trabalho, área de transferência, manipulação de arquivos e pastas, uso dos menus, programas e aplicativos, interação com o conjunto de aplicativos MS-Office 2010. MS-Word 2010: estrutura básica dos documentos, edição e formatação de textos, cabeçalhos, parágrafos, fontes, colunas, marcadores simbólicos e numéricos, tabelas, impressão, controle de quebras e numeração de páginas, legendas, índices, inserção de objetos, campos predefinidos, caixas de texto. MS-Excel 2010: estrutura básica das planilhas, conceitos de células, linhas, colunas, pastas e gráficos, elaboração de tabelas e gráficos, uso de fórmulas, funções e macros, impressão, inserção de objetos, campos predefinidos, controle de quebras e numeração de páginas, obtenção de dados externos, classificação de dados. MS-PowerPoint 2010: estrutura básica das apresentações, conceitos de slides, anotações, régua, guias, cabeçalhos e rodapés, noções de edição e formatação de apresentações, inserção de objetos, numeração de páginas, botões de ação, animação e transição entre slides. Correio Eletrônico: uso de correio eletrônico, preparo e envio de mensagens, anexação de arquivos. Internet: navegação na Internet, conceitos de URL, links, sites, busca e impressão de páginas.

APOSTILAS CONCURSO PREFEITURA DE SÃO BERNARDO DO CAMPO 2018 - OFICIAL ADMINISTRATIVO E CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR

Continuar lendo

Atualizado: 06/08/2018 - 10:45

Câmara de Cubatão SP ABRE concurso com 19 vagas

A participação no concurso da Câmara Municipal de Cubatão deverá ser garantida até o dia 5 de setembro. Os salários iniciais chegam a R$ 7,9 mil

Todos os níveis

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Entra em vigor nesta segunda-feira (6) o prazo de inscrição do concurso da Câmara Municipal de Cubatão, situada no Estado de São Paulo, na Região Metropolitana da Baixada Santista. A seleção visa o provimento de 19 vagas do seu quadro de pessoal. 

Candidatos que concluíram p ensino fundamental podem se inscrever para a função de auxiliar legislativo - administrativo II (10 vagas). O salário inicial é de R$ 2.364,91. 

Quem tem o ensino médio está apto às carreiras de assistente em administração pública (3) e motorista legislativo categoria “B” (3), cujos vencimentos são de R$ 3.889,39 e R$ 4.087,80, respectivamente. 

O cargo de técnico de suporte (1) requer curso técnico em área da tecnologia de informação e paga R$ 4.987,89. 

APOSTILAS CONCURSO CÂMARA DE CUBATÃO 2018 - CARGOS DE NÍVEIS FUNDAMENTAL E MÉDIO

Para nível superior, as chances são para os postos de analista de sistemas (1), cuja remuneração é de R$ 7.528, e procurador legislativo II (1), com ganho de R$ 7.912,02.

 

Como participar do concurso da Câmara de Cubatão SP

 

Interessados em concorrer a uma das vagas devem se inscrever na página eletrônica do organizador do processo de seleção, o IBAM (www.ibamspconcursos.org.br), e efetuado o pagamento da taxa, nos valores de R$ 52 para ensino fundamental, R$ 65 para nível médio, R$ 74 para curso técnico e R$ 95 para formação superior. O prazo se encerrará no dia 5 de setembro. 

Serão aceitas inscrições para mais de um cargo, desde que a prova objetiva seja aplicada em blocos distintos, especificados a seguir: bloco A para assistente em administração pública e técnico de suporte; e bloco B para analista de sistemas, auxiliar legislativo - administrativo II, motorista legislativo e procurador legislativo II. 

 

Provas do concurso da Câmara de Cubatão SP

 

Todos os participantes serão submetidos à prova objetiva, de caráter classificatório e eliminatório. Ela será composta por 40 questões de múltipla escolha, que versarão sobre as matérias de língua portuguesa, matemática e/ou conhecimentos específicos. 

A avaliação será aplicada no município de Cubatão/SP no dia 30 de setembro, em locais e horários a serem comunicados no edital de convocação, a ser publicado no site do IBAM em momento oportuno.

Apenas o cargo de procurador legislativo II realizará a prova dissertativa, eliminatória e classificatória, na mesma data da objetiva. Ela será composta de um parecer jurídico um dos temas descritos no conteúdo programático.

O concurso da Câmara de Cubatão ainda contará com as seguintes etapas: prova prática para o cargo de motorista legislativo, classificatória e eliminatória; e análise de títulos para procurador legislativo II, unicamente classificatória. 

Continuar lendo

Atualizado: 03/08/2018 - 12:14

Concurso Receita Federal: 2.083 vagas seguem em análise

Oportunidades solicitadas ao Ministério do Planejamento são para as carreiras de auditor-fiscal e analista tributário. Iniciais do concurso da Receita serão de até R$ 16,2 mil

Aguarda autorização

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Segue em análise no Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) o pedido do concurso da Receita Federal do Brasil (RFB). O órgão solicitou autorização para preencher 2.083 vagas em seu quadro de pessoal.

Dados indicam que a falta de servidores na RFB está cada vez mais crítica, ainda mais que a cada novo levantamento cresce o número de postos vagos. A tendência é que a quantidade de servidores fique cada vez mais escassa, caso uma nova seleção não ocorra.

APOSTILAS CONCURSO RECEITA FEDERAL 2018 - AUDITOR

CURSO ONLINE PARA CONCURSO RECEITA FEDERAL 2018 - AUDITOR FISCAL

Último levantamento, de dezembro de 2017, aponta que a Receita Federal tem 20.830 postos em aberto, número em constante crescimento. Do déficit de servidores, 10.922 são de auditores e 9.908 de analista. A situação pode ficar mais crítica, ainda mais que cerca de 20% do pessoal já está apto a se aposentar.

Pedido do concurso da Receita Federal 2018

Em maio de 2017, o Ministério da Fazenda encaminhou ao Ministério do Planejamento pedido para que sejam liberadas à Receita Federal 2.083 oportunidades para auditor-fiscal e analista tributário.

Do total de ofertas requeridas para o concurso da Receita Federal, 630 são para auditor e 1.453 para analista. Ambas as carreiras aceitam profissionais com formação superior completa em diversas áreas de atuação. A remuneração inicial corresponde a R$ 16.201,64 e a R$ 9.714,42, respectivamente, já incluindo o vale-alimentação de R$ 458.

Veja também: simulado completo para o concurso da Receita 2018

Concurso da Receitra Federal para a área administrativa

Outra seleção aguardada é a que contempla 400 vagas para os cargos de assistente-técnico administrativo e analista administrativo, com lotação no quadro de pessoal da Receita Federal. Vale ressaltar que o lançamento do edital, assim que autorizado pelo MPDG, é feito pelo Ministério da Fazenda, que depois distribui as oportunidades para o seu quadro e o da RFB.

Para concorrer a assistente é necessário possuir ensino médio, sendo que o salário inicial, atualizado, é de R$ 4.137,97, considerando o vale-alimentação de R$ 458. Já a função de analista administrativo pede nível superior e oferece vencimento de R$ 5.490,09, incluindo o benefício.

Uma vez autorizado, o concurso contará com uma grande parte das vagas destinada para o Estado de São Paulo, por não ter sido contemplado na última seleção para os cargos administrativos.

Preparação para o concurso da Receita Federal 2018

Por ser considerado um dos concursos mais concorridos do Brasil, já que soma milhares de concorrentes, quem deseja conquistar um posto na RFB deve iniciar os estudos com antecedência. Em entrevista anterior ao JC, o auditor-fiscal da Receita Federal e ex-presidente do Sindifisco Nacional (Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil), Pedro Delarue, comentou que “as provas são disputadíssimas e as pessoas que estão estudando estão super preparadas, então, é necessário estudar bastante, já que há uma grande variedade de temas”.

Uma opção para se preparar para a seleção é analisar o conteúdo programático e as avaliações dos processos seletivos anteriores. 

Último concurso da Receita Federal

No caso de assistente técnico-administrativo, o concurso anterior ocorreu em 2014, sendo organizado pela Escola de Administração Fazendária (Esaf). A prova contou com 70 questões, sendo 50 de conhecimentos básicos e 20 de conhecimentos específicos. Em conhecimentos básicos foram 20 de língua portuguesa, dez de matemática e raciocínio lógico, dez de conhecimentos de informática e dez de atualidades. Em conhecimentos específicos, cinco de gestão de pessoas e atendimento ao público, cinco de ética do servidor na administração pública, cinco de administração pública brasileira e cinco do regime jurídico dos agentes públicos. Informática e atualidades contaram com peso um e as demais disciplinas, com peso dois.  

Prepare-se para o concurso Receita Federal

PROVA ANTERIOR CONCURSO RFB

Para analista técnico administrativo, a última seleção foi em 2013, também organizada pela Esaf. O cargo contou com duas provas, sendo a primeira com 65 questões de conhecimentos básicos e a segunda com 50 de conhecimentos específicos. Em conhecimentos gerais foram 15 de língua portuguesa, dez de atualidades, dez de raciocínio lógico quantitativo, dez de direito constitucional dez de direito administrativo e dez de informática básica. Língua portuguesa e conhecimentos específicos tiveram peso dois, enquanto as demais disciplinas contaram com peso um. Além disso, os candidatos foram submetidos a uma prova discursiva.

Saiba mais sobre o concurso da Receita Federal 2018

 


Ads

Uma das vagas na Receita Federal será sua!

Essa é sua chance. São mais de 2 mil oportunidades com remuneração de até R$ 20.123. Garanta sua vaga e construa uma carreira de sucesso!

 

 

 


Continuar lendo

Atualizado: 02/08/2018 - 12:07

São Joaquim da Barra SP definida BANCA para 71 vagas

Seleção contará com oportunidades para diversos cargos, com opções em todos os níveis de escolaridade. Edital em breve

Iniciais até R$ 13,3 mil

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

A prefeitura de São Joaquim da Barra, no interior paulista, a 396 km da capital e próxima de Franca, já definiu o nome da banca organizadora do seu novo concurso público. A escolhida é o Instituto de Marketing, Assessoria e Gestão de Imagem na Empresa Ltda. Com isto, a expectativa é de que o edital de abertura de inscrições possa ser publicado no decorrer dos próximos dias.

Ao todo serão oferecidas 71, sendo seis para cargos com exigência de ensino fundamental incompleto, oito para fundamental completo, 21 para ensino médio e 36 para nível superior, com remunerações iniciais que variam de R$ 1.069,61 a R$ 13.365,96, com jornadas de trabalho de 10 a 44 horas semanais.

Ensino Fundamental Incompleto
Quem possui ensino fundamental incompleto poderá concorrer aos cargos de operador de máquinas e equipamentos sênior (1 vaga, com carteira de habilitação “C” ou superior, R$ 1.674,11, com jornada de trabalho de 44 horas semanais), encanador sênior (1, R$ 1.533,53, 44 horas), pedreiro (3, R$ 1.413,01, 44 horas) e pintor de paredes (1, R$ 1.378,14, 44 horas).

 

Ensino Fundamental Completo
Para fundamental completo:  motorista (2, com carteira de habilitação ”D”, R$ 1.413,01, 44 horas), frentista (2, R$ 1.413,01, 44 horas), merendeira (2, R$ 1.413,01, 44 horas) e agente comunitário de saúde (2, R$ 1.344,97, 44 horas).

 

Ensino Médio
Ensino médio: auxiliar de dentista (1, R$ 1.274,88, 44 horas), fiscal de posturas (2, R$ 1.674,11, 44horas), fiscal de rendas (2, ensino médio incompleto, R$ 1.674,11, 44 horas), encarregado de rede de água e esgoto (1, R$ 1.674,11, 44 horas), eletricista (2, com curso técnico em eletrotécnica, R$ 1.578,23, 44 horas), auxiliar de tesoureiro (3, com curso técnico em contabilidade, R$ 1.674,11, 44 horas), escriturário II (1, R$ 1.343,94, 40horas), inspetor de alunos (1, R$ 1.069,61, 44 horas), auxiliar de almoxarife (1, R$ 1.578,23, 44 horas),  agente sanitário (1, R$ 1.447,72, 44 horas), auxiliar de dentista (1, R$ 1.274,88, 44 horas), fiscais de posturas (2, R$ 1.674,11, 44 horas), fiscais de rendas (2, R$ 1.674,11, 44 horas) e encarregado de rede de água e esgoto (1, R$ 1.674,11, 44 horas).

 

Nível Superior
Por fim, para nível superior: contador (2, com registro no conselho, R$ 4.133,18, 40 horas), chefe de setor de licitações e despesas (1, com superior e curso técnico em contabilidade, administração ou informática, R$ 1.722,94, 44 horas), tesoureiro (1, com superior e curso técnico em contabilidade, administração ou informática, R$ 1.819,14, 44 horas), professor de educação básica peb I – ensino fundamental (1, com licenciatura plena em pedagogia com habilitação de magistério nas séries iniciais, R$ 2.091,70, 24 horas), professor de educação infantil (1, com licenciatura plena em pedagogia com habilitação em educação infantil, R$ 2.091,70, 24 horas),  procurador jurídico (2, R$ 4.477,47, 30 horas), médico vascular (1, com registro no conselho, R$ 3.616,25, 10 horas), médico pediatra (3, com registro no conselho, R$ 3.616,25, 10 horas), médico ginecologista/obstetra (2, com registro no conselho, R$ 3.616,25, 10 horas), médico endocrinologista (1, com registro no conselho, R$ 3.616,25, 10 horas), médico psiquiatra (3, com registro no conselho, R$ 3.616,25, 10 horas),  médico clinico geral (8, com registro no conselho, R$ 13.365,96, 40 horas), enfermeiro padrão (6, R$ 3.100,77, 40 horas), psicólogo (2, com registro no conselho, R$ 2.411,80, 20 horas) e tecnólogo em raio X (2, com superior em radiologia, R$ 1.819,14, 44 horas).  

 

Continuar lendo

Atualizado: 01/08/2018 - 11:10

Concurso em Barretos SP reúne 66 oportunidades

A participação no concurso do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) do município de Barretos deverá ser garantida entre os dias 8 de agosto e 12 de setembro

Todos os níveis

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) do município de Barretos, situado no interior do Estado de São Paulo, divulgou o edital de abertura das inscrições do concurso que dispõe de 66 vagas. Do total de ofertas, 13 são reservadas a pessoas com deficiência. 

Candidatos que têm o ensino fundamental podem concorrer para as funções de auxiliar de construção (1), auxiliar de eletricista (1), auxiliar de leitura e fiscalização (3), auxiliar de manutenção de bombas e equipamentos (2), auxiliar de mecânico (1), auxiliar de serviços gerais (3), auxiliar de serviços operacionais (20), eletricista (1), jardineiro (1), mecânico (1), operador de máquinas (3), pedreiro (3) e vigia (5). 

Para ensino médio e/ou curso técnico, as chances são para os cargos de auxiliar administrativo (6), auxiliar geral de laboratório (1), caixa (2), coletor de amostras (1), auxiliar de operador - seção de captação e adução, ETA, poços e ETE (2) e analista de laboratório (4).  

Quem tem o nível superior está apto às carreiras de advogado (1), assistente de tecnologia da informação (2), engenheiro civil (1) e químico (1). 

APOSTILAS CONCURSO SAAE 2018 - CARGOS DE NÍVEIS FUNDAMENTAL E MÉDIO

Os salários iniciais oferecidos pelo SAAE de Barretos partem de R$ 1.035,50 e chegam a R$ 2.746,49. 

 

Etapas do concurso do SAAE de Barretos SP

 

As inscrições deverão ser realizadas exclusivamente pela internet, através do endereço eletrônico da Fundação Vunesp (www.vunesp.com.br), entre os dias 8 de agosto e 12 de setembro. Os valores da taxa de participação são de R$ 60 para ensino fundamental, R$ 80 para nível médio/técnico e R$ 100 para formação superior. 

O concurso do SAAE de Barretos será constituído das seguintes avaliações: prova objetiva para todos os cargos; prova prático-profissional advogado; prova de redação para auxiliar administrativo; e prova prática para auxiliar de construção, auxiliar de eletricista, auxiliar de manutenção de bombas e equipamentos, auxiliar de mecânico, auxiliar de serviços gerais, auxiliar de serviços operacionais, eletricista, jardineiro, mecânico, operador de máquinas e pedreiro. 

As provas objetiva, de redação e prático-profissional serão aplicadas na cidade de Barretos/SP no dia 21 de outubro, em locais e horários a serem comunicados no edital de convocação, a ser divulgado no site da Fundação Vunesp em momento oportuno. 

 

Atribuições do auxiliar administrativo do SAAE de Barretos SP

 

Executar trabalhos simples de escritório, compreendidos em rotinas pré-estabelecidas, que possam ser prontamente aprendidas e que requeiram pouca capacidade de julgamento; fazer anotações em fichas e manusear fichários; classificar e organizar expedientes recebidos; obter informações de fontes determinadas a fornecê-las aos interessados, quando autorizado; digitar textos e executar outros serviços rotineiros no computador; digitar cartas, ofícios, memorando, folhas de pagamento, etc.; operar máquinas de escritório; fazer cálculos simples, com utilização de máquinas; auxiliar na separação, classificação, distribuição, numeração, selagem e expedição de correspondências; auxiliar no controle e movimentação de bens patrimoniais; prestar informações simples de caráter geral, pessoalmente ou por telefone; anotar e transmitir recados; Participar de comissões internas; observar e cumprir as normas de higiene e de segurança do trabalho; manter-se atualizado sobre as normas municipais e estrutura organizacional do SAAE de Barretos; participar de cursos de qualificação e requalificação profissional; manter conduta profissional compatível com os princípios reguladores da administração pública, especialmente os da legalidade, da impessoalidade, da moralidade, da publicidade, da razoabilidade e da eficiência, preservando o sigilo das informações; tratar com zelo e urbanidade os clientes do SAAE de Barretos; dirigir veículos do SAAE de Barretos; cumprir normas de saúde e segurança do trabalho e utilizar adequadamente equipamentos de proteção individual e coletivo; executar demais funções ligadas à sua área de atuação, por determinação dos superiores competentes.

Continuar lendo

Atualizado: 01/08/2018 - 10:57

Jacupiranga SP inscreve para concurso com 31 vagas

Chances em disputa no concurso da Prefeitura de Jacupiranga, no interior paulista, estão distribuídas entre funções destinadas a profissionais de todas as escolaridades

Até 24/8

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

A Prefeitura de Jacupiranga, cidade paulista com cerca de 20 mil habitantes, abriu hoje (1) as inscrições para o concurso público que disponibiliza 31 vagas, além de chances para cadastro reserva (CR).

 

Para concorrer como auxiliar de serviços gerais (3 postos e salário de R$ 964,64), borracheiro (1 - R$ 1.088,83) e operário braçal (3 - R$ 964,64) basta ser alfabetizado.  

 

Profissionais com nível fundamental têm opções como auxiliar de saúde bucal (CR - R$ 1.143,32), guarda para policiamento administrativo/vigia (1 - R$ 964,64), mecânico (1 - R$ 1.502,68), motorista de ambulância (CR - R$ 1.143,32), motorista de veículos e cargas em geral (CR - R$ 1.143,32), operador de máquinas (CR - R$ 1.153,13) e recepcionista hospitalar (1 - R$ 1.016,40).

 

Quem possui ensino médio está apto a se inscrever no concurso da Prefeitura de Jacupiranga para as funções de agente comunitário de saúde (2 + CR - R$ 1.214,08), agente de combate a endemias (1 - R$ 1.214,08), agente de organização escolar (2 - R$ 1.153,13), auxiliar de desenvolvimento infantil (CR - R$ 1.173,04), auxiliar de farmácia (1 - R$ 971,86), eletricista (1 - R$ 1.203,66), eletricista de veículos automotores (1 - R$ 1.502,68), escriturário (2 - R$ 1.153,13), fiscal geral (CR - R$ 1.502,68), monitor de transporte escolar (1 - R$ 1.153,13), office boy (CR - R$ 964,64), secretário de escola (CR - R$ 1.163,04), técnico de enfermagem (1 - R$ 1.163,04), técnico de informática (1 - R$ 1.701,35), técnico de raio X (CR - R$ 1.929,28) e técnico em segurança do trabalho (1 - R$ 1.849,85).  

 

São ofertadas carreiras de nível superior para assistente social (CR - R$ 3.110,31), bibliotecário (CR - R$ 2.192,93), contador (CR - R$ 4.464,46), dentista (CR - R$ 3.110,31), enfermeiro (1 - R$ 3.110,31), engenheiro agrônomo (CR - R$ 3.110,31), engenheiro de segurança do trabalho (1 - R$ 3.406,95), farmacêutico (1 - R$ 3.110,31), fiscal tributário (CR - R$ 3.110,31), fisioterapeuta (1 - R$ 3.110,31), médico do trabalho (1 - R$ 6.159,16), ginecologista (1 - R$ 3.406,95), médico plantonista (CR - R$ 805,34 por plantão), nutricionista (CR - R$ 3.110,31), procurador jurídico (CR - R$ 3.110,31), professor de artes (CR - R$ 2.701,08), professor de educação básica - especial (1 - R$ 2.701,08) e psicólogo (CR - R$ 3.110,31).

 

 

Concurso Prefeitura Jacupiranga: inscrições e etapas

 

 

A RBO Assessoria, banca que organiza o certame, recebe inscrições até 24 de agosto, por meio do site www.rboconcursos.com.br. A empresa cobra taxas de R$ 35 (alfabetizados e nível fundamental), R$ 45 (médio) e R$ 60 (superior).   

 

Todos os candidatos farão prova objetiva com questões de conhecimentos básicos e específicos. A aplicação está prevista para 23 de setembro. 

 

A seleção será finalizada com outras duas etapas: teste prático (para borracheiro, mecânico, motorista, operador de máquinas, eletricista, eletricista de veículos, escriturário e secretário de escola) e avaliação de títulos (professor). 

 

De acordo com o edital, o concurso da Prefeitura de Jacupiranga terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do governo municipal.

 

 

Principais atribuições do auxiliar de serviços gerais no concurso da Prefeitura de Jacupiranga

 

 

Executar tarefas de natureza operacional em obras públicas, conservação e manutenção de próprios municipais. Auxiliar nos serviços de armazenagem de materiais leves e pesados, tais como cal, cimento, areia, tijolos e outros, acondicionando-os em prateleiras ou pátios dos almoxarifados, para assegurar o estoque dos mesmos. Auxiliar nos serviços de jardinagem, aparando gramas, preparando a terra, plantando sementes e mudas, podando árvores, visando conservar, cultivar e embelezar canteiros em geral. Efetuar a limpeza e conservação de áreas verdes, praças, terrenos baldios, ruas e outros logradouros públicos, carpindo, limpando, lavando, varrendo, transportando entulhos, visando melhorar o aspecto do município. Efetuar a limpeza e conservação nos cemitérios e nos jazigos, bem como auxiliando na preparação de sepulturas, abrindo e fechando covas, para permitir o sepultamento dos cadáveres. Auxiliar os motoristas nas atividades de carregamento, descarregamento e entrega de materiais e mercadorias, valendo-se do esforço físico e/ou outros recursos, visando contribuir para a execução dos trabalhos. Auxiliar na preparação de ruas para a execução de serviços de pavimentação, compactando o solo, esparramando terra, pedra, para manter a conservação de trechos desgastados ou na abertura de novas vias. Auxiliar nas instalações e manutenções elétricas, fornecendo materiais necessários e utilizando ferramentas manuais, para estruturar a parte geral das instalações. Apreender animais soltos em vias públicas, tais como vaca, cavalo, cachorros, cabritos, etc., laçando-os e conduzindo-os ao local apropriado, para evitar acidentes e garantir a saúde da população. Entre outras atividades.
 

Continuar lendo

Atualizado: 01/08/2018 - 09:12

Concurso em Fernandópolis SP oferece nove vagas

Com inscrições a partir de 3 de agosto, concurso da Prefeitura de Fernandópolis oferece chances para profissionais de níveis médio e superior

Salários até R$ 14,1 mil

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Distante cerca de 550 km da capital paulista, o município de Fernandópolis abriu concurso público para preencher nove vagas no quadro de servidores da prefeitura, além de formar cadastro reserva.

 

Estão em disputa cargos de ensino médio para motorista (1 posto e salário de R$ 1.367,62), operador de máquinas/trator (3 - R$ 1.756,51), auxiliar de saúde bucal (1 - R$ 1.431,16) e técnico de enfermagem (1 - R$ 1.859,24) - os dois últimos também cobram formação técnica. 

 

São ofertadas chances de nível superior para advogado (1 - R$ 2.383,26), fonoaudiólogo (1 - R$ 1.756,51) e médico ESF (1 - R$ 14.102,48).

 

Será possível se inscrever entre 9h de 3 de agosto e 23h59 de 3 de setembro, por meio do endereço www.eapc.com.br. As taxas custam R$ 50 (ensino médio) e R$ 80 (superior).  

 

 

Etapas do concurso da Prefeitura de Fernandópolis SP

 

 

Com aplicação prevista para 23 de setembro, a prova objetiva abordará conteúdos de língua portuguesa, raciocínio lógico/matemática, história de Fernandópolis, conhecimentos específicos e lei orgânica do município.

 

Além da avaliação escrita, o processo seletivo prevê teste prático (motorista e operador de máquinas/trator), em data a ser definida, e avaliação de títulos (advogado, médico e fonoaudiólogo), no mesmo dia do exame objetivo. 

 

De acordo com o edital, o concurso da Prefeitura de Fernandópolis terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do governo municipal.

 

 

Concurso Prefeitura Fernandópolis: atribuições do operador de máquinas/trator

 

 

Executar trabalho de operação em tratores em geral, máquinas pesadas assemelhadas, patrol, pá mecânica, rolo compressor e retroescavadeira; Informar ao mecânico quanto aos defeitos apresentados pelas máquinas; Comunicar ao chefe imediato a que estiver subordinado, qualquer anormalidade que porventura a máquina apresente; Efetuar inspeção no maquinário de forma preventiva; Executar outras tarefas correlatas mediante determinação superior.
 

Continuar lendo

Atualizado: 31/07/2018 - 10:44

TJ SP: SANCIONADA criação de 210 vagas

Governador Márcio França deu aval para ampliação do quadro.Somente para escrevente técnico judiciário são mais 90 postos

Escreventes e juízes

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

O governador Márcio Franca sancionou, na última segunda-feira, 30 de julho, a lei complementar 1.330, referente ao projeto de lei complementar 14/2017, aprovado pela Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) em 4 de julho, que cria 210 vagas no quadro de pessoal para o órgão. Do total, 120 são para preenchimento por meio de concursos públicos e 90 para a carreira comissionada de assistente jurídicos. Agora, o texto segue para sanção do governador Márcio França, que deve ocorrer nos próximos dias.

Das oportunidades para novos concursos, 30 são para a carreira de juiz substituto e 90 para o cargo de escrevente técnico judiciário, que poderão ser preenchidas por aprovados dos últimos concursos em validade.

O objetivo é dar celeridade ao processo de criação de pelo menos parte das vagas previstas em outra proposta, o projeto de lei complementar 26/13, que cria 285 postos para escreventes. Além destes, um terceiro projeto tramita, na Alesp, o PLC 44/2016, que conta com mais 188 vagas para escreventes.

De acordo com as justificativas do PLC apresentadas pelo ex-presidente do TJ/SP, desembargador José Dimas de Bellis Mascaretti, “todos os cargos foram destacados do PLC 26/2013 e são prioritários para melhor estruturar os quadros de magistrados e servidores em segundo grau do Tribunal de Justiça, devido ao congestionamento processual, como forma de atender a demanda crescente e a necessidade de tornar mais acessível o judiciário à população”, diz. “A Constituição de São Paulo previu no artigo 72 e seus parágrafos, a possibilidade de criação do quadro próprio de juiz de direito substituto em segundo grau, para a substituição de membros dos tribunais ou nestes auxiliar, quando o acúmulo de feitos evidenciar a necessidade de sua atuação. O Tribunal de Justiça já vem se servindo da valiosa força de trabalho de juízes de direito substitutos em segundo grau e hoje há no seu quadro 85 cargos criados, que permanecem preenchidos, com grande proveito. Todavia, as únicas criações de cargos de juiz substituto em segundo grau remontam às leis complementares 646, de 8 de janeiro de 1990, com 60 cargos; 726, de 9 de setembro de 1993, com mais 25, que ocorreram há muito, época em que a distribuição de feitos era muito inferior à segunda instância, e em que o acerto era bem menor. Não se vislumbra outra alternativa ao monumental aumento de distribuição de recursos no Tribunal de Justiça, agora decorrente da implementação do “Processo 100% digital”, sob pena de se inviabilizar a redução dos gastos submetidos a julgamento em segundo grau, em  flagrante afronta ao primado da razoável duração do processo, tal como previsto no artigo 5, caput, inciso LXXVIII, da Constituição Federal, redação atribuída pela Emenda Constitucional 45”, diz o magistrado.           

     

Continuar lendo

Atualizado: 31/07/2018 - 10:30

Concurso TRT 15: divulgado GABARITO da prova objetiva

Distribuídas entre diversas regiões de SP, carreiras em disputa no concurso do TRT 15 oferecem salários de até R$ 12,7 mil

Técnico e analista

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

A Fundação Carlos Chagas divulgou o gabarito preliminar da prova objetiva do concurso do TRT 15 (Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região), aplicada no último domingo (29). O documento pode ser conferido aqui

 

Além de Campinas, onde fica a sede do órgão, estão em disputa oportunidades com lotação nos polos de Bauru, Jundiaí, Piracicaba, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, São José dos Campos e Sorocaba. 

 

O processo seletivo oferece duas vagas imediatas, além de chances para cadastro reserva (CR). As inscrições foram encerradas em 4 de abril e o número total de candidatos é 70.339, sendo que 9.805 concorrem às vagas reservadas a negros e 1.399 a pessoas com deficiência.

Destinada a profissionais com ensino médio, a carreira de técnico judiciário reúne oportunidades em três áreas: administrativa (CR), segurança (CR) e apoio especializado - enfermagem (1 posto), função que também requer formação técnica. Os salários variam de R$ 6.708,53 a R$ 7.766,18.


APOSTILA CONCURSO TRT 15  2018 - TÉCNICO JUDICIÁRIO/ÁREA ADMINISTRATIVA


O cargo de analista judiciário exige curso superior e tem chances nas áreas judiciária (CR), oficial de justiça - avaliador federal (CR), administrativa (CR), arquitetura (CR), história (CR), medicina (1), medicina - psiquiatria (CR), odontologia (CR) e psicologia (CR). Os vencimentos vão de R$ 11.006,83 a R$ 12.742,14. 

 

Concurso TRT 15: inscrições e provas
 

As inscrições para o concurso do TRT 15 foram recebidas por meio do site www.concursosfcc.com.br. As taxas custaram R$ 80 para técnico e R$ 95 para analista. 


Ads

Seja aprovado no concurso TRT-15 2018

Tenha uma preparação completa para o Concurso TRT-15. Materiais elaborados de acordo com o Edital. Confira.

 

O processo seletivo envolveu provas objetiva com 60 perguntas (todos os cargos), discursiva (analista nas áreas de arquitetura, história e oficial de justiça), redação (analista nas áreas administrativa, arquitetura e história e técnico nas áreas administrativa e segurança) e estudo de caso (técnico - especialidade enfermagem e analista nas áreas judiciária, administrativa, medicina, psiquiatria, odontologia e psicologia).

A aplicação dos exames ocorreu em Bauru, Campinas, Jundiaí, Piracicaba, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, São José dos Campos e Sorocaba.

O conteúdo programático previa língua portuguesa, regimento interno, noções sobre direitos das pessoas com deficiência, raciocínio lógico/matemático, lei 8.112/1990 e conhecimentos específicos. 

Os concorrentes a técnico judiciário - especialidade segurança também passarão por prova prática de capacidade física, agendada para 23 de setembro, e curso de formação inicial, em período a ser definido. Ambas as fases ocorrerão em Campinas. 

De acordo com o edital, o concurso do TRT 15 terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do órgão. 
 

 

Atribuições do técnico judiciário - área administrativa no concurso do TRT 15
 

Prestar apoio técnico e administrativo pertinente às atribuições das unidades organizacionais; executar tarefas de apoio à atividade judiciária; arquivar documentos; efetuar tarefas relacionadas à movimentação e à guarda de processos; atender ao público interno e externo; classificar e autuar processos; realizar estudos, pesquisas e rotinas administrativa; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Conteúdo programático parcial do concurso do TRT 15
 

Língua portuguesa - Interpretação de texto. Argumentação. Pressupostos e subentendidos. Níveis de linguagem. Articulação do texto: coesão e coerência. Termos da oração. Processos de coordenação e subordinação. Discurso direto e indireto. Tempos, modos e vozes verbais. Classes de palavras. Flexão nominal e verbal. Concordância nominal e verbal. Regência nominal e verbal. Ocorrência da crase. Ortografia e acentuação. Pontuação. Equivalência e transformação de estruturas. Redação. Sintaxe.

Regimento interno do TRT 15 - Disposições Preliminares; Organização do Tribunal; Tribunal Pleno; Órgão especial; Presidência do Tribunal; Corregedoria; Seções Especializadas; Turmas e Câmaras; Escola Judicial; Serviços Administrativos; Pessoal Administrativo; Gabinete dos Desembargadores do Trabalho.  

Noções sobre direitos das pessoas com deficiência (Resolução CNJ nº 230/2016 - art. 19): Inclusão, direito e garantias legais e constitucionais das pessoas com deficiência (Lei nº 13.146/2015; Lei nº 11.126/2005 e Constituição Federal). Normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida (Lei nº 10.098/2000 e Decreto 5.296/2004). Prioridade de atendimento às pessoas portadoras de deficiência (Lei nº 10.048/2000 e Decreto 5.296/2004). Direitos no sistema de transporte coletivo (Lei nº 8.899/1994 e Decreto 3.691/2000). Símbolo de identificação de pessoas portadoras de deficiÊncia auditiva (Lei nº 8.160/1991). Normas de apoio às pessoas portadoras de deficiência e sua integração social (Lei nº 7.853/1989 e Decreto nº 3.298/1999).

Confira o conteúdo programático completo do concurso do TRT 15

Continuar lendo

Atualizado: 30/07/2018 - 11:15

Concurso CORE SP: edital com 33 vagas sairá em breve

Concurso do Core SP (Conselho Regional dos Representantes Comerciais do Estado de São Paulo) terá oportunidades nos níveis fundamental, médio e superior

Banca já contratada

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Será publicado no decorrer dos próximos dias o edital do novo concurso público do Conselho Regional dos Representantes Comerciais do Estado de São Paulo (Core SP). A seleção virá para preencher 33 vagas imediatas e formar cadastro reserva de pessoal para todos os cargos.

Recentemente, o órgão o contrato de prestação de serviços com a banca organizadora do certame, a Inaz do Pará. Agora, o próximo passo é a elaboração do cronograma contendo as datas de publicação do edital, do período de inscrições e da aplicação das provas.

Candidatos com ensino fundamental poderão concorrer ao empregos de copeiro (1 oportunidade; salário de R$ 1.429,09) e office-boy (1; R$ 1.429,09). Ambas as funções serão lotadas na cidade de São Paulo.

As chances com exigência de nível médio serão as de operador de teleatendimento (2; R$ 2.571,36), telefonista (2; R$ 2.571,36), motorista (1; R$ 2.828,49), fiscal (2; R$ 2.828,49) e técnico de TI (1; R$ 3.438,03). Os três primeiros postos ficarão para São Paulo, enquanto os demais para Araraquara e Bauru, respectivamente.

Ainda para quem possui curso de nível médio, o concurso do Core/SP terá 19 ofertas para assistente administrativo nos seguintes municípios: São Paulo (10), Campinas (1), Bauru (1), Ribeirão Preto (1), Presidente Prudente (2), Araraquara (2), Sorocaba (1) e Santos (1). A remuneração inicial equivale a R$ 2.828,49 por mês.

Os cargos de assistente jurídico (2; R$ 5.382,85), contador (1; R$ 5.382,85) e analista de TI (1; R$ 5.382,85) se destinarão aos concurseiros com formação superior em áreas específicas. Tais postos serão para a capital paulista.

Para todas as funções do concurso do Core SP, as jornadas semanais de trabalho correspondem a 40 horas.

A previsão é que as taxas custem R$ 40 (nível fundamental), R$ 57,33 (médio) e R$ 75,33 (superior). Há uma expectativa de que o certame receba 11.860 inscrições.

 

Etapas do concurso do Core SP

 

Consta no edital de licitação que o processo seletivo compreenderá prova objetiva com questões de múltipla escolha para todas as carreiras e teste discursivo para as que necessitam de graduação.

O exame dos postos de nível fundamental apresentará dez perguntas de língua portuguesa, dez de raciocínio lógico e 20 de conhecimentos gerais, enquanto para as posições de ensino médio serão dez de língua portuguesa, cinco de raciocínio lógico, cinco de informática e 20 de conhecimentos específicos.

Já a avaliação dos cargos que exigem formação superior será composta de dez itens de língua portuguesa, dez de informática e 30 de conhecimentos específicos.

Continuar lendo

Atualizado: 27/07/2018 - 15:23

Iporanga SP oferece vagas para nível superior

Oportunidades são para as carreiras de médico plantonista, procurador jurídico e psicólogo, com remunerações iniciais de até R$ 7,5 mil

 Três cargos

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

A partir deste sábado, dia 28 de julho, a prefeitura de Iporanga, no interior paulista, a 360 km da capital e próxima a Registro, receberá inscrições em seu concurso público para o preenchimento de quatro vagas para cargos de nível superior. As remunerações iniciais variam de R$ 1.841,28 a R$ 7.580,85, com jornada de trabalho de 20 a 40 horas semanais. O atendimento vai até 19 de agosto.


As oportunidades são para os cargos de médico plantonista 24 horas, procurador jurídico e psicólogo. No caso de médico são duas vagas, com inicial de R$ 7.580,85, com jornada de 24 horas semanais. Para procurador existe uma vaga, com inicial de R$ 3.000, para 20 horas e para psicólogo, uma vaga, com inicial de R$ 1.841,28, para 40 horas. Para todas as opções é necessário possuir registro no respectivo conselho regional.


As inscrições poderão ser feitas somente pela internet, na página eletrônica da organizadora, a Consesp, que é www.consesp.com.br.
A taxa é de R$ 50 para os três cargos.


A aplicação das provas objetivas está marcada para ocorrer em 30 de setembro.


Para os três cargos, o exame contará com 30 questões. Para procurado e psicólogo serão dez de conhecimentos específicos, dez de língua portuguesa e dez de conhecimentos de informática. Para médico plantonista, cinco de língua portuguesa e 24 de conhecimentos específicos.


As contratações serão feitas de acordo com o regime da consolidação das leis do trabalho (CLT), durante o prazo de validade do concurso, que será de dois anos, podendo ser prorrogado uma vez, pelo mesmo período.

 

Atribuições

MÉDICO PLANTONISTA 24 HORAS
Faz exames médicos, emite diagnóstico, prescreve medicamentos e outras formas de tratamento para diversos tipos de enfermidades, aplicando recursos da medicina preventiva ou terapêutica, para promover a saúde e o bem-estar do paciente
Descrição detalhada:
- Examina o paciente, apalpando ou utilizando instrumentos especiais para determinar o diagnóstico ou, quando necessário, requisita exames complementares e sendo o caso encaminha os pacientes ao especialista;
- Registra a consulta médica, anotando em prontuário próprio a queixa, os exames físicos e complementares para efetuar a orientação adequada;
- Analisa e interpreta o resultado de exames de raios-x, bioquímico, hematológicos e outros, comparando-os com padrões normais, para confirmar ou informar diagnóstico;
- Prescreve medicamentos, indicando dosagem e respectiva via de administração, assim como os cuidados a serem observados, para conservar ou restabelecer a saúde do paciente;
- Efetua exames médicos destinados à admissão de candidato a empregos em ocupação definidas, baseando-se nas exigências da capacidade física e mental das mesmas, para possibilitar o aproveitamento dos mais aptos;
- presta atendimento de urgência no pronto socorro do Município, orientando ou executando os procedimentos necessários a salvaguardar a vida dos pacientes;
- Emite atestado de saúde, sanidade e aptidão física e mental e de óbito, para atender às determinações legais;
- Participa dos programas de saúde pública, acompanhando a implantação e avaliação dos resultados, assim como a  avaliação em conjunto com a equipe da unidade de  daúde, ações educativas de prevenção às doenças infecciosas,
visando preservar a saúde no Município;
- Zela pela conservação de boas condições de trabalho, quanto ao ambiente físico, limpeza e arejamento adequados, visando proporcionar aos pacientes um melhor atendimento;
- Executa outras tarefas correlatas determinadas pelo superior imediato.

PROCURADOR JURÍDICO
- O Procurador Jurídico supervisiona, coordena e controla as atividades Jurídicas da Prefeitura;
- Assessorar e representar juridicamente a Administração Pública Municipal e representá-la em juízo ou fora dele, nas ações em que esta for autora ou interessada, para assegurar os direitos pertinentes ou defender seus interesses.
- Estudar ou examinar documentos jurídicos e de outra natureza, para emitir pareceres, redigir documentos jurídicos, pronunciamentos, minutas e informações sobre questões de natureza administrativas, fiscal, civil, comercial,  trabalhista, penal e outras, fundamentados na legislação vigente;
- Apurar ou completar informações levantadas, acompanhando o processo em todas as suas fases e representando a parte que é mandatária em juízo, para obter os elementos necessários à defesa ou acusação, defendendo os interesses da Administração Municipal.
- Promover cobrança judicial da divida ativa e de qualquer outro crédito, visando cumprimento de normas e prazos legais;
- Manter a legislação local atualizada, revisar, atualizar e consolidar toda a legislação municipal, observando a legislação federal em vigor.
- Estudar, redigir ou minutar desapropriações, dações em pagamento, hipotecas, compras e vendas, permutas, doações, transferências de domínio e outros títulos;
- Representar a Municipalidade, como Procurador;
- Examinar mensalmente sob o aspecto jurídico, todos os atos praticados nos departamentos, secretarias e autarquias municipais, bem como a situação dos servidores, seus direitos e deveres, pagamento de vantagens e outras tarefas correlatas determinadas pelo superior imediato.

PSICÓLOGO
Presta assistência à saúde mental, bem como atende e orienta a área educacional e organizacional de recursos humanos, elaborando e aplicando técnicas psicológicas, para possibilitar a orientação e o diagnóstico clinico.
Descrição detalhada:
- Presta atendimento à comunidade e aos casos encaminhados à unidade de saúde, visando o desenvolvimento psíquico, motor e social do indivíduo, em relação à sua integração à família e à sociedade;
- Presta atendimento aos casos de saúde mental como toxicômanos e alcoólatras, organizando-os em grupos homogêneos, desenvolvendo técnicas de terapia de grupo, para solução dos seus problemas;
- Presta atendimentos psicológico na área educacional, visando o desenvolvimento psíquico, motor e social das crianças e adolescentes em relação a sua integração à escola e à família, para promover o seu ajustamento;
- Organiza e aplica testes, provas e entrevistas, realizando sondagens de aptidões e capacidade profissional, objetivando o acompanhamento do pessoal para possibilitar maior satisfação no trabalho;
- Executa atividades relativas ao recrutamento, seleção, orientação e treinamento profissional, realizando a identificação e análise de funções;
- Promove ajustamento do indivíduo no trabalho, através de treinamento para se obter a sua auto-realização;
- Executa outras tarefas correlatas determinadas pelo superior imediato.

 

Continuar lendo

Atualizado: 26/07/2018 - 11:18

TJ SP: autorizado novo concurso para juiz substituto

Para concorrer ao cargo é necessário possuir formação em direito e três anos de atividade jurídica, com inicial de R$ 24,8 mil

Edital em breve

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ/SP) já iniciou os preparativos para a realização do seu novo concurso público para o cargo de juiz substituto. O primeiro passo ocorreu na última quarta-feira, 25 de julho, com a publicação, no diário de justiça eletrônico, da portaria que institui a comissão que será responsável pelo certame. O número de vagas ainda deverá ser confirmado, mas a expectativa é de que a publicação do edital de abertura de inscrições ocorrer ainda neste semestre.

Para concorrer ao cargo é necessário possuir formação superior em direito, com pelo menos três anos de atividade jurídica comprovada. A remuneração inicial da carreira é de R$ 24.818,71.

A comissão será presidida pelo desembargador Ricardo Santos Feitosa e conta, ainda, com os desembargadores Christine Santini e Francisco José Galvão Bueno como primeiro e segundo suplentes.

 

Provas

Normalmente, os concursos para o cargo são compostos de cinco fases, incluindo provas objetivas, prova escrita, inscrição definitiva, avaliação de cunho oral e análise de títulos.

A parte objetiva conta com 100 questões, divididas em três blocos. No primeiro são abordados temas sobre direito civil, direito processual civil, direito do consumidor e direito da criança e do adolescente. No segundo, direito processual penal, direito constitucional e direito eleitoral. Finalmente, no terceiro, direito empresarial, direito tributário, direito ambiental e direito administrativo.

A segunda fase consta de prova discursiva e prova prática de sentença, com temas sobre noções gerais de direito e formação humanística e outras questões sobre pontos do conteúdo programático, além de lavratura de sentença.

Já a prova oral costuma versar sobre direito civil, processo civil, direito do consumidor, direito da criança e do adolescente, direito penal, processual penal, direito eleitoral, direito empresarial, direito tributário, direito ambiental, direito administrativo, sociologia do direito, psicologia judiciária, ética e estatuto jurídico da magistratura nacional, filosofia do direito e teoria geral do direito e política.  

 

Continuar lendo

Atualizado: 25/07/2018 - 15:55

São João do Pau D’Alho SP: concurso com inscrição aberta

Oferta no concurso da Prefeitura Municipal de São João do Pau D’Alho é de duas vagas para os cargos de professor de educação básica I e procurador jurídico

Nível superior

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Já estão abertas as inscrições do concurso público da Prefeitura Municipal de São João do Pau D’Alho, localizada no Estado de São Paulo. A seleção visa o provimento de duas vagas do seu quadro de pessoal. 

Uma oferta é destinada ao cargo de professor de educação básica I, que exige curso normal em nível superior ou licenciatura plena em pedagogia, com habilitação específica e habilitação em educação infantil e, quando atuar na educação especial, licenciatura de graduação plena com habilitação específica na área de atendimento. O salário inicial é de R$ 1.361,74.

A outra vaga é para o posto de procurador jurídico, que requer formação acadêmica de nível superior em direito, através de curso reconhecido pelo Ministério de Educação e Cultura (MEC) e registro na respectiva Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A remuneração é de R$ 2.242,65.

Interessados deverão se inscrever no endereço eletrônico www.consesp.com.br até o dia 5 de agosto. Os valores da taxa de participação são de R$ 50 para professor e R$ 80 para procurador. 

O concurso da Prefeitura de São João do Pau D’Alho será constituído das seguintes etapas: prova objetiva e questões discursivas para todos os cargos; e análise de títulos para professor. 

A prova objetiva será aplicada no município de São João do Pau D’Alho/SP no dia 2 de setembro. Ela contemplará questões de múltipla escolha sobre as disciplinas de língua portuguesa, conhecimentos educacionais e/ou conhecimentos específicos. 

 

Atribuições dos cargos da Prefeitura de São João do Pau D’Alho SP

 

Procurador jurídico - atender, no âmbito administrativo, aos processos e consultas que lhe forem submetidos pelo prefeito, secretários municipais e diretores de departamento; emitir pareceres e interpretações de textos legais; formular minutas; manter a legislação local atualizada; atender a consultas, no âmbito administrativo, sobre questões jurídicas, submetidas a exame pelo Prefeito e Secretários, emitindo parecer, quando for o caso; revisar, atualizar e consolidar toda a legislação municipal; observar as normas federais e estaduais que possam ter implicações na legislação local, à medida que forem sendo expedidas, e providenciar na adaptação desta; estudar e revisar minutas de termos de compromisso e de responsabilidade, contratos de concessão, locação, comodato, loteamento, convênio e outros atos que se fizerem necessários a sua legalização; estudar, redigir ou minutar desapropriações, dações em pagamento, hipotecas, compras e vendas, permutas, doações, transferências de domínio e outros títulos, bem como elaborar os respectivos anteprojetos de leis e decretos; entre outras.

Professor de educação básica I - ministrar aulas sobre os conteúdos curriculares que se referem ao ensino nos anos iniciais do ensino fundamental, transmitindo-os de forma integrada, de acordo com o planejamento estabelecido; debater em reuniões de planejamento, programas e métodos para serem adotados ou reformulados a fim de contribuir para a fixação dos objetivos, recursos necessários e metodologia de ensino; elaborar plano de aula, selecionando o assunto e estabelecendo a metodologia adequada para a obtenção de melhor rendimento de ensino; selecionar ou confeccionar o material didático a ser utilizado de acordo com o planejamento estabelecido; ministrar aulas, transmitindo aos alunos os conhecimentos elementares sobre os diversos conteúdos, partindo de experiências vivenciadas, visando desenvolver as habilidades fundamentais e suas potencialidades; organizar solenidades comemorativas de fatos marcantes da vida brasileira, promovendo concursos, debates, dramatizações ou jogos, para ativar o interesse dos alunos pelos acontecimentos histórico-sociais da comunidade e do país; entre outras. 

Continuar lendo

Atualizado: 24/07/2018 - 13:09

Min. do Trabalho: sindicato reforça urgência em concurso

Solicitação para abertura de concurso para o Ministério do Trabalho é para cargos com exigência de níveis médio e superior de ensino. Iniciais de até R$ 16,2 mil

Agente e auditor

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

No último dia 17 de julho, o (Sinait Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho) teve a sua primeira reunião com o novo ministro do Trabalho, Caio Luiz. Um dos assuntos discutidos é a autorização urgente de novo concurso para o Ministério do Trabalho

Os dados do Sinait apontam que o órgão tem mais de 1.300 cargos vagos e cerca de 500 auditores em condições de se aposentar. O presidente do sindicato, Carlos Silva, ressaltou que “não há fiscalização sem fiscais”.

A expectativa é de que ainda em 2018 seja concedida a autorização para o novo concurso do Ministério do Trabalho.

O último pedido encaminhado ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão solicitou a abertura de 2.595 vagas distribuídas em diversos cargos com exigência de níveis médio e superior. Do total de oportunidades requeridas, 1.163 é para a função de agente administrativo, que pede apenas ensino médio e apresenta inicial de R$ 3.881,97, já considerando o auxílio-alimentação de R$ 458.

CURSO ONLINE MTE - AUDITOR FISCAL DO TRABALHO

As outras 1.432 chances requeridas para o concurso do Ministério do Trabalho são para candidatos com formação superior, sendo 1.190 para a função de auditor-fiscal do trabalho, 85 para administrador, 34 para arquivista, 54 para contador, cinco para engenheiro, cinco para estatístico, três para sociólogo, 26 para psicólogo, dez para técnico em assuntos educacionais, dez para técnico em comunicação social e 12 para economista. Os salários oferecidos chegam a  R$ 16.201,64, contando com o benefício de alimentação.

Principais atribuições do agente e do auditor

Cabe ao agente administrativo exercer atividades que envolvam o suporte administrativo ás unidades organizacionais do órgão, com atuação nas áreas finalísticas, de gestão de pessoas, material, patrimônio, orçamento e finanças, compreendendo tarefas de natureza repetitivas ou não, como operar os sistemas corporativos e governamentais, atender ao público interno e externo por telefone, correio eletrônico ou presencial, elaborar documentos e correspondências, elaborar e analisar informações, certidões, declarações, relatórios e documentos, elaborar e conferir cálculo, realizar atividades relativas à instrução, tramitação e movimentação de processos e documentos, manter e controlar arquivos, orientar a aplicação de noras internas ou de sua área de atuação, participar de reuniões, comissões, grupos e equipes de trabalho, participar do plano de trabalho institucional de sua unidade, realizar levantamento de dados de natureza técnica e atuar na gestão e fiscalização de contratos e convênios. 

No caso de auditor fiscal, entre as atividades estão o cumprimento das disposições legais e regulamentares, inclusive as relacionadas à segurança e medicina do trabalho, no âmbito das relações de trabalho e emprego, verificação dos registros em Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), visando à redução dos índices de informalidade, verificação do recolhimento do Fundo de Garantia Por Tempo de Serviço (FGTS), com o objetivo de maximizar os índices de arrecadação, e cumprimento de acordos, convênios e contratos coletivos de trabalho celebrados entre empregadores e empregados.

Últimos concursos do Ministério do Trabalho

Para agente, o concurso anterior do Ministério do Trabalho ocorreu em 2014 e foi organizada pelo Cespe/UnB. O exame contou com 120 tópicos, sendo 50 de conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos, além de prova discursiva de conhecimentos específicos.

Em conhecimentos básicos foram cobrados temas de língua portuguesa, noções de informática, noções de direito administrativo, atualidades, ética no serviço público e noções de administração financeira e orçamentária. Em conhecimentos específicos, legislação específica, noções de gestão de pessoas nas organizações, noções de administração de recursos materiais, noções de arquivologia e noções de gestão e fiscalização de contratos e convênios.

Para auditor, o último certame ocorreu em 2013 e também organizado pelo Cespe/UnB. A seleção constou de provas objetivas, exames discursivos e sindicância de vida pregressa. As provas objetivas tiveram 220 perguntas, sendo 100 de conhecimentos básicos e 120 de conhecimentos específicos.   

Continuar lendo

Atualizado: 16/07/2018 - 10:39

Concurso em Rio Claro SP reúne 14 oportunidades

A participação no concurso da Prefeitura Municipal de Rio Claro deverá ser garantida entre os dias 19 de julho e 20 de agosto

Níveis médio e superior

JC Concursos - Patricia Lavezzo - Informe o Erro

Serão abertas no dia 19 de julho as inscrições dos dois editais de concurso público da Prefeitura Municipal de Rio Claro, situada no Estado de São Paulo. Oportunidade é de 14 vagas, sendo uma reservada a pessoas com deficiência e duas para os negros. 

Para quem concluiu o ensino médio, as chances são para as funções de agente de fiscalização (2 vagas) e agente de mobilidade urbana (10). O salário inicial é de R$ 1.795,33 para carga horária semanal de 40 horas. 

O cargo de procurador judicial do município (2) requer nível superior em direito e registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A remuneração é de R$ 3.055,01 para jornada de trabalho de 40 horas semanais. 

Além dos vencimentos, a Prefeitura de Rio Claro ainda oferece aos seus funcionários o benefício do vale-alimentação.

 

Como participar do concurso da Prefeitura de Rio Claro SP

 

As inscrições deverão ser realizadas até o dia 20 de agosto, exclusivamente pela internet, através do endereço eletrônico do Instituto Mais (www.institutomais.org.br), organizador do processo de seleção. Os valores da taxa de participação são de R$ 55 para os postos de ensino médio e R$ 69 para nível superior. 

APOSTILA CONCURSO PREFEITURA DE RIO CLARO/SP 2018 - AGENTE FISCALIZAÇÃO/MOBILIDADE URBANA

Os candidatos poderão se inscrever para até dois cargos, desde que a prova objetiva seja aplicada em horários distintos, especificados a seguir: período da manhã para agente de mobilidade urbana e procurador judicial do município; e à tarde para agente de fiscalização. 

 

Provas do concurso da Prefeitura de Rio Claro SP

 

A prova objetiva de múltipla escolha, de caráter eliminatório e classificatório, será aplicada no dia 14 de outubro, em locais e horários a serem comunicados, oportunamente, no edital de convocação, a ser publicado nos sites do Instituto Mais e da Prefeitura de Rio Claro (www.rioclaro.sp.gov.br).

Para ensino médio, o exame será composto por 40 questões, sendo dez de língua portuguesa, cinco de matemática, cinco de atualidades, cinco de noções de informática e 15 de conhecimentos específicos. Já para nível superior, serão 50 questões, sendo dez de língua portuguesa, dez de conhecimentos básicos de legislação municipal e 30 de conhecimentos específicos. 

Os candidatos que pleiteiam o cargo de procurador ainda serão avaliados por meio de prova dissertativa, eliminatória e classificatória; e análise de títulos, unicamente classificatória. 

Continuar lendo

Shopping