1.200 vagas

PC MT: concurso segue em compasso de espera

Do total de vagas prevista no concurso PC/MT 2018, 600 são para o cargo de escrivão e 600 para investigador, ambos com exigência de nível superior em qualquer área, com iniciais de R$ 5,3 mil

Fernando Cezar Alves
Publicado em 27/08/2018, às 15h04

A publicação do edital do novo concurso público da  Polícia Civil do Mato Grosso (PC/MT), prevista para ocorrer ainda este ano, ainda depende de uma autorização formal por parte do governador Pedro Taques. A intenção inicial, de acordo com o secretário de estado de Segurança Pública do estado, Gustavo Garcia, era liberar o documento em março, o que acabou não se concretizando, uma vez que a liberação por parte do governador ainda não ocorreu. Após este procedimento poderá ser iniciado o processo de escolha da banca e confirmação de quando, efetivamente, o documento poderá ser liberado.   A expectativa é de que o certame conte com uma oferta de 1.200 postos, sendo 600 para o cargo de escrivão e 600 para investigador. Para as duas carreiras, para ingressar é necessário possuir formação de nível superior em qualquer área, com remuneração inicial de R$ 5.310,83, com jornada de trabalho de 40 horas semanais. Para investigador também é necessário possuir carteira de habilitação nas categorias “C” ou “D”.


Atribuições

No caso de escrivão, as atividades estão relacionadas com o recolhimento e análise de dados de interesse da investigação policial, em assessoria e sob designação de autoridade policial, além de cumprir despachos e portarias registradas por escrito pela autoridade, bem como lavrar os seguintes atos procedimentais: certificar atos cartorários e expedir intimações e notificações.
Já ao investigador cabe proceder, na ausência de autoridade policial, os devidos encaminhamentos aos procedimentos policiais nas tarefas que não forem privativas de autoridade policial, realizar intimações e notificações, assessorar estudos para a execução de projetos de organização e reorganização na área policial, efetuar prisões em flagrante e arrecadar instrumentos relacionados à prática de infrações penais, de acordo com as disposições legais.


Último Concurso

O último concurso para estas carreiras ocorreu em 2013 e foi organizado pela Funcab e contou com duas fases. Na primeira os participantes foram submetidos a provas objetivas, prova de digitação para escrivão, exames de saúde, testes de aptidão física, avaliação psicológica e investigação social.  Na segunda, os candidatos foram submetidos a um curso de formação profissional.   A parte objetiva contou com 70 questões, sendo 15 de língua portuguesa, dez de conhecimentos gerais e 45 de conhecimentos específicos. Das dez de conhecimentos gerais foram duas de ética e filosofia, quatro de atualidades e quatro de história e geografia do Mato Grosso. Já das 45 de conhecimentos específicos, cinco de noções de informática, seis de noções de direito administrativo, seis de noções de direito constitucional, seis de organização e estatuto da Polícia Judiciária Civil/MT, dez de noções de direito processual penal e 12 de noções de direito penal.

Mais Lidas