PGDF forma comissão para novo concurso 2019

Do total de vagas do novo concurso público da PGDF (Procuradoria Geral do Distrito Federal), 43 são para técnicos de ensino médio, com inicial de R$ 4,7 mil, além de 57 postos para analistas de nível superior, com R$ 7,3 mil

JC Concursos - Fernando Cezar Alves - Informe o Erro
Publicado: 08/02/2019 - 12:12 | Atualizado: 08/02/2019 - 13:02

A PGDF (Procuradoria Geral do Distrito Federal) divulgou, por meio de publicação em diário oficial, nesta sexta-feira, 8 de fevereiro, os nomes dos membros da comissão organizadora do seu aguardado concurso público. Vale lembrar que o concurso já está em elaboração, uma vez que já havia sido definida uma comissão para elaboração do projeto básico responsável pela escolha da banca, já em andamento. 

O concurso contará com um total de 100 oportunidades, sendo 57 para o cargo de analista jurídico e 43 para técnico jurídico na carreira de apoio às atividades jurídicas. No caso de técnico, para concorrer é necessário apenas possuir ensino médio, com remuneração inicial de R$ 4.720, para jornada de trabalho de 40 horas semanais. Para os analistas, a exigência é de nível superior em áreas específicas, de acordo com distribuição de vagas por especialidades, com inicial de R$ 7.320, também com 40 horas semanais. 

A comissão responsável pela elaboração do projeto básico do concurso é formada pelos servidores Carmem Lúcia Plá Pujades e Leonardo Vieira Lins Parca

Já a nova comissão geral, divulgada nesta sexta, é presidida pela servidora Renata Marinho O'Reilly Lima e conta, ainda, com os analistas Cristiany Ferreira Borges, Leonardo Vieira Lins Parca e Meiriellen Borges Alves, além da técnica Cristina Nabinger.     

Progressão Salarial
No caso de técnico, a carreira conta com três níveis, com cinco graus cada. Além do inicial de R$ 4.720, ainda no nível três, as remunerações passam para R$ 5.213,313 nos demais graus dos níveis três e dois. No primeiro nível, a remuneração vai para R$ 5.370,75 nos graus I e II, R$ 5.478,70 nos III e IV e R$ 5.533,49 no V.


Para os analistas, após o inicial de R$ 7.320, no nível III, as remunerações passam para R$ R$ 7.404,18, 7.489,33, R$ 7.575,46 e R$ 7.662,57. No nível II, para R$ 7.838,81, R$ 7.928,96, R$ 8.020,14, R$ 8.112,37 e R$ 8.205,67. Por fim, no nível I, para R$ 8.394,40, R$ 8.490,93, R$ 8.588,58, R$ 8.687,35 e R$ 8.787,25. Na classe especial: R$ 8.989,36, R$ 9.092,73, R$ 9.197,30, R$ 9.303,07 e R$ 9.410,06.

Último Concurso

A última seleção para estes cargos ocorreu em 2010, quando foram oferecidas 69 vagas, sendo 46 para técnicos e 23 para analistas nas áreas de analista jurídico (1), analista de sistemas (3), arquitetura (1), arquivologia (1), biblioteconomia (1), contabilidade (1), direito e legislação (13), engenharia agronômica (1) e jornalismo (1).

A banca foi o Instituto Iades.

Para todos os cargos, a prova objetiva contou com 60 questões, sendo 30 de conhecimentos básicos, com peso um, e 30 de conhecimentos específicos, com peso dois. No caso de analista jurídico, a seleção também contou com prova discursiva.

Para todos os cargos, a parte de conhecimentos básicos contou com temas sobre língua portuguesa, atualidades, noções de direito administrativo, legislação aplicada aos servidores da PGE/DF e noções de direito constitucional

Vídeos PGE

Notícias PGE

Concursos Relacionados

Mais Lidas

Mais Recentes

Shopping