Tudo Sobre

Concurso TRT

TRT 18: projeto cria 198 vagas para técnico e analista

Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região, em Goiás, depende de aprovação de projetos de lei no Congresso para abrir as vagas. Defasagem de pessoal pressiona o tribunal



Camila de Lira
Publicado em 20/03/2015, às 15h27

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 18ª Região, com sede em Goiânia, no Estado de Goiás, pode abrir 198 oportunidades para níveis médio/técnico e superior. Para o processo seletivo chegar às vias de fato, dois projetos de lei precisam ser aprovados no Congresso Nacional.

Há dois projetos em tramitação na Câmara dos Deputados que criam cargos efetivos de servidores para o TRT 18. O PLC 7909/14 prevê a criação de 168 vagas, além de 18 cargos em comissão e mais 75 funções comissionadas; e o PLC 7573/14 prevê a criação de 30 vagas para a área de tecnologia da informação e mais 12 funções comissionadas. Caso sejam aprovados, os projetos se transformarão em concurso.


Prepare-se para o concurso do TRT

Vídeoaulas para TRTSimulado para TRT

Leia também: Concurso TRT/SP: projeto de lei cria 1.827 vagas

Ambos os projetos foram aprovados pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) e agora seguem para serem aprovados no Senado. A expectativa do TRT 18 é que a lei seja aprovada em breve e que o concurso saia ainda esse ano, o motivo é a situação de defasagem de pessoal pelo qual passa o órgão.

De acordo com Aldon Taglialenga, desembargador e presidente do TRT, o tribunal cresceu muito e faltam servidores nos gabinetes e varas do trabalho; um concurso é mais do que necessário. A área de tecnologia da informação, por exemplo, dispõe de apenas 45 servidores, para uma demanda de mais de 1,7 mil usuários.  “Só vamos conseguir manter os serviços na qualidade que temos hoje se aumentarmos o número de servidores”, disse.

Cargos previstos


No PLC 7909/14, há a previsão de se criarem 168 vagas: 31 para técnicos judiciários, na área administrativa; e 137 para o posto de analista judiciário, nas especialidades judiciária, administrativa, engenharia, engenharia elétrica, arquitetura, medicina do trabalho e enfermagem.

Já o outro projeto de lei, o PLC 7573/14, prevê a abertura de 30 oportunidades, 21 para o cargo de analista judiciárioe nove para o de técnico judiciários, ambos para a área de tecnologia da informação.

No TRT 18, o cargo de analista pede ensino superior completo e o de técnico, exige nível médio. Não há informações sobre os salários ofertados.

+ Resumo do Concurso TRT

TRT
Vagas: 198
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Analista Judiciario, Tecnico Judiciario
Áreas de Atuação: Judiciária / Jurídica, Administrativa, Operacional
Escolaridade: Ensino Médio, Ensino Técnico, Ensino Superior
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão
Estados com Vagas: GO

+ Agenda do Concurso

19/03/2016 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas