Quanto mais eu estudo...

Ouço constantemente alunos dizendo: quanto mais eu estudo, menos eu sei. Percebi que essa lenda urbana do mundo de quem estuda precisava ser esclarecida

Daniel Sena
Publicado em 30/03/2016, às 12h51

Ouço constantemente alunos dizendo: quanto mais eu estudo, menos eu sei. Na última semana, enquanto conversava com minha filha que está se preparando para o Exame de Ordem ouvi ela dizer isso. Foi quando percebi que essa lenda urbana do mundo de quem estuda precisava ser esclarecida. Será realmente que quanto mais uma pessoa estuda menos ela sabe?
Ao longo dos meus últimos anos orientando alunos todos os dias percebi que duas causas podem gerar essa crença na cabeça dos estudantes: ou o cara não estuda certo ou está ansioso pelo resultado.
Se o camarada não estuda de forma eficiente, por mais horas que ele se dedique, será sempre insuficiente. Estudar de forma eficiente requer algumas atitudes, as quais compartilho com você agora. 
Estudar de forma eficiente requer um planejamento do que se vai estudar. Significa saber quais as disciplinas são importantes, quais dias você destinará seu estudo para aquela matéria, quantas horas por dia se dedicará. Vejo muita gente estudando de qualquer jeito. Assim não dá certo. Se você estuda de qualquer jeito, tenderá a estudar as coisas que gosta mais e as coisas mais fáceis. Com um planejamento de estudo adequado, você estudará tudo que precisa na quantidade necessária, ainda que não goste da matéria ou não a entenda muito bem. 
Estudar de forma eficiente é ter um material de qualidade, enxuto e, ao mesmo tempo, com o máximo de informações possíveis. Dependendo do nível do concurso que você fará, uma boa apostila junto com um caderno bem elaborado com as aulas do cursinho, acrescentado com o texto de lei para as matérias jurídicas, já é o suficiente. Para a maioria dos concursos de níveis médio e superior que temos no Brasil isso é suficiente. Falo com a propriedade de já ter passado várias vezes em concursos, incluindo a OAB – prova temida pelos bachareis em direito, em virtude do seu nível de reprovação, que beira 90% dos candidatos. 
E, para fechar o seu estudo, nada é mais eficiente e poderoso que os exercícios! Falo isso desde que me entendo de concurseiro. Exercício é o que separa os meninos dos homens, os aprovados dos que baterão na trave. Isso porque a prática aperfeiçoa qualquer área de conhecimento do ser humano. Invista o máximo de tempo que puder em exercícios e verá a diferença na sua evolução.
Inicialmente analisei o primeiro fator que impede o camarada de se sentir seguro com sua preparação. Agora vamos analisar o segundo elemento que é puramente emocional. Ficar ansioso com o resultado, com a aprovação, com a saída do edital ou com o dia da prova não agrega valou algum para a preparação. A ansiedade está intimamente ligada com o medo da reprovação. Sentimos medo por conta da pressão que exercemos sobre nós mesmos ou que os outros exercem sobre nós. Isso não agrega, apenas te afasta do seu resultado.
Preste atenção em uma coisa: ficar preocupado em emagrecer não emagrece ninguém. O que emagrece é comer menos e gastar mais. Ficar preocupado com o resultado no concurso não aprova ninguém. O que aprova é estudar. Resultado é mera consequência de um bom trabalho realizado na preparação. Se você deseja passar em um concurso, gaste menos tempo pensando no resultado e mais tempo se preparando. Resultado é consequência natural. Ele vem, ele aparece porque você agiu de forma eficiente.  Se preocupar com resultado, ficar ansioso pela divulgação do edital ou não dormir direito porque está chegando o dia da prova não te ajudará em nada. Não faz diferença, pelo contrário, te atrapalhará demais.
Portanto, se você quer ser aprovado, pense nisso. Pense que sua atenção deve estar toda voltada à preparação. Quanto mais você estudar de forma eficiente, mais aprenderá. Quanto mais você aprender, mais seguro se sentirá. Quanto mais seguro se sentir, mais tranquilo ficará para o dia da prova e assim uma nova crença surgirá: quanto mais eu estudo, mais eu sei. Quanto mais estudo, mais eu passo. Quanto mais estudo, mais preparado eu me sentirei. Pense nisso e bons estudos!
Daniel Sena, coordenador do Focus Concursos, professor de direito constitucional e especialista em concursos públicos. Facebook: /ProfDanielSena. Twitter: @ProfDanielSena. YouTube: ProfDanielSena.

Comentários

Mais Lidas