Carreira militar

Saiu edital do concurso da Marinha para a Escola Naval

Inscrições começam em 5 de junho. Concurso da Marinha 2019 reúne 31 oportunidades destinadas a candidatos de ambos os sexos com ensino médio e idade entre 18 e 22 anos

Samuel Peressin
Publicado em 13/05/2019, às 15h07

Escola Naval está localizada no Rio de Janeiro, capital fluminense
Divulgação

Um novo edital de concurso da Marinha oferece 31 vagas para admissão à Escola Naval, instituição de ensino superior instalada na cidade do Rio de Janeiro/RJ. As inscrições começam em 5 de junho.

Estão em disputa 19 oportunidades para homens e 12 para mulheres. Os candidatos devem possuir nível médio e idade entre 18 e 22 anos (em 1º de janeiro de 2020).

Os interessados deverão efetuar cadastro pelo site www.ingressonamarinha.mar.mil.br, pagando taxa de R$ 106. O prazo para se inscrever ficará aberto até 5 de julho.

Além da internet, a Marinha oferece atendimento presencial em 23 cidades (Rio de Janeiro/RJ, São Pedro da Aldeia/RJ, Angra dos Reis/RJ, Nova Friburgo/RJ, Vila Velha/ES, Salvador/BA, Natal/RN, Olinda/PE, Fortaleza/CE, Belém/PA, Santana/AP, Parnaíba/PI, Santarém/PA, São Luís/MA, Rio Grande/RS, Porto Alegre/RS, Paranaguá/PR, Florianópolis/SC, Ladário/MS, Brasília/DF, Santos/SP, São Paulo/SP e Manaus/AM).

Provas do concurso da Marinha 2019

A seleção será iniciada com prova objetiva de matemática e inglês, prevista para a segunda quinzena de agosto, e avaliação objetiva de física e português, além de redação, agendadas para a primeira quinzena de setembro. Haverá aplicação nos 23 municípios habilitados para receber inscrições.

As outras etapas abrangem inspeção de saúde, teste de aptidão física e avaliação psicológica (AP) e verificação de documentos, entre outubro e novembro. O início do curso está marcado para 3 de fevereiro de 2020.

Situação após admissão à Escola Naval

De acordo com o edital do concurso da Marinha, os estudos têm duração de quatro anos, em regime de internato. Os recrutas são matriculados como aspirantes, com vencimentos de R$ 1.176. Após a formatura, já na graduação de segundo tenente, o salário sobe para R$ 7.490.

Cada um dos quatro anos letivos é dividido em duas partes: período acadêmico (dedicado a atividades de ensino, treinamento físico e formação militar-naval) e período de verão (voltado a atividades como estágios de adaptação, sobrevivência no mar e na selva e viagens de instrução).

No início do terceiro ano, os aspirantes poderão escolher se especializar em um dos três corpos da Marinha e suas respectivas habilitações. As opções incluem: Corpo da Armada (mecânica, eletrônica ou sistemas de armas), Corpo de Fuzileiros Navais (mecânica, eletrônica ou sistemas de armas) e Corpo de Intendentes (administração).

Os alunos que concluírem com aproveitamento o ciclo escolar serão declarados guardas-marinha (GM) e matriculados no ciclo pós-escolar (CPE), que tem duração de um ano.

Após este período, os militares que completarem o CPE com êxito receberão o diploma de graduação em ciências navais e serão nomeados segundo-tenente, posto em que se inicia a carreira de oficial da Marinha.

O que estudar para a prova do concurso da Marinha

Confira algumas das disciplinas que serão abordadas na avaliação objetiva:

  • Língua portuguesa - COMPREENSÃO E INTERPRETAÇÃO DE TEXTO: Leitura e análise de textos; Os propósitos do autor e suas implicações na organização do texto; informações implícitas e explícitas; Tipologia textual e gêneros discursivos; Os fatores determinantes da textualidade: coesão, coerência,intencionalidade; aceitabilidade; situacionalidade; informatividade e intertextualidade; Variação linguística: as várias normas e a variedade padrão; Processos argumentativos. RECONHECIMENTO E APLICAÇÃO DE RECURSOS GRAMATICAIS: Sistema ortográfico em vigor: emprego das letras e acentuação gráfica; Morfossintaxe: estrutura e formação de palavras; Classes de palavras; Flexão (nominal e verbal); Frase, oração, período; Estrutura da frase; Classes de palavras e valores sintáticos; Período simples e período composto; Coordenação e subordinação; A ordem de colocação dos termos na frase; Pontuação; Relações de sentido na construção do período; Concordância (nominal e verbal); Regência (nominal e verbal); Colocação pronominal; As relações de sentido na construção do texto: denotação, conotação; ambiguidade e polissemia; Figuras de linguagem; Sinonímia, antonímia, homonímia, paronímia, hiperonímia, hiponímia; Repetição, paráfrase e paralelismo.

 

  • Língua inglesa - LEITURA – Leitura, compreensão e interpretação de diversos tipos de textos: inferência do significado de palavras e expressões; identificação da ideia principal e de informações específicas no texto; e identificação do caráter emocional, da atitude do autor com relação ao texto e do efeito intencional no leitor. ASPECTOS GRAMATICAIS – Verbos regulares e irregulares; Modais; Tempos verbais; Formas verbais: afirmativa, interrogativa e negativa; Imperativo; Gerúndio e Infinitivo; “Tag questions”; Causativo: “have”/“get”; “So”/“Neither”/“Nor” com auxiliares; “Phrasal verbs” e verbos seguidos de preposição; Orações condicionais (tipos 0, 1 e 2); Comparativos e superlativos; Discurso indireto; Voz passiva; Perguntas diretas e indiretas; Substantivos contáveis e incontáveis; “Quantifiers”; “Determiners”; Pronomes; Artigos; Adjetivos; Advérbios; Numerais; Preposições; Locuções preposicionais e preposições que seguem substantivos, adjetivos e verbos; e Conectivos. TÓPICOS – Vestimentas; Cotidiano; Educação; Diversão e mídia; Tecnologia; Meio ambiente; Comida e bebida; Tempo livre, “hobbies” e lazer; Saúde e exercícios; Moradia; Povos e línguas; Sentimentos, opiniões e experiências; Identificação pessoal; Lugares e edificações; Relacionamento com outras pessoas; Transporte e serviços; Compras; Esporte; Mundo natural; Viagens e férias; Tempo; Trabalho e empregos; e A Marinha.

Mais Lidas