Concurso está suspenso por mais 60 dias

A Polícia Rodoviária Federal oferece 750 oprotunidades.

Redação
Publicado em 04/02/2010, às 09h24

Em nota oficial divulgada na última quarta-feira (3), o Departamento de Polícia Rodoviária Federal torna público que, acata a recomendação, da Procuradoria da República no Estado do Rio de Janeiro, e manterá suspenso por mais 60 dias o concurso para seleção de 750 candidados ao cargo de policial rodoviário federal.

Em 18 de novembro de 2009, parecer semelhante foi igualmente acatado pelo Departamento de Polícia Rodoviária Federal.

O comunicado ainda enfatiza que, além da suspensão, a recomendação também determina à Fundação de Apoio à Pesquisa, Ensino e Assistência – Funrio, “que promova, no prazo improrrogável de três dias, o depósito integral dos valores em seu poder, arrecadadas a título de taxa de inscrição em razão do contrato firmado com o Departamento de Polícia Rodoviária Federal, em conta corrente do Tesouro Nacional à disposição do DPRF para serem aplicadas na continuação do concurso ora suspenso; que apresente, no mesmo prazo, a prestação de contas contemplando os relatórios contábeis de arrecadação e os dados dos respectivos candidatos que tiveram a inscrição confirmada, conforme obrigação contratualmente assumida.”

Concurso

Os candidatos deviam ter curso superior completo em qualquer área, ser maiores de 18 anos na data de início do curso de formação, ter carteira de habilitação nacional tipo “B” (carro), ou superior, e não possuir antecedentes criminais.

As oportunidades são para todo o país, com exceção dos estados de Mato Grosso e Pará. Os candidatos aprovados para a Superintendência de Rondônia poderão exercer suas atividades tanto neste estado, quanto no Acre, pois esta superintendência abrange ambos os estados.

Os aprovados farão ingresso na carreira na classe de agente. A jornada é de 40h semanais em regime de escala de revezamento. A remuneração inicial é de R$ 5.620,12 mais auxílio alimentação no valor de R$ 161,99.

Além da prova objetiva, a primeira fase da seleção conta com exame de capacidade física, avaliação psicológica, inspeção de saúde e curso de formação.


O resultado dessa seleção tem validade por dois anos a partir da homologação do resultado.

Com informações do Ministério Público Federal e do Departamento da Polícia Rodoviária Federal.

Juliana Dondo

Veja também:

SEFAZ/SP: saiu edital para 316 vagas de analista

Marinha: concurso preencherá 1.250 vagas de fuzileiro

Comentários

Mais Lidas