CATs oferecem 7.229 oportunidades em São Paulo

Os vencimentos oferecidos variam de R$ 788 a R$ 1.100, conforme o cargo pretendido. Já os benefícios oscilam de acordo com a empresa contratante.

Douglas Terenciano
Publicado em 21/01/2015, às 13h49

As unidades do Centro de Apoio ao Trabalho (CAT), da Secretaria Municipal do Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo de São Paulo, estão com 7.229 vagas de emprego abertas. As oportunidades estão distribuídas em diversos campos de atuação e regiões da capital paulista.

Há postos de trabalho nas carreiras de atendente de lanchonete, auxiliar de limpeza, porteiro, empurrador de carro alegórico, atendente de balcão, operador de telemarketing ativo e receptivo, promotor de vendas, ajudante, auxiliar de cozinha, operador de supermercado, vigia, pintor, encanador, pedreiro, vendedor, dentre outras profissões.

A maioria das colocações solicita que os candidatos tenham ensino fundamental completo, no entanto, também há ofertas para trabalhadores de níveis médio, técnico e superior.

Os vencimentos oferecidos variam de R$ 788 a R$ 1.100, conforme o cargo pretendido. Já os benefícios oscilam de acordo com a empresa contratante.

Além dos postos fixos, o CAT ainda disponibiliza unidade móvel oferecendo à população vagas de emprego, emissão de 1ª e 2ª vias da carteira de trabalho e habilitação do seguro-desemprego. Além disso, haverá atendimento também para quem busca a formalização de Microempreendedor Individual (MEI) e inscrições para o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

Os interessados em alguma das ações do Centro de Apoio ao Trabalho devem comparecer na unidade mais próxima e apresentar os seguintes documentos: RG, CPF, número do PIS e carteira de trabalho. Caso o trabalhador não tenha os últimos dois documentos, o CAT emite na hora. Os endereços dos postos de atendimento e também a programação completa da unidade móvel estão disponíveis no site www.prefeitura.sp.gov.br/trabalho. Mais informações podem ser obtidas pela Central de Atendimento ao Munícipe, no telefone 156.

Comentários

Mais Lidas