Centro de Convivência da Avape dispõe de 60 vagas

O atendimento é gratuito e direcionado para pessoas com deficiência intelectual de nível médio ou moderado, acima de 12 anos

Renan Abbade
Publicado em 29/08/2014, às 10h28

A Associação para Valorização de Pessoas com Deficiência (Avape) está com 60 vagas abertas para o Centro de Convivência - Serviço de Desenvolvimento Pessoal e Social. Os atendimentos acontecem na unidade localizada no bairro Riacho Grande, em São Bernardo do Campo/SP, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h ou das 13h às 17h.

O programa proporciona o atendimento a jovens com deficiência intelectual e/ou múltiplas associadas, a partir de 12 anos de idade. As atividades são desenvolvidas com o objetivo de proporcionar o desenvolvimento adequado das capacidades, a fim de oferecer independência pessoal e social.

Os interessados podem participar de oficinas de copa, artesanato/papelaria, qualidade de vida, música e educação física, além de receber apoio tanto em psicologia, trabalhando questões sociais, de relacionamento e sexualidade; e do serviço social, mais voltado à atenção familiar, fortalecendo o desenvolvimento e a inclusão das pessoas com deficiência.

As inscrições devem ser realizadas no Centro de Convivência, localizado na Estrada Martim Afonso de Souza, nº 800, Riacho Grande, em São Bernardo do Campo, ou pelo telefone (11) 4397-6565.

Sobre Avape
Fundada em 1982, é uma organização filantrópica de assistência social que atua no atendimento e na defesa de direitos, oferecendo um trabalho completo que engloba o atendimento clínico, o desenvolvimento de competências para o convívio social, a reabilitação e capacitação profissional, além da inclusão no mundo do trabalho.

Atende pessoas com todos os tipos de deficiência ou em situação de vulnerabilidade social, do recém-nascido ao idoso, promovendo as competências dessas pessoas visando à sua autonomia, segurança e dignidade para o exercício da cidadania.

Em 2013, mais de 12 mil pessoas foram atendidas e, ao longo de sua trajetória, promoveu a inclusão de mais de 20 mil pessoas com deficiência no mundo do trabalho.

Comentários

Mais Lidas