MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

CNC espera recorde nas ofertas de vagas temporárias para o Natal, sendo a maior dos últimos dez anos

A média salarial dos trabalhadores temporários também teve aumento em relação ao mesmo período do ano passado, segundo a CNC

É esperado aumento nas contratações temporárias
É esperado aumento nas contratações temporárias - Freepik
Victoria Batalha

Victoria Batalha

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 17/11/2023, às 11h28 - Atualizado às 11h32

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Conforme a Confederação Nacional de Comércio e Bens, Serviços e Turismo (CNC), é espero recorde na oferta de vagas temporárias para o Natal deste ano. Sendo o maior número dos últimos dez anos, em 2013 foram abertas 115,5 mil vagas. A expectativa é o aumento de 5,6% de vendas em comparação ao ano de 2022, esperando ao menos 108,5 mil contratações temporárias.

A expectativa positiva foi baseada nos pontos positivos sazonais das contratações e desligamentos no comércio varejista registrado mensalmente por meio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

“Além do aumento das vendas, o sentimento de confiança também está relacionado à recuperação econômica e às melhores condições de consumo, proporcionando oportunidades significativas para os trabalhadores temporários neste período festivo”, diz o presidente da CNC, José Roberto Tadros.

Setores com maiores contratações

Os setores de hiper e supermercados vão liderar as contratações este ano, com 45,47 mil vagas; em seguida, o setor de vestuário com 25,17 mil vagas; utilidades domésticas e eletroeletrônicos com 15,98 mil vagas; livrarias e papelarias com 9,31 mil; e móveis e eletrodomésticas com 5,7 mil vagas.

O setor de vestuário entre novembro para dezembro é o destaque, com um crescimento de 90%, o de varejo é de 34%. Conforme as previsões da CNC, o ramo de vestuários, calçados e acessórios vai registrar uma alta de 12,1% nas vendas natalinas. 

O economista da CNC, Fábio Bentes, também destacou uma alta taxa na efetivação dos trabalhadores temporários “Com expectativa de melhora das condições de consumo, a CNC projeta uma taxa de efetivação dos trabalhadores temporários de 14,2% após o Natal deste ano, ligeiramente superior frente ao ano passado, quando o varejo efetivou 12,3% dos contratados”, analisa.

Além disso, 54% das vagas para o Natal deste ano será concentrada nos estados de São Paulo (28,41 mil), Minas Gerais (12,13 mil), Paraná (9,14 mil) e Rio de Janeiro (7,96 mil).

O salário médio também teve um aumento em relação ao mesmo período do ano passado, saindo de R$ 1.596 e indo para R$ 1.605, um aumento de 1% em termos nominais. Os maiores vencimentos podem ser em lojas especializadas nas vendas de produtos de informática e comunicação (R$ 2.509) e de artigos de uso pessoal e doméstico (R$ 1.670).  Os cargos com maiores demandas são para vendedores e demonstradores em lojas e mercados (42.102), caixas (9.429) e almoxarifes e armazenistas (9.278).

Siga o JC Concursos no Google News

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.