Comgás abre 40 oportunidades para estagiários

Os interessados devem estar matriculados no período noturno dos cursos de administração, economia, engenharia, direito, comunicação social, publicidade e propaganda, psicologia, enfermagem, marketing, arquitetura, contabilidade e finanças

Renan Abbade
Publicado em 07/10/2014, às 12h15

A Companhia de Gás de São Paulo (Comgás), distribuidora de gás natural canalizado controlada pela Cosan, empresa que atua em setores estratégicos do país como energia e infraestrutura, abriu 40 vagas para estágio.

Os interessados devem estar matriculados no período noturno dos cursos de administração, economia, engenharia, direito, comunicação social, publicidade e propaganda, psicologia, enfermagem, marketing, arquitetura, contabilidade e finanças, com formação prevista entre dezembro de 2016 e julho de 2017. Além disso, os candidatos precisam possuir bons conhecimentos de informática e disponibilidade para estagiar seis horas por dia (30 horas semanais).

As ofertas são para atuar na Região Metropolitana de São Paulo (incluindo o grande ABC), Santos e São José dos Campos.

As inscrições acontecem no site da companhia (www.comgas.com.br), no ícone trabalhe conosco/programa de estágio.

O processo seletivo envolverá as etapas de análise de currículos pelo setor de recursos humanos; avaliação da área de recrutamento e seleção; e entrevista final com o gestor da área de interesse.

Além de bolsa-auxílio de R$ 1.300 a R$ 1.560 (de acordo com a área), a Comgás oferece benefícios como assistências médica e odontológica, seguro de vida, auxílio-refeição (R$ 480) e vale-transporte.

Sobre a Comgás
Responde por 22% do total das vendas de gás natural no país e atende aos segmentos residencial, comercial e industrial, além de usinas termoelétricas, plantas de cogeração e postos de gás natural veicular (GNV). Ao todo, a rede de distribuição da companhia se estende por mais de 11.000 quilômetros, em 75 municípios da sua área de concessão (localizados na Região Metropolitana de São Paulo, Região Administrativa de Campinas, Baixada Santista e Vale do Paraíba). Opera no regime de concessão, por contrato firmado em 1999 com o Estado, através da Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp).

Comentários

Mais Lidas