MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Como se preparar para uma entrevista de cargo executivo de liderança

Participar de uma entrevista de cargo executivo de liderança pode ser um desafio. Confira as dicas do sócio da EXEC, Lúcio Daniel, para se sair bem neste momento

Como se preparar para uma entrevista de cargo executivo de liderança
Freepik
Victor Meira

Victor Meira

victor@jcconcursos.com.br

Publicado em 31/01/2024, às 18h37

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Você está em busca de uma oportunidade de assumir um cargo executivo de liderança em uma empresa? Então, você sabe que esse é um processo seletivo bastante rigoroso e competitivo, que exige uma preparação adequada.

Participar de uma entrevista de cargo executivo de liderança pode ser emocionante, mas também pode gerar ansiedade e nervosismo. Em um país onde a ansiedade é prevalente, a necessidade de se destacar torna-se ainda mais crucial.

Para te ajudar nessa missão, o JC Concursos conversou com Lúcio Daniel, sócio da EXEC, empresa com mais de 13 anos de experiência em seleção de executivos. Ele revelou os principais erros e acertos dos candidatos, as mudanças no perfil dos líderes e as estratégias para o sucesso na entrevista.

Os erros mais comuns dos candidatos

Segundo Lúcio Daniel, a falta de preparo dos candidatos é um obstáculo comum. Ele observa que a maioria dos executivos não se prepara adequadamente para as entrevistas. A rotina agitada, reuniões e até mesmo a pressa para participar de entrevistas online podem comprometer o desempenho.

A chave, segundo ele, é mergulhar profundamente na empresa, compreendendo sua história, investidores, cultura e valores. Essa preparação é vital para estabelecer uma conexão sólida com o entrevistador e demonstrar interesse e alinhamento com a organização.

Outro erro frequente é não saber valorizar as próprias experiências e habilidades. Muitos candidatos se limitam a descrever suas funções e responsabilidades, sem destacar seus resultados, desafios e aprendizados. Isso pode passar uma impressão de falta de confiança e de relevância.

Além disso, é importante ter uma boa comunicação, evitando respostas vagas, longas ou contraditórias. O candidato deve ser claro, conciso e objetivo, respondendo às perguntas com exemplos concretos e dados quantitativos, sempre que possível.

Os equívocos das empresas

Não são apenas os candidatos que enfrentam desafios. Lúcio Daniel destaca que as empresas também cometem equívocos ao focar excessivamente nas habilidades técnicas em detrimento das habilidades comportamentais, conhecidas como soft skills.

Ele ressalta a importância de avaliar a evolução do estilo de liderança, especialmente após mudanças significativas no ambiente de trabalho, como o aumento do trabalho remoto. Ele afirma que as empresas devem buscar líderes que sejam capazes de se adaptar às novas demandas, gerenciar equipes à distância, manter a motivação e o engajamento dos colaboradores e lidar com situações de crise e incerteza.

O novo perfil do líder

O perfil do líder mudou consideravelmente nos últimos anos, influenciado pela pandemia. Lúcio Daniel destaca a necessidade de líderes mais empáticos, abertos à diversidade e capazes de lidar com diferentes gerações.

Ele enfatiza a importância de preparar os líderes para interagir com a geração Z, que traz consigo desafios específicos, como ansiedade elevada, necessidade de feedback constante, busca por propósito e autonomia, entre outros.

Ele também aponta que os líderes devem ter uma visão estratégica, inovadora e sustentável, além de dominar as novas tecnologias e ferramentas digitais que facilitam o trabalho e a comunicação.

As estratégias para o sucesso na entrevista

Lúcio Daniel oferece seis estratégias fundamentais para os executivos se destacarem nas entrevistas:

  1. Pesquisa prévia: conheça a fundo a empresa, sua história e valores. Acesse o site, as redes sociais, os relatórios e as notícias sobre a organização. Busque informações sobre o segmento, os concorrentes, os clientes, os fornecedores e os desafios do mercado. Assim, você poderá demonstrar conhecimento, interesse e alinhamento com a empresa.
  2. Mostre sua relevância: destaque suas experiências e habilidades relevantes para o cargo e para a empresa. Use exemplos concretos e dados quantitativos para ilustrar seus resultados, desafios e aprendizados. Mostre como você pode agregar valor à organização, trazendo soluções, inovações e melhorias.
  3. Boa comunicação: seja claro, conciso e objetivo. Evite respostas vagas, longas ou contraditórias. Responda às perguntas com coerência e consistência, usando a técnica STAR (Situação, Tarefa, Ação e Resultado) para estruturar suas respostas. Seja honesto e transparente, sem omitir ou exagerar informações.
  4. Demonstre entusiasmo: transmita contentamento pela oportunidade e destaque suas contribuições. Mostre que você está motivado, engajado e disposto a aprender e a se desenvolver. Demonstre curiosidade e faça perguntas pertinentes sobre o cargo, a empresa e o processo seletivo.
  5. Postura profissional: mostre confiança, empatia e respeito. Mantenha uma linguagem corporal positiva, com contato visual, sorriso e postura ereta. Seja pontual, educado e cordial com todos os envolvidos no processo. Vista-se de forma adequada ao cargo e à empresa. Se a entrevista for online, escolha um ambiente silencioso, iluminado e sem distrações.
  6. Follow-up: envie um agradecimento pós-entrevista para o entrevistador, reforçando seu interesse e disponibilidade para os próximos passos. Não questione sobre seu desempenho ou sobre o resultado do processo. Apenas mantenha-se atento e aguarde o retorno da empresa.

+++Acompanhe as principais informações sobre o mercado de trabalho no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google Newsempregosestágiostrainees

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.