EAD é boa opção para quem busca retomar os estudos

Muitos profissionais que interromperam os estudos encontram nos cursos de EAD uma boa oportunidade para retomar o aprendizado

Douglas Terenciano | douglas@jcconcursos.com.br
Publicado em 01/08/2019, às 10h39 - Atualizado às 10h45

Ead educação a distância
Shutterstock

Por motivos financeiros, familiares ou de logística, muitas pessoas se veem obrigadas a interromper os estudos, deixando a possibilidade de retomá-lo num futuro próximo. Até aí, tudo bem, a vida é dinâmica e imprevistos fazem parte dela. Contudo, boa parte dos estudantes não conseguem retornar às aulas porque novas obrigações aparecem durante esse período, como sobrecarga de trabalho ou cuidados com os filhos, por exemplo. Com o tempo cada vez mais escasso, os cursos de Educação a Distância (EAD) surgem como uma alternativa viável para conciliar o emprego, vida pessoal e investimento educacional.

Educação a Distância exige disciplina

Antes de tudo, os interessados em cursos de EAD precisam saber que não basta efetuar a matrícula. Quem nunca estudou a distância precisará se adaptar, já que a modalidade exige organização e administração do tempo disponível. “É preciso planejar-se para acompanhar as aulas e realizar as atividades propostas. Os cursos, geralmente, são formados por módulos que são concluídos somente com a participação nas aulas e com a entrega das atividades propostas. É preciso ter disciplina e organização para manter uma rotina de estudos eficiente”, explica Lilian de Oliveira, professora e especialista em educação na Travessia – Formação Integral do Ser.

No início, o aluno poderá ter resistências à plataforma digital, comum para quem sempre estudou em salas de aulas. O motivo é variado, mas normalmente esse estranhamento passa quando o participante se familiariza com as ferramentas virtuais. Vale ressaltar que as escolas também oferecem o apoio de tutores e professores, que esclarecem dúvidas e fazem interações no ambiente on-line de aprendizagem.

Os três pontos importantes da EAD

A preparação requer atenção dos alunos. Para auxiliar os profissionais que pretendem iniciar um curso de EAD, separamos três pontos importantes. O primeiro é planejamento, período para pesquisar e conhecer o curso de seu interesse. É válido analisar se cabe no seu orçamento, como são o conteúdo e a proposta, saber como o Ministério da Educação o avalia e classifica a instituição, além de entender como o mercado absorve os profissionais formados na área.

O segundo passo é o gerenciamento, ou seja, o momento de definir suas estratégias. É preciso considerar as variáveis vistas no planejamento para minimizar problemas quando você estiver correndo atrás de seus objetivos. Busque apoio de familiares, especialmente na divisão das tarefas domésticas e também para evitarem fazer barulho durante seus estudos. Se necessário, discuta como cada membro da família poderá ajudar durante o curso.

Por fim, vem a fase de monitoramento, em que você poderá avaliar o andamento de tudo que foi planejado. Confira se os estudos estão fluindo e faça os ajustes necessários, conforme o curso avance. O mais importante é você ter a certeza que você está evoluindo. Lembre-se que manter a disciplina é fundamental para concretizar seu objetivo.

O custo-benefício da Educação a Distância

Fazer um curso de EAD pode ser uma boa opção para os profissionais que valorizam o custo-benefício, afirma Lilian. ”É uma alternativa, pois ao diminuir o tempo gasto no transporte e com o deslocamento até a escola, o aluno ganha tempo para se dedicar aos estudos. Além da facilidade de poder conectar-se em qualquer lugar e no período mais oportuno, de acordo com a rotina do estudante”.

Outro ponto que merece destaque é o famoso conflito de gerações. Pessoas tímidas e/ou com dificuldade de adaptação a turmas com muitos alunos podem encontrar um caminho na Educação a Distância. “A proposta é que cada um aprenda de acordo com o seu ritmo. O curso EAD também possibilita a interação dos participantes, mas de forma moderada o que permite que algumas pessoas com dificuldades de interagir possam se conhecer e ficar mais a vontade com o passar do tempo”, comenta a especialista da Travessia – Formação Integral do Ser.

Lilian destaca o crescimento de cursos superiores oferecidos por universidades. “É uma ótima forma de atender uma demanda crescente de pessoas que sofrem com a falta de tempo para estudar de forma tradicional. É a oportunidade de otimizar o tempo e facilitar o acesso ao ensino superior. Têm pessoas que aproveitam as pausas do trabalho, como a hora do almoço para estudar, tirar dúvidas e desenvolver as tarefas”, finaliza a especialista.

Comentários

Mais Lidas