Empresas ainda buscam 741 temporários para a Páscoa

Com a proximidade da Páscoa, que neste ano será comemorada em 5 de abril, empresas do comércio movimentam o mercado de trabalho visando atender a alta demanda do período.

Douglas Terenciano
Publicado em 23/02/2015, às 14h25

Com a proximidade da Páscoa, que neste ano será comemorada em 5 de abril, empresas do comércio movimentam o mercado de trabalho visando atender a alta demanda do período. Atualmente, as unidades do Centro de Apoio ao Trabalho (CAT), da Prefeitura de São Paulo, e a consultoria de recursos humanos Luandre, juntas, selecionam candidatos para um total de 741 vagas de emprego temporário em diversos cargos e localidades do país.

CAT

São 241 oportunidades para trabalhadores com ensino médio completo em São Paulo. Para a posição de operador de vendas são 141 vagas e os salários oscilam entre R$ 1.000 e R$ 1.137. As chances estão distribuídas por variados bairros das zonas sul e norte da capital paulista.

Outros 100 postos estão abertos na função de atendente de balcão, com atuação nas regiões da Vila Guilherme e Bela Vista. A remuneração chega a R$ 1.137 e os profissionais devem ter disponibilidade de horário para trabalhar em escala.

Parte das oportunidades não exige experiência, ampliando as chances aos jovens em busca do primeiro emprego e/ou trabalhadores de outras áreas que desejam um dinheiro extra no período da Páscoa.

As seleções acontecem de segunda a sexta, das 8h às 17h. Para participar basta apresentar o RG, CPF e carteira de trabalho em qualquer unidade do CAT. Os endereços podem ser obtidos no site www.prefeitura.sp.gov.br/trabalho ou na Central de Atendimento ao Munícipe pelo telefone 156.

Luandre

De acordo com a consultoria, mesmo com baixo crescimento econômico, as previsões do setor são positivas. Atualmente, há cerca de 500 vagas abertas em todo o país para atuar em lojas, pois as fábricas já encerraram as contratações.

Os cargos que mais ofertam colocações são os de vendedor e gerente de loja. Os vencimentos partem de R$ 1.461 e chegam a R$ 2.273, conforme a função e a localidade.

Além do emprego temporário, Luiz Fernando Medina, diretor de operações da Luandre, destaca outra vantagem. “Historicamente, até 40% dos profissionais são efetivados nesse período sazonal, é uma oportunidade para quem deseja se recolocar ou entrar no mercado de trabalho”, avalia. A boa porcentagem de efetivações se mantém tanto na indústria quanto no comércio.

Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas (Abicab), a expectativa é de que mais de 25 mil temporários sejam recrutados no período. “As contratações iniciam-se geralmente em outubro e novembro do ano anterior, mas seguem até março”, explica Luiz Fernando. O diretor comenta que o aumento dos custos de fabricação com a alta da inflação e dos juros poderia afetar o setor. “Entretanto, o crescimento de vagas deve seguir a tendência do ano passado, ou seja, otimista, porém cauteloso”, completa Medina.

Interessados devem efetuar inscrições no site www.luandre.com.br o quanto antes, já que a rotatividade de vagas é consideravelmente alta. A consultoria não determinou uma data para o término da seleção, deixando a oportunidades em aberto até o preenchimento dos postos.

Comentários

Mais Lidas