Estágio em órgãos públicos: veja vagas abertas na SPTrans, TRF 3 e TCU

Há vagas de estágio em diversas áreas na SPTrans (São Paulo Transporte S/A), Tribunal Regional Federal da 3ª Região e no Tribunal de Contas da União

Douglas Terenciano | douglas@jcconcursos.com.br
Publicado em 29/01/2020, às 20h30

Vagas estágio 2020
Divulgação

Diversas vagas estão abertas para estudantes dos ensinos médio regular, técnico e superior em órgãos públicos de vários Estados, incluindo São Paulo. Atualmente, quem busca por uma vaga de estágio encontra oportunidades na SPTrans (São Paulo Transporte S/A), em São Paulo, Tribunal Regional Federal da 3ª Região, que abrange os Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, e no Tribunal de Contas da União, em Brasília (DF). Confira, a seguir, todos os detalhes!

SPTrans

A SPTrans (São Paulo Transporte S/A), gerenciadora do transporte sobre ônibus na cidade de São Paulo, está com inscrições abertas para processo seletivo com 20 vagas de estágio, além de formação de cadastro reserva, para estudantes dos ensinos médio, técnico e superior.

Confira aqui

Tribunal Regional Federal da 3ª Região

O Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF 3), que atende as regiões de São Paulo e Mato Grosso do Sul, está com inscrições abertas para seu novo processo seletivo com objetivo de credenciar estudantes dos ensinos médio, técnico e superior para vagas de estágio em diversas áreas.

Confira aqui

Tribunal de Contas da União

O TCU (Tribunal de Contas da União), por meio do CIDE, organização sem fins lucrativos que visa capacitar e desenvolver estudantes para vagas de estágio, recebe inscrições para 40 oportunidades para universitários de diversas áreas. As oportunidades são para candidatos com deficiência com disponibilidade para estagiar em Brasília (DF).

Confira aqui

Dica: evite erros no português

Muitos estudantes perdem boas oportunidades de estágio por conta do uso inadequado da língua portuguesa. Com os recrutadores adotando ferramentas como testes ortográficos e redações para funcionar como filtros, o número de candidatos que não passam sequer na primeira etapa é cada vez maior.

A facilidade da tecnologia contribui para o problema. Com o acesso à tecnologia e aplicativos de correções automáticas de texto, pesquisar informações resumidas sem a necessidade de fazer uma busca integral sobre determinado assunto, dificultam o enriquecimento do vocabulário e a organização linguística.

Outro motivo que acaba influenciando na vida profissional dos estudantes é o costume de abreviar o português nas redes sociais. Ou seja, nem todos conseguem se adequar às mudanças exigidas quando o ambiente sai do universo dos perfis virtuais. É comum casos de pessoas que usam muito esse tipo de “escrita encurtada” e acabam cometendo erros, tanto na elaboração de algum texto, quanto no envio de um simples e-mail profissional.

Vale destacar que a conhecida “Era Digital” também possui seus benefícios e permite o fácil acesso às obras e clássicos da literatura, inclusive por meio de smartphones. Por outro lado, um dos principais dilemas modernos está na mentalidade de pessoas que não praticam o hábito da leitura. Enfim, lembre-se: quanto mais usar linguagens da internet no dia a dia, maior a chance de descuido em momentos importantes, como por exemplo, um teste para uma vaga de estágio.

estágios

Comentários

Mais Lidas