MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Home Office ganha destaque nas oportunidades de emprego no Brasil, aponta pesquisa

Uma pesquisa da Cortex revela que apenas 3,7% das oportunidades de emprego mencionam o home office, mesmo com a crescente demanda por trabalho remoto. Descubra quais setores e estados lideram a oferta de vagas remotas

Home Office ganha destaque nas oportunidades de emprego no Brasil, aponta pesquisa
Freepik
Victor Meira

Victor Meira

victor@jcconcursos.com.br

Publicado em 23/06/2023, às 18h32

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Uma pesquisa realizada pela Cortex, referência em inteligência de vendas B2B na América Latina, revelou que o home office ainda é pouco mencionado nas oportunidades de emprego no Brasil. Dos mais de 800 mil anúncios de vagas analisados nos principais portais do país, apenas 30,8 mil citam o home office em suas descrições, o que corresponde a apenas 3,7% do total. Esse número representa uma queda significativa em relação a julho de 2022, quando o registro era maior.

O levantamento da Cortex também identificou os setores que mais oferecem vagas para trabalho remoto. O setor de serviços se destaca, concentrando 31,3% das oportunidades remotas, totalizando mais de 9 mil vagas. Essas oportunidades abrangem desde agências de viagens até empresas de ensino e treinamento. Em seguida, estão os setores de tecnologia da informação, com 7.969 vagas, e varejo, com 4.141 vagas.

+Poliedro Educação abre vagas em processo seletivo para profissionais de diversas áreas

Dentre as atividades econômicas com mais vagas abertas para trabalho remoto, destacam-se o desenvolvimento de programas de computador sob encomenda, treinamento em desenvolvimento profissional e gerencial, consultoria em tecnologia da informação, desenvolvimento e licenciamento de programas de computador customizáveis, e atividades de consultoria em gestão empresarial, exceto consultoria técnica específica.

No que diz respeito aos estados brasileiros, São Paulo lidera com o maior número de empresas abertas à possibilidade de oferecer oportunidades de trabalho remoto, seguido por Rio de Janeiro, Curitiba, Belo Horizonte e Porto Alegre.

Paulo Leitner, diretor de people da Cortex, comentou sobre as razões por trás da baixa menção ao trabalho remoto nas descrições de vagas.

"Algumas pesquisas apontam o trabalho remoto como modelo preferido entre muitos colaboradores, além disso, ele possibilita a busca por profissionais especializados por todo o país, o que é um benefício excelente para as empresas, que não precisam se limitar aos locais onde estão seus escritórios para buscarem talentos. Entretanto, algumas podem não se sentir seguras em garantir esse modelo como formato definitivo de trabalho, por isso muitas ainda optam por não colocar na descrição das vagas". afirma.

+Novo processo seletivo Vivo oferece 40 vagas na área de design; veja requisitos

A Cortex, por sua vez, já adotou o modelo de trabalho remoto de forma consolidada. Após ouvir seus colaboradores, a empresa implementou a estratégia de "remote first", permitindo a contratação de talentos de todas as partes do Brasil. Com uma estrutura digital robusta e ferramentas de comunicação eficientes, incluindo um escritório virtual, a Cortex tem se beneficiado desse modelo flexível de trabalho.

+++Acompanhe as principais informações sobre Empregos no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google Newsempregosvagas de emprego

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.